Fontes de Águas Vivas

 

Mensagem ministrada em 14 de agosto de 2005


TEXTO BASE: (João 7.38) “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”.

INTRODUÇÃO: Para podermos entender melhor esta afirmação de Jesus, é preciso conhecermos uma outra passagem que fala sobre o mesmo assunto:

TEXTO INTRODUTÓRIO: (João 4.5-30) "Chegou, pois, a uma cidade samaritana, chamada Sicar, perto das terras que Jacó dera a seu filho José. Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem, assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta. Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber. Pois seus discípulos tinham ido à cidade para comprar alimentos. Então, lhe disse a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana (porque os judeus não se dão com os samaritanos)? Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. Respondeu-lhe ela: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva? És tu, porventura, maior do que Jacó, o nosso pai, que nos deu o poço, do qual ele mesmo bebeu, e, bem assim, seus filhos, e seu gado? Afirmou-lhe Jesus: Quem beber desta água tornará a ter sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna. Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise vir aqui buscá-la. Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá;  ao que lhe respondeu a mulher: Não tenho marido. Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade. Senhor, disse-lhe a mulher, vejo que tu és profeta. Nossos pais adoravam neste monte; vós, entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, podes crer-me que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade. Eu sei, respondeu a mulher, que há de vir o Messias, chamado Cristo; quando ele vier, nos anunciará todas as coisas. Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo. Neste ponto, chegaram os seus discípulos e se admiraram de que estivesse falando com uma mulher; todavia, nenhum lhe disse: Que perguntas? Ou: Por que falas com ela? Quanto à mulher, deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: Vinde comigo e vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Será este, porventura, o Cristo?! Saíram, pois, da cidade e vieram ter com ele".

Quando a mulher samaritana se encontrou com Jesus, à beira do Poço de Jacó, ela não podia imaginar quão profunda revelação alcançaria o seu coração. Uma mulher cheia de conceitos e preconceitos religiosos, embora sua vida estivesse vazia e miserável, ela não fazia idéia até então do que realmente significava adoração do ponto de vista de Deus. Não é que ela não se importasse com o assunto. Na verdade, a sua conversa com Jesus, revela um coração curioso e já tomado por idéias equivocadas. Havia uma sede em seu interior, mas até então ela tinha buscado saciá-la em cisternas vazias. E o que vamos aprender aqui, é exatamente como podemos ter uma vida em que jorre águas vivas do nosso interior.

1. É PRECISO QUEBRAR TODO TIPO DE PRECONCEITO: (v. 6-9) Só seremos saciados de nossa sede espiritual se primeiro estivermos dispostos a quebrar todo e qualquer tipo de preconceito. Se não estivermos dispostos a pagar o preço de passarmos por cima de nossas diferenças pessoais, nunca irá jorrar águas vivas de nosso interior.

2. É PRECISO SE LIVRAR DE TODO O PECADO: (v. 10-18) Vida de pecado! Este era o grande empecilho para que aquela mulher pudesse ver aberta em seu interior a “fonte das águas que jorram para a vida eterna”. Jesus teve que tratar com estas barreiras, antes de liberar em sua vida o rio do Espírito. Ao ouvir Jesus falar de uma água que, de fato, saciaria sua sede, a mulher samaritana logo manifestou seu intenso desejo de prová-la: “Senhor, dá-me desta água para que eu não mais precise vir aqui buscá-la”. Ao perceber seu coração seco, a primeira coisa que Jesus faz é confrontar o seu pecado. Denunciando sua história de imoralidade, o Senhor estava como que abrindo caminho para que a vida pudesse finalmente jorrar. Existem muitas pessoas que se assemelham a esta mulher. Elas têm uma verdadeira sede das coisas de Deus, mas estão frustradas e cansadas de procurar pelas águas. Embora algumas até mesmo estejam em Igrejas, elas se sentem áridas e vazias. Desejam, mas não conseguem, buscam, mas não acham o prazer da intimidade com o Pai sobre a qual tanto já ouviram falar. Muitas vezes, como aconteceu com a mulher samaritana, o problema está nos pecados não resolvidos, na vida não rendida aos pés do Pai. “A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais Ele dará a conhecer a sua aliança” (Salmos 25.14). Quando Jesus disse àquela samaritana: “Vai, chama o teu marido e volta aqui”, Ele estava desafiando-a a tirar a máscara e a se arrepender do seu pecado, uma vez que aquele homem não era de fato seu marido e representava em sua vida um relacionamento imoral e pecaminoso.

3. É PRECISO COMPREENDER A ADORAÇÃO EM SANTIDADE: (v. 19-24) A adoração em santidade é um comando inegociável do Espírito para aqueles que desejam ver a fonte das águas jorrando de seu interior. Não é possível ter uma vida de intimidade com o Pai, enquanto se faz concessões ao pecado e não se tem uma vida de adoração em santidade. A Bíblia diz: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hebreus 12.14), e ver o Senhor é a essência da verdadeira adoração.

4. É PRECISO SE LIVRAR DE TODA RELIGIOSIDADE: (v. 25-26) O outro entulho que teve que ser removido do coração da samaritana para que as águas fluíssem foi a sua religiosidade oca. A mulher estava cheia de conceitos e preconceitos, amarrada a padrões gerados pelo homem e não pelo Senhor. Seu “deus” até então era formal, distante e previsível. As idéias sobre adoração que povoavam sua mente a prendiam a lugares e formas. O Messias para ela era alguém por vir, e não o “Eu Sou” que estava tão perto, porém oculto pelas vendas da sua religiosidade. Quantas pessoas hoje não vivem a mesma dificuldade? Nunca conseguem entrar na espontaneidade do Espírito porque conceberam em suas mentes um “deus” absolutamente enquadrado, previsível, sem surpresas. Nestes dias de adoração extravagante, quando o Senhor se manifesta de formas tão sobrenaturais e inesperadas, os que estão cheios de preconceito e formalidade acabam se escandalizando, ao invés de beberem das águas vivas.

5. É PRECISO DEIXAR A VIDA VELHA PARA TRÁS E SEGUIR EM NOVIDADE DE VIDA: (v. 28-30) Deixando o cântaro vazio da velha religiosidade, a mulher samaritana partiu para sua aldeia e lá manifestou o seu amor por Jesus, conduzindo uma multidão aos seus pés. É sempre este o fruto final de alguém que descobre o segredo das águas vivas!

CONCLUSÃO: A vida daquela mulher foi mudada à beira do poço do Jacó. Ela deixou que Jesus revolvesse os entulhos e, ousadamente, bebeu das águas que Ele oferecia. Que transformação! Seu coração foi inundado por um prazer que até então ela não conhecia. Transbordante, vendo borbulhar dentro de si uma fonte de águas vivas, ela se rendeu por completo a Jesus, e deixou que Ele a transformasse.

Isso pode acontecer com você hoje. É só seguir o mesmo trajeto, o mesmo caminho, e de seu interior jorrarão rios de águas vivas. É só aceitar a Jesus como Senhor e Salvador de sua vida. Se a sua resposta for positiva em aceitar a Jesus como Senhor de sua vida, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Mensagem anterior - Próxima mensagem -

Outras Mensagens


Dê a sua Opinião sobre esta Mensagem - Imprima esta Mensagem