Reflexões Bíblicas
Mensagens ministradas no Programa Tempo de Festa
Rádio Popular FM e Rádio Água Viva On-Line

Você Ficaria de Pé?


Havia um professor de filosofia que era um ateu convicto. Sempre sua meta principal era tomar um semestre inteiro para provar que Deus não existia. Os estudantes sempre tinham medo de enfrentá-lo por causa da sua aparente lógica impecável. Por 20 anos ensinou e mostrou que jamais haveria alguém que ousasse contrariá-lo, embora, às vezes surgisse alguém que o tentasse, nunca o venciam.

No final de todo semestre, no último dia, fazia a mesma pergunta à sua classe de 300 alunos: Se existe alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!”.

Em 20 anos ninguém ousou se levantar. Sabiam o que o professor faria em seguida, ele diria: “Porque qualquer um que acredita em Jesus é um tolo! Se Deus existe impediria que este giz caísse ao chão e se quebrasse. Esta simples questão provaria que Ele existe, mas, Ele não pode fazer isso!”. E todos os anos soltava o giz, que caia ao chão partindo-se em pedaços.

Todos os estudantes apenas ficavam quietos, vendo a demonstração. A maioria dos alunos pensava que Deus poderia não existir. Certamente, havia alguns cristãos, mas todos tinham muito medo de ficar de pé.

Há alguns anos atrás chegou a vez de um jovem cristão que tinha ouvido sobre a fama daquele professor. O jovem estava com medo, mas, por três meses daquele semestre orou todas as manhãs, pedindo que tivesse coragem de se levantar, não importando o que professor dissesse ou o que a classe pensasse. Nada do que dissessem abalaria sua fé... ao menos era seu desejo.

Finalmente o dia chegou. O professor disse: “Se existe alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!”. O professor e os 300 alunos viram, atônitos, o rapaz se levantar no fundo da sala. O professor gritou: “Você é um TOLO!!! Se Deus existe impedirá que este giz caia ao chão e se quebre!”. E começou a erguer o braço, quando o giz escorregou entre seus dedos, deslizou pela camisa, por uma das pernas da calça, correu sobre o sapato e ao tocar no chão simplesmente rolou, sem se quebrar. O queixo do professor caiu enquanto seu olhar, assustado, seguia o giz. Quando o giz parou de rolar levantou a cabeça, encarou o jovem e saiu apressadamente da sala.

O rapaz caminhou firmemente para frente de seus colegas e, por meia hora, compartilhou sua fé em Jesus. Os 300 estudantes ouviram, silenciosamente, sobre o amor de Deus por todos e sobre Seu poder através de Jesus.

Muitas pessoas têm desafiado a Deus e todas elas tiveram a sua derrota. Quem não se lembra o famoso Titanic, de quem foi dito que: “Este navio nem Deus afunda”. Quem não se lembra de Tancredo Neves, que disse: “Nem Deus me impede de subir a rampa do Palácio da Alvorada”. Sabemos os fim trágico de ambos. E isso nos mostra que apesar de acharmos ou pensarmos o contrário, Deus sempre esteve e está no controle de tudo.

Titanic, Tancredo, o professor de filosofia de nossa reflexão aqui, e tantos outros, não foram castigados por Deus, mas sim, foram vítimas de suas próprias escolhas e petulâncias. A Bíblia deixa muito claro qual deve ser a nossa posição em relação a Deus.

A Bíblia diz: (Romanos 8.31) Se Deus é por nós quem será contra nós?.

Se esta mensagem tocou em seu coração e você quer conhecer mais acerca de Deus, de Jesus, do Espírito Santo e da Igreja, entre em contato conosco. Fale de sua de decisão, e faça seu pedido de oração: {Clique aqui}


Reflexão anterior - Próxima reflexão -

Outras reflexões


Dê a sua Opinião sobre esta reflexão - Imprima esta reflexão