Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

A Plenitude do Vazio


A segunda frase da Bíblia diz que a Terra “era sem forma e vazia” (Gênesis 1.2). A mesma expressão aparece no livro do Profeta Jeremias: “Olhei para a Terra, e ei-la sem forma e vazia” (Jeremias 4.23). Que vazio é este?

A julgar pela narrativa bíblica da criação, o vazio era enorme e muito feio. Não havia luz, não havia porção seca, não havia grama, não havia árvores, não havia flores, não havia frutos. Não havia estrelas, não havia lua, não havia aves, não havia peixes, não havia animais de nenhuma espécie. Não havia comida para comer, não havia sementes para plantar, não havia ordem, não havia beleza, não havia forma, não havia homem, não havia mulher, não havia crianças, não havia música, não havia templos, não havia nada, absolutamente nada.

Este é um vazio do tamanho do céu e da Terra. Mas não é a plenitude do vazio, não é o vazio completo.

A plenitude do vazio é o vazio da alma. Um vazio intolerável. Um vazio esquisito. Um vazio que envelhece, que adoece, que leva ao álcool, que leva às drogas, que leva à orgia, que leva à violência, que leva ao suicídio, que leva à morte.

A alma tem sede de Deus, mas não bebe a água viva que emana do Seu Trono Celestial. A alma suspira por Deus, mas não O busca. A alma quer repouso, mas não se aquieta em Deus.

A plenitude do vazio é aquela experiência contrária à experiência do salmista quando ele diz: “O meu cálice transborda” (Salmos 23.5). É a experiência contrária à experiência de quem fica cheio do Espírito Santo (Atos 2.4).

O pobre que volta para casa de mãos vazias depois de pedir socorro aqui e acolá, o aflito que recebe consolações vazias depois de chorar em ombros alheios, o pecador que continua vazio depois de se encontrar sem reservas aos prazeres transitórios do pecado, todos eles têm vazios decepcionantes, todavia ainda bem menores que os vazios da alma.

Assim como a Terra não é mais sem forma e nem vazia por causa do intervir de Deus, este mesmo Deus pode acabar com a plenitude do vazio dentro do coração humano. Ele pode muito bem encher de bens os famintos, encher de alegria os tristes, encher de forças os cansados, encher de esperança os que sofrem, encher de pais e irmãos os sozinhos, encher de coragem os medrosos, encher de fé os incrédulos e encher de poder os fracos.

É assim que Deus põe um ponto final na assombrada plenitude do vazio.

A Bíblia diz: (Efésios 5.18-21) "E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão