Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

Capa Inútil


O primeiro capítulo do Livro do Profeta Isaías é terrível. O profeta não mede as palavras. Ele não se omite. Não respeita a sensibilidade de ninguém. Não deixa por menos. Isaías levanta a cortina. Abre o verbo. Fala a verdade. Acaba com a hipocrisia. Destrói as falsas proteções. Diz que o animal é mais consciencioso que o homem. Diz que o povo está andando para trás. Ele diz que não existe diferença entre eles e Sodoma e Gomorra. Ele diz que Deus não os agüenta mais. Manda parar com as expressões de culto. Expulsa-os do Templo. Diz que eles estão gravemente enfermos, desde a planta dos pés até a cabeça. Fala de coisas repugnantes, como feridas, contusões e chagas inflamadas.

De tudo, porém, o que mais assusta o leitor é a declaração de que os acusados não se confessam. Embora estejam gravemente enfermos, dos pés à cabeça, e cobertos de feridas, contusões e chagas inflamadas, umas e outras não são espremidas, nem atadas, nem amolecidas com óleo. Não se faz nada. Não se esboça nenhuma reação. A cegueira é total. E esta insensibilidade apavora o profeta.

Enquanto isso, o povo oferece “multidões de sacrifícios”, celebra todas as festa religiosas, enche os átrios da Casa de Deus e multiplica as orações. Mas continua doente, continua sem tratamento, continua em pecado. A situação é gravíssima. E se não fosse a longanimidade do Senhor Deus, eles já teriam sido completamente arrasados como foram Sodoma e Gomorra.

Tamanha falta de lógica acontece também nos dias de hoje. É uma das mais sutis e devastadoras conseqüências do pecado: a eterna tentativa do homem de associar a religiosidade com a degradação. A religiosidade se transforma numa capa protetora para a impiedade. Uma capa que não cobre coisa alguma. A religiosidade é uma capa inútil. É só aparência, é só fachada. Esta capa não muda nada, não muda caráter, não muda ninguém. É completamente inútil.

A única solução, no entanto, é a convicção de que se é pecador, se arrepender disso, confessar o pecado, e buscar o perdão de Deus com sinceridade. A única solução é a conversão a Deus por meio de Jesus Cristo. Fora isso, não existe outra saída.

A Bíblia diz: (Salmos 51.17) "Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus".

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão