Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

Milho de Pipoca


Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre. E assim acontece com a gente.

As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que o seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos, como por exemplo: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar na miséria. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento cujas causas ignoramos.

É claro que existe sempre o recurso do remédio, ou seja, apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Mas com isso, a possibilidade da grande transformação também.

Imagino que o pobre milho de pipoca, fechado dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: "Vou morrer!". Dentro de sua casca dura, fechado em si mesmo, ele não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ele. O milho de pipoca não imagina aquilo de que ele é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ele aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ele mesmo nunca havia sonhado. É transformação que o fogo traz.

Bom, mas ainda temos o piruá. Piruá é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, elas se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo é a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira, não vão se transformar na matéria branca, macia e nutritiva que é a pipoca. Não vão dar alegria para ninguém.

E você? Como tem sido sua vida? Você tem deixado que o calor das circunstâncias amadureça você? Ou você tem se confinado na sua casca dura e permanecido como um piruá?

O deserto não é problema, o problema é querer permanecer no deserto.

A Bíblia diz: (Romanos 12.1-2) "Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão