Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

A Plenitude da Preferência


Raabe preferiu abandonar a prostituição e contrair matrimônio com Salmon, tornando-se mãe de Boaz, bisavó de Davi e uma das ancestrais de Jesus Cristo, conforme escrito no Evangelho de Mateus 1.5.

Os judeus que estavam exilados na Babilônia preferiam abrir mão de sua maior alegria para estar em Jerusalém (Salmos 137.6).

Os cantores de Israel preferiam estar à porta da casa de seu Deus a permanecer nas tendas da perversidade (Salmos 84.10).

Moisés preferiu ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado, porque contemplava a recompensa futura e via Aquele que é invisível (Hebreus 11.23-29).

Os amigos de Daniel preferiam entregar os seus corpos para serem queimados na fornalha ardente a servirem e adorarem outros deuses, senão ao seu Deus (Daniel 3.28).

Mas a plenitude da preferência é quando o cristão verdadeiro prefere deixar o seu corpo para habitar com o Senhor (2ª Coríntios 5.8).

E essa preferência não é gerada por algum acontecimento decepcionante, não é gerada pelo desejo de fugir do sofrimento, não é gerada por idéias suicidas. Essa preferência é uma confissão de comunhão, uma confissão de certeza, uma confissão de esperança.

Aqueles que optam por tal preferência entendem que a morte nada mais é do que uma passagem de uma esfera para outra esfera. Deixa-se a barraca em troca da casa, deixa-se o temporário em troca do eterno, deixa-se o transitório em troca do definitivo.

O corpo que se deixa é o corpo do pecado, acostumado com o pecado, prejudicado pelo pecado, agarrado ao pecado. Ora, não existe coisa melhor do que se safar desse corpo e habitar com o Senhor Deus, de quem se sente interiormente uma sede enorme (Salmos 42.1-2 e Salmos 63.1).

O apóstolo Paulo expressou a plenitude da preferência em duas ocasiões distintas como registrado em 2ª Coríntios 5.8 e Filipenses 1.23. Nesta última ele diz que tem o desejo de partir e estar com Cristo, “o que é incomparavelmente melhor”.

Mas enquanto isso não acontece, podemos desfrutar da experiência da presença de Deus sobre nós, quando preferimos entregar a nossa vida em suas mãos, e obedecer aquilo que Ele orienta em Sua Palavra, a Bíblia Sagrada.

Querido leitor, deseje dar esta preferência. Prefira ao Senhor Deus à qualquer outra coisa que possa surgir em sua vida. Dê sempre preferência a Deus, e Ele dará sempre preferência a você:

A Bíblia diz: (Filipenses 1.21) "Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão