Organização e Equilíbrio

 

Mensagem ministrada em 4 de Novembro de 2005


TEXTO BASE: (Eclesiastes 3.1-8) "Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz".

INTRODUÇÃO: Muitas vezes clamamos por “um milagre” em nossa vida! Achamos que só uma intervenção sobrenatural, pode dar solução aos nossos problemas e tribulações. Buscamos, até mesmo com muita sinceridade, a Deus, e acreditamos que somente uma manifestação divina, poderá ser a saída para as nossas aflições. Deus age desta forma! Deus pode e tem agido de maneira sobrenatural, mas na maioria dos nossos problemas, tribulações e aflições, o “milagre”, já está em nossas mãos! No Livro de Eclesiastes encontramos uma boa referência para desenvolvermos princípios para que ocorram tais milagres:

1. O PRINCÍPIO DO EQUILÍBRIO E DA ORGANIZAÇÃO (v. 1): “Tudo tem o seu tempo determinado”:  Aqui está o princípio do equilíbrio. Se estamos com Deus e Deus conosco, não é necessária aquela correria frenética, desesperada, desequilibrada, pois tudo tem o seu tempo determinado. É como dizem: “Tudo no final acaba dando certo. Se não deu certo ainda, é porque não chegou ao final”; “Há tempo para todo o propósito”: Aqui está o princípio da organização. Se Deus é o nosso guia e instrutor, existe tempo para todo o propósito. Equilíbrio e organização aqui, em nossa vida hoje, ou seja, “debaixo do céu”.

2. O PRINCÍPIO DA VIDA (v. 2): “Há tempo de nascer e tempo de morrer”: Isto mostra que existe um começo e um fim  para a nossa vida aqui na terra; isto mostra que no plano físico nada é eterno nesta vida, e por isso devemos nos firmar em Deus, o Eterno.

3. O PRINCÍPIO DO ARREPENDIMENTO (v. 2): “Tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou”: Este princípio revela que devemos nos lembrar que voltar atrás não é sempre um sinal de derrota. Que o plantio é necessário, mas que também se pode voltar atrás se este plantio foi errado, e recomeçar algo novo, uma nova plantação.

4. O PRINCÍPIO DE BONS RELACIONAMENTOS (v. 3): “Tempo de matar e tempo de curar”: Este princípio retrata que devemos ser cuidadosos com os nossos relacionamentos em qualquer área da nossa vida, pois existem relacionamentos que precisam ser mortos, mas existem outros que necessitam ser curados, restaurados.

5. O PRINCÍPIO DO TEMPORAL (v. 3): “Tempo de derrubar e tempo de edificar”:  Neste princípio somos levados a nunca imaginarmos que nossos empreendimentos materiais são duradouros, ou que nunca precisarão de manutenção ou reparos.

6. O PRINCÍPIO DAS EMOÇÕES (v. 4): “Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de saltar de alegria”: Este princípio mostra que a vida não é só de lamento ou só de celebração, que a vida não é só tristezas, como também não é só alegrias, e que as nossas emoções mudam conforme as circunstâncias, e para tanto é preciso deixá-las nas mãos de Deus.

7. O PRINCÍPIO DAS EDIFICAÇÕES (v. 5): “Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar as pedras”: Este princípio nos revela que não é para nos abatermos com as viradas da vida, pois existem momentos de edificações, mas também existem momentos de removermos os entulhos que sobraram de momentos difíceis.

8. O PRINCÍPIO DA AFEIÇÃO (v. 5): “Tempo de abraçar e tempo de não abraçar”:  Aqui mostra que não devemos nos lançar em poços profundos de relacionamentos, substituindo Deus ou até mesmo a nós mesmos, pois podemos ser contrariados em nossos afetos.

9. O PRINCÍPIO DA PREVENÇÃO (v. 6): “Tempo de buscar e tempo de perder”: Este princípio mostra que precisamos nos preparar para o risco de perder o que tanto buscamos, e para tanto é necessário se apoiar somente em Deus.

10. O PRINCÍPIO DA MORDOMIA (v. 6): “Tempo de guardar e tempo de jogar fora”: Existem coisas em nossa vida que devemos guardar para todo o sempre, mas também existem coisas que necessitam serem laçadas fora. Através da prática deste princípio, muitos milagres podem ser realizados em nossa vida.

11. O PRINCÍPIO DO BOM TEMPERAMENTO (v. 7): “Tempo de rasgar e tempo de coser”: Isto mostra que as nossas ligações aqui na terra, são todas fragilizadas pela nossa natureza temporal e que para tanto é preciso saber rasgar o coração e costurar bons relacionamentos.

12. O PRINCÍPIO DO RECONHECIMENTO (v. 7): “Tempo de estar calado e tempo de falar” : Existe uma hora em que o sábio se cala, mas existe também uma hora em que o ousado se manifesta. Nem sempre, só porque está com a razão que se deve tagarelar, como também, não é só porque se é humilde que deva permanecer calado. O reconhecimento de quando falar e de quando calar é um dos princípios fundamentais.

13. O PRINCÍPIO DA SABEDORIA (v. 8): “Tempo de amar e tempo de odiar”: Nesse princípio consiste a verdadeira sabedoria: amar o que é amável e odiar o que é detestável. É claro que isso não envolve pessoas, mas sim atitudes, e só deve ser desenvolvido com a ajuda de Deus, para que não haja injustiças.

14. O PRINCÍPIO DA DISPOSIÇÃO (v. 8): “Tempo de guerra e tempo de paz”: Tanto para a guerra como na paz, é preciso que haja uma predisposição em nosso coração. E este princípio desperta isso. A disposição determina os seus resultados tanto na guerra como na paz.

CONCLUSÃO: Dentro desta compreensão, podemos ver que a vida é para ser vivida, e não lamentada. Saibamos desenvolver estes princípios, tão necessários para a vida, para obtermos o melhor de Deus em nosso ser. E Jesus em nosso coração faz toda a diferença!

Você gostaria de aceitá-lo em sua vida? Se você está decidido em aceitar a Jesus como Senhor de sua vida, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Mensagem anterior - Próxima mensagem -

Outras Mensagens


Dê a sua Opinião sobre esta Mensagem - Imprima esta Mensagem