Perigos da Conveniência

 

Mensagem ministrada em 15 de julho de 2005


TEXTO BASE: (2ª Pedro 3.14-16) Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por Ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis, e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles”.

INTRODUÇÃO: Eu pensava que a distorção da Palavra de Deus fosse um dos males de nossa geração, até que me deparei com esta passagem. O texto sagrado revela pontos profundos em relação ao posicionamento cristão. Pontos que tratam da realidade dos dias atuais:

1. VIDA DE SANTIDADE: (v.14) Viver em santidade não é algo opcional para quem quer seguir a Cristo, e sim um empenho, um estilo de vida, uma forma de vida. E se alguém pretende seguir a Cristo sem vida de santidade, nunca terá paz. Porque é a santidade desempenhada pelo cristão é o que Cristo procura em nós. Seguir a Cristo sem santidade não traz paz.

2. EXEMPLOS A SEREM SEGUIDOS: (v.15) A nossa salvação deve estar espelhada na longanimidade de Jesus Cristo nosso Senhor, e também na de Paulo, o apóstolo. O que é longanimidade? É firmeza de ânimo. Temos exemplos claros e explícitos de que devemos ser firmes em nosso ânimo com relação à nossa salvação. Seguir a Cristo sem longanimidade não traz salvação.

3. REVELAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS: (v.16) Já naquela época as cartas feitas pelos apóstolos era algo a ser respeitado pelas Igrejas como sendo de direção divina. Elas instruíam os novos cristãos e edificavam os mais maduros. Seguir a Cristo sem se alicerçar na Palavra de Deus enfraquece a fé.

4. A CONVENIÊNCIA DO "JÁ QUE...": Viver em santidade, observar e seguir os bons exemplos e ser dirigido pela Palavra de Deus, é tudo o que se precisa para crescer em Cristo. Mas, aí vem o jeitinho humano para deturpar aquilo que Deus estabeleceu. O texto sagrado revela que “os ignorantes e instáveis deturpam” as cartas escritas pelos apóstolos, “como também deturpam as demais Escrituras”. Deturpar, é adulterar de maneira viciosa, ou seja, são pessoas que pegam a Bíblia e a adulteram para o seu próprio proveito, da sua maneira, para o seu interesse, segundo a suas conveniências.

Talvez você esteja pensando que isso só ocorra de maneira literal, ou seja, alguém pega um texto da Palavra de Deus e o reescreve a sua maneira, como fazem alguns seguimentos religiosos. Na verdade, a deturpação, a adulteração da Palavra de Deus está mais próxima do que nós imaginamos. Quando alguém, para satisfazer os seus desejos, ou para se livrar do sentimento de culpa, pega um trecho da Palavra de Deus e o “interpreta” à sua maneira, ele está deturpando a Palavra. Estas pessoas são movidas por meio de um raciocínio propositalmente equivocado e distorcido. Eles começam a desenvolver um “tique nervoso” chamado “JÁ QUE”:
- JÁ QUE Jesus não veio chamar justos, mas os pecadores ao arrependimento...(Lucas 5.37);
- JÁ QUE Jesus veio buscar e salvar o que estava perdido... (Lucas 19.10);
- JÁ QUE Jesus era tido como amigo de publicanos de pecadores... (Mateus 11.19);
- JÁ QUE Jesus recebia pecadores e comia com eles... (Lucas 14.2);
- JÁ QUE Jesus não autorizou o apedrejamento da mulher surpreendida em adultério... (João 8.1-11);
- JÁ QUE Jesus nos perdoa todas as transgressões e removeu toda a nossa culpa, pregando-a na cruz... (Colossenses 2.13-15);
- JÁ QUE onde aumentou o pecado superabundou a graça... (Romanos 5.20);
- JÁ QUE fomos chamados para a liberdade... (Gálatas 5.13);
- JÁ QUE Paulo não derrubou o dito popular “Tudo me é permitido”... (1ª Coríntios 6.12; 10.23).

Então.... vamos aproveitar!

Isso se chama deturpação da Palavra de Deus. É você “interpretar” a Bíblia à sua maneira, do seu jeito sem se importar com os princípios ou com a essência revelada. Quando não se conhece as Escrituras é uma coisa! Agora quando se sabe e se faz de “bobo”, isso é deturpação. É adulteração, e adulteração da Palavra de Deus. Se não houver libertação disso, a sua vida vai ser uma ruína: “deturpam as demais Escrituras para a própria destruição deles”.

Não é a Palavra de Deus que tem que se moldar à nossa vida. É a nossa vida que tem que se moldar conforme a Palavra de Deus. É por isso que Pedro fala no começo de santidade, viver sem mácula, ser irrepreensível. Ele fala de longanimidade a ser seguida. Ele fala de sinceridade com a Palavra de Deus, pois ele sabia que seguir a Cristo sem santidade não traz paz, seguir a Cristo sem longanimidade não traz salvação e seguir a Cristo sem se alicerçar na Palavra de Deus enfraquece a fé.

CONCLUSÃO: Se desejo crescer em Cristo, eu tenho que viver em santidade, seguir a Jesus com longanimidade; me alicerçar na Palavra de Deus e não deturpar o que Deus tem me revelado. E o Espírito Santo dará condições para que isso ocorra, basta tão somente entregar a sua vida por completo a Jesus. A transformação acontece quando temos Cristo em nosso coração, você quer aceitá-lo como Senhor de sua vida”

Se a sua resposta for positiva em aceitar a Jesus como Senhor de sua vida, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Mensagem anterior - Próxima mensagem -

Outras Mensagens


Dê a sua Opinião sobre esta Mensagem - Imprima esta Mensagem