Mantendo as Nossas Conquistas

 

Mensagem ministrada em 19 de agosto de 2005


TEXTO BASE: (Neemias 4.9) Porém nós oramos ao nosso Deus e, como proteção, pusemos guarda contra eles, de dia e de noite”.

INTRODUÇÃO: Conquistar algo em nossa vida é um desafio, mas manter a guarda sobre aquilo que foi conquistado pode ser um desafio ainda maior... A investida dos Estados Unidos contra o Iraque pode ilustrar bem esta verdade. O “pós-guerra” tem sido mais cruel e tem produzido mais baixas no exército americano do que a própria ofensiva de conquista. Isso não é novidade e não se aplica apenas ao campo bélico. Os grandes campeões da vida nem sempre são aqueles que começam bem e avançam a passos largos no início da jornada, mas sim, aqueles que se mantém perseverantes até o final.

1. O POVO DE ISRAEL SE MANTÉM EM GUARDA: Quando o povo de Israel entrou em Canaã, teve que desapossar povos temíveis. Batalhas sangrentas se travaram e muitos milagres foram realizados pelas mãos do Todo-Poderoso até que finalmente os hebreus tomaram posse da terra. Fim dos conflitos? De maneira nenhuma! O que as gerações vindouras viveram (e vivem até os nossos dias) foi a constante necessidade de lutar, não mais para tomar, mas para manter sua possessão, uma vez que os inimigos desalojados estavam sempre voltando furiosos, fazendo investidas para recuperar o que haviam perdido. O povo de Israel, até hoje vive em ininterrupta vigilância, todos estão preparados para enfrentar ataques dos inimigos a qualquer momento. Sua sobrevivência como nação depende fundamentalmente de sua capacidade e disciplina de nunca descansar ou baixar a guarda.

2. NA VIDA CRISTÃ TEMOS QUE MANTER A GUARDA: A vida cristã é uma vida cheia de conquistas. E a medida em que avançamos com o Senhor, tomamos territórios que não estavam antes debaixo de nosso poder. Isso acontece a nível interior (íntimo), a nível pessoal e a nível coletivo. Desalojamos inimigos em nossa alma, prosperamos em nossa vida material, familiar e ministerial, além de, como parte da Igreja, vemos o Reino de Deus se estender. Tudo isso é normal e maravilhoso, mas não podemos nos esquecer de que estas conquistas podem se perder caso não tenhamos um coração vigilante e perseverante. A guarda precisa ser sempre mantida.

3. RETROCEDER NÃO AGRADA A DEUS: A Bíblia diz que Deus não tem prazer naquele que retrocede: (Hebreus 10.38) “Todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma” . Os avanços de uma vida toda podem ser perdidos num só dia, caso deixemos que os nossos inimigos (internos e externos) encontrem portas abertas para voltar e isso só acontece quando retrocedemos, quando baixamos a guarda e deixamos de avanças. Lembre-se: "Manter as bênçãos também é avanço".

4. INIMIGOS INTERNOS E EXTERNOS: Em nossa vida interior existem gigantes que foram abatidos. Pecados, medos, distorções, maus hábitos que foram erradicados de nossa alma. Entretanto, se não cuidarmos, podemos vê-los ressurgir e tomar novamente o seu espaço. Um copo de cerveja pode representar a volta da embriagues para alguém que foi um dia dominado por ela. Da mesma forma, uma mágoa não lançada na cruz, uma mentira, um gesto de desonestidade, uma concessão à impureza podem ser argumentos de legalidade para que velhas desgraças voltem a nos assolar.Do ponto de vista coletivo, precisamos nos portar como atalaias naquilo que levantamos em Deus. O Maligno está louco para derrubar o que construímos. Temos que rechaçar todas as suas investidas! Se ganhamos alguém, temos que consolidá-lo e fortalecê-lo através de um discipulado eficaz. Se abrimos uma célula, não podemos deixá-la sem a vigilância da oração. Se levantamos um ministério, precisamos em todo o tempo guerrear para que ele se mantenha. Os inimigos investem de todos os lados, mas se mantivermos vigilantes e seguros nas mãos do Senhor, eles não conseguirão triunfar.

CONCLUSÃO: Estamos em guerra! Deus tem nos dado grande respaldo e marchamos firmemente para tomar esta cidade das mãos do inimigo. O que não podemos fazer é deixar desguarnecida a nossa retaguarda e entregar de mãos beijadas aquilo que nos custou tanto para conquistar. Então levantemos nossas guardas! e sigamos adiante na conquista e na manutenção daquilo que já conquistamos.

Mas para que isso seja uma realidade em nossa vida é preciso primeiro termos um General no comando, e este General é Jesus Cristo. Você gostaria de entregar a direção de sua vida nas mãos de Jesus? Se a sua resposta for positiva em aceitar a Jesus como Senhor de sua vida, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Mensagem anterior - Próxima mensagem -

Outras Mensagens


Dê a sua Opinião sobre esta Mensagem - Imprima esta Mensagem