Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

Mudanças na História


As expressões: “mudarei a sorte” e “restaurarei a sorte”, aparecem várias vezes na boca dos profetas que falavam da parte de Deus: (Jeremias 30.3); (Ezequiel 16.53 e 39.25); (Oséias 7.1); (Joel 3.1); (Amós 9.14) e (Sofonias 3.20). Quase sempre, estas palavras estavam se referindo ao povo de Israel.

De fato, quantas vezes Deus tem mudado a sorte do povo judeu, ora em direção ao cativeiro, ora em direção à reconstrução de Jerusalém e da nação. A última mudança completou meio século em 14 de maio de 1998. Foi quando Ben Gurion proclamou a independência de Israel, “em decorrência do direito natural e histórico do povo judeu e da resolução das Nações Unidas”.

As mudanças atingem outras nações também, tanto no período bíblico como nos períodos posteriores. Daí a ascensão e queda das nações bíblicas como Egito, Babilônia, Pérsia, Grécia e Roma, e dos grandes impérios dos últimos 500 anos, tais como Mongólia, Portugal, Espanha, Grä-Bretanha, Alemanha, Japão e, por último, a antiga União Soviética.

As mudanças operadas por Aquele que governa o mundo podem ser localizadas e acompanhadas por qualquer adolescente hoje em dia.

Aí está a queda do muro de Berlim, depois de 28 anos, e a reunificação da Alemanha.

Aí está o que aconteceu na África do Sul. Ninguém esperava que um negro chegasse à Presidência da República. Ninguém esperava que os brancos se submetessem a um presidente negro. Ninguém esperava que Nelson Mandela, depois de passar uma existência de 27 anos na prisão, por sua luta contra a discriminação racial, viesse a ser presidente da nação, e tivesse um branco como vice-presidente.

Aí está o final da Guerra Fria, o final da corrida armamentista e nuclear. Todos esperávamos o pior: a eclosão da guerra atônica. Chegamos até mesmo a ver antecipadamente nas telas do cinema e do vídeo como seria o planeta depois de um acidente ou depois de uma guerra nuclear.

Aí está a guinada do jornal L’Unitá, por décadas órgão oficial do Partido Comunista Italiano e representante do eurocomunismo, que publicou os Evangelhos a partir do final de 1994 com a explicação de que jovens precisam conhecer as Escrituras “as raízes da nossa civilização”.

Aí está a nova Albânia, o primeiro e único país do mundo a declarar-se oficialmente ateu em outubro de 1967, agora outra vez aberto ao cristianismo, a ponto de o Ministro da Defesa ter pedido ao Pastor Igballi Rugova que distribuísse 300.000 Novos Testamentos com as forças armadas, e o Ministro da Interior ter solicitado o mesmo privilégio para os policiais.

Aí está a Bíblia Popular da Editora Vida com tiragem de 105.000 exemplares feita na mesma gráfica que imprimia o Pravda, o porta-voz oficial do Partido Comunista da União Soviética, em Moscou. Muitos devem se lembrar da restrição para a entrada da Bíblia no Leste Europeu em anos anteriores.

Aí está a declaração dos organizadores da Consulta Global sobre a Evangelização Mundial realizada em Seul, em maio de 1996: “Estamos nos movendo de uma era de incredulidade para uma era de fé, à medida que ano 2000 se aproxima”.

São grandes e importantes mudanças. Mas para onde nos levam finalmente este rodízio de mudanças, tanto as de Deus como as dos homens, tanto as mudanças pessoais como as históricas? A resposta é uma só: Todas as mudanças estão nos levando direta ou indiretamente para a Nova Criação em Cristo Jesus.

Ainda veremos muitas mudanças. Serão as últimas, provocadas pela plenitude da salvação, pela plenitude do Reino de Deus e pela plenitude da glória de Deus. Esta mudança se chama “Final dos Tempos”. E entre os acontecimentos do fim estão: A morte da morte (Isaías 25.8 e 1ª Coríntios 15.26; 54-55), a ressurreição dos mortos; a súbita transformação dos vivos (1ª Coríntios 15.50-53 e 1ª Tessalonicenses 4.13-18); o juízo final (Mateus 25.31-46); a redenção da criação (Romanos 8.20-21) e o cumprimento da promessa de novos céus e nova Terra, plenos de justiça (2ª Pedro 3.13; Apocalipse 21.1-7).

Você! Já está preparado para elas?

A Bíblia diz: (Marcos 13.33) "Estai de sobreaviso, vigiai e orai; porque não sabeis quando será o tempo".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão