Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

A Goiabeira e o Mamoeiro


Outro dia, numa desses finais de tardes de verão, o tempo se fechou, tudo se escureceu e o vento inundou o quintal, bem como o quarto, onde eu deitado, apreciava aquela cena pela janela.

No quintal havia duas árvores: um mamoeiro e uma goiabeira. Eu observava com atenção o quanto o vento balançava de forma diferente estas árvores, especialmente porque numa das pontas dos galhos da goiabeira, uma rolinha tinha feito o seu ninho, e agora estava ela ali, apesar de toda aquela ventania, onde os galhos se dobravam em todas as direções com incrível força, e a rolinha "descansava", firme no ninho que havia construído.

No mamoeiro, apenas as suas folhas, balançavam, pois o seu caule grosso, permanecia ereto, rijo, talvez orgulhoso por não se dobrar diante da força do vento.

Quando acordei no dia seguinte, manhã de sol bonita que Deus havia me dado, o mamoeiro estava no chão, o seu caule apesar de grosso, se rompeu e quebrou-se. A goiabeira estava lá, intacta, abrigando a rolinha que sabiamente havia construído o seu ninho em sua ramagem.

Querido ouvinte, podemos tirar algumas lições deste quadro, que com certeza, são as maravilhas da natureza, mostrando a glória, a sabedoria e a vontade de Deus em nossas vidas.

Nunca vi qualquer ave fazer ninho em pé de mamão. Deus fez as aves, que sem entendimento, edificam sempre em lugares seguros. E eu pergunto a você: Onde está sendo construída a sua casa? Na Rocha ou na Areia?

Davi, no Salmos 138 declara que " Deus atenta para o humilde, mas o soberbo Ele o conhece de longe". Quantas vezes temos sido mamoeiros? Irredutíveis em nossas posições. Não reconhecendo os nossos erros. Não sabendo pedir desculpas e nem perdão. Permanecendo no pecado que nos agrada, mesmo tendo convicção de que é errado.

Em outras palavras, não temos nos dobrado quando não reconhecemos nossos erros para com o próximo, sendo então altivos e orgulhosos, ou mesmo estando certos, não procuramos o nosso próximo para pedir perdão e reconciliarmos.

Não temos nos dobrado, quando não reconhecemos, quando não aceitamos e quando não buscamos a soberana e perfeita vontade de Deus, como princípio básico para o nosso viver.

Então que conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor, para que experimentemos qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para a nossa vida.

A Bíblia diz: (Romanos 12.2) "E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão