• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 224

224º Dia – 12 de Agosto

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

CIDADE DE JERUSALÉMProfeta Jeremias: A Oração e o Lamento do Profeta

(Jr 20.7-9) 7Ó Senhor, o Senhor me constrangeu, e eu me deixei constranger. O Senhor é mais forte que eu e prevaleceu. Agora, sou motivo de zombaria todos os dias; todos riem de mim. 8Pois, sempre que abro a boca, é para gritar: “Violência e destruição!” Essas mensagens do Senhor me transformaram em alvo constante de piadas. 9Mas, se digo que nunca mais mencionarei o Senhor, nem falarei em seu nome, sua palavra arde como fogo em meu coração; é como fogo em meus ossos. Estou cansado de tentar contê-la; é impossível! (NVT)

(Jr 20.14-18) 14E, no entanto, amaldiçoo o dia em que nasci; ninguém celebre o dia em que minha mãe me deu à luz (NVT). 15Maldito seja o homem que levou a notícia a meu pai, e o deixou muito alegre, quando disse: “Você é pai de um menino!” (NVI) 16Que ele seja destruído como as cidades antigas que o Senhor arrasou sem compaixão. Que seja aterrorizado todo o dia com gritos de guerra, 17pois não me matou quando nasci. Quem dera eu tivesse morrido no ventre de minha mãe e seu corpo tivesse sido minha sepultura! (NVT) 18Por que saí do ventre materno tão somente para ver trabalho e tristeza e para que se consumam de vergonha os meus dias? (NAA)

(Jr 20.10-11) 10Ouvi muitos boatos a meu respeito; me chamam de “Homem que Vive em Terror” e me ameaçam: “Se disser alguma coisa, o denunciaremos”. Até os que se dizem amigos íntimos me vigiam e esperam que eu cometa algum erro fatal. Dizem: “Ele cairá em sua própria armadilha; então nos vingaremos dele” (NVT). 11Mas o Senhor está comigo, como um forte guerreiro! Portanto, aqueles que me perseguem tropeçarão e não prevalecerão. O seu fracasso lhes trará completa vergonha; a sua desonra jamais será esquecida (NVI).

(Jr 20.12-13) 12Ó Senhor dos Exércitos, o Senhor que examina o justo e vê o coração e a mente, deixa-me ver a tua vingança sobre eles, pois a ti expus a minha causa (NVI). 13Cantem ao Senhor! Louvem o Senhor! Pois ele salva o pobre e necessitado da mão de seus opressores (NVT).

Profeta Jeremias: Profecia contra o rei Joaquim

(Jr 22.24-27) 24“Tão certo como eu vivo”, diz o Senhor, “ainda que Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, fosse o anel de selar na minha mão direita, eu dali o arrancaria. 25Vou entregá-lo, ó rei, nas mãos dos que procuram tirar a sua vida e nas mãos daqueles a quem você teme, a saber, nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e nas mãos dos caldeus. 26Lançarei você e a sua mãe, que o pôs no mundo, para outra terra, em que vocês não nasceram; e ali morrerão (NAA). 27Jamais retornarão à terra à qual anseiam voltar” (NVI).

(Jr 22.28-30) 28Será que este Jeconias é como um vaso quebrado e desprezado, do qual ninguém se agrada? Por que é que ele e os seus filhos foram lançados fora, jogados numa terra que não conhecem? (NAA) 29Ó terra, terra, terra de Judá! Ouça esta mensagem do Senhor (NVT)! 30Assim diz o Senhor: “Registrem esse homem como homem sem filhos. Ele não prosperará em toda a sua vida; nenhum dos seus descendentes prosperará nem se assentará no trono de Davi nem governará em Judá” (NVI).

A Cidade de Jerusalém é capturada e mais uma Deportação para Babilônia

(2Rs 24.10-13) 10Durante o reinado de Joaquim, os oficiais de Nabucodonosor, rei da Babilônia, subiram contra Jerusalém e a cercaram (NVT). 11Enquanto seus oficiais a cercavam o próprio Nabucodonosor veio à cidade. 12Então Joaquim, rei de Judá, sua mãe, seus conselheiros, seus nobres e seus oficiais se entregaram; todos se renderam a ele. No oitavo ano do reinado do rei da Babilônia, ele levou Joaquim como prisioneiro. 13Conforme o Senhor tinha declarado, Nabucodonosor retirou todos os tesouros do Templo do Senhor e do palácio real, quebrando todos os utensílios de ouro que Salomão, rei de Israel, fizera para o Templo do Senhor (NVI).

(2Rs 24.15-16) 15Nabucodonosor levou cativos para a Babilônia o rei Joaquim, a rainha-mãe, as esposas e os oficiais do rei e todos os nobres de Jerusalém (NVT). 16O rei da Babilônia também deportou para a Babilônia toda a força de sete mil homens de combate, homens fortes e preparados para a guerra, e mil artífices e artesãos (NVI).

(2Rs 24.14) 14O rei Nabucodonosor deportou gente de toda a cidade de Jerusalém, incluindo todos os comandantes e os melhores soldados, artífices e ferreiros, dez mil pessoas ao todo. Só ficaram na terra os mais pobres (NVT).

(Et 2.6) 6Quando o rei Nabucodonosor, da Babilônia, levou de Jerusalém como prisioneiro o rei Joaquim, de Judá, Mordecai estava entre os prisioneiros que foram levados com Joaquim (NTLH).

(2Cr 36.10) 10Na primavera daquele ano, o rei Nabucodonosor mandou prender o rei Joaquim e levá-lo como prisioneiro para a Babilônia, levando também os objetos mais valiosos que havia no Templo. E Nabucodonosor colocou Zedequias, tio de Joaquim, como rei de Judá e de Jerusalém (NTLH).

(2Rs 24.8) 8bE reinou (Joaquim) três meses em Jerusalém (NAA).

(2Cr 36.9) 9bE (Joaquim) reinou em Jerusalém por três meses e dez dias (NVT).

Profeta Jeremias: Figos Bons e Figos Maus

(Jr 24.1-7) 1O Senhor me mostrou dois cestos de figos postos diante do Templo do Senhor. Isso aconteceu depois que Nabucodonosor, rei da Babilônia, levou para o cativeiro Jeconias, filho de Jeoaquim, rei de Judá, as autoridades de Judá, os artífices e os ferreiros; ele os levou de Jerusalém à Babilônia. 2Um cesto tinha figos muito bons, como os figos do começo da colheita, mas o outro tinha figos ruins, que eram tão ruins que não se podiam comer. 3Então o Senhor me perguntou: “O que você está vendo, Jeremias?” Eu respondi: “Figos! Os figos bons são muito bons e os ruins são muito ruins, tão ruins que não se podem comer”. 4Então a palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 5Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: “Considero como esses figos bons os exilados de Judá, os quais expulsei deste lugar para a terra dos babilônios, a fim de fazer-lhes bem (NVI). 6Eu os guardarei e cuidarei deles e os trarei de volta para cá. Eu os edificarei, e não os derrubarei. Eu os plantarei, e não os arrancarei. 7Darei a eles coração capaz de reconhecer que eu sou o Senhor. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus, pois eles se voltarão para mim de todo o coração” (NVT).

(Jr 24.8-10) 8Mas como se faz com os figos ruins e intragáveis”, diz o Senhor, “assim lidarei com Zedequias, rei de Judá, com os seus líderes e com os sobreviventes de Jerusalém, tanto os que permanecem nesta terra como os que vivem no Egito (NVI). 9Farei deles objeto de horror e símbolo de calamidade para todas as nações na terra. Em todos os lugares por onde eu os espalhar, serão alvo de vergonha e zombaria, insulto e maldição (NVT). 10Enviarei contra eles a guerra, a fome e a peste até que sejam eliminados da terra que dei a eles e aos seus antepassados” (NVI).

Profeta Jeremias: Carta aos Exilados na Babilônia

(Jr 29.1-3) 1Este é o conteúdo da carta que o profeta Jeremias enviou de Jerusalém aos líderes, que ainda restavam entre os exilados, aos sacerdotes, aos profetas e a todo o povo que Nabucodonosor deportara de Jerusalém para a Babilônia. 2Isso aconteceu depois que o rei Joaquim e a rainha-mãe, os oficiais do palácio real, os líderes de Judá e Jerusalém, os artesãos e os artífices foram sido deportados de Jerusalém para a Babilônia (NVI). 3Ele enviou a carta por meio de Elasa, filho de Safã, e de Gemarias, filho de Hilquias, quando eles foram à Babilônia como embaixadores de Zedequias a Nabucodonosor. A carta de Jeremias dizia (NVT):

(Jr 29.4-7) 4Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os exilados, que deportei de Jerusalém para a Babilônia: 5‘Construam casas e habitem nelas; plantem jardins e comam de seus frutos (NVI). 6Casem-se e tenham filhos. Encontrem esposas para seus filhos e maridos para suas filhas, a fim de que vocês tenham muitos netos. Multipliquem-se! Não diminuam! (NVT) 7Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei e orem ao Senhor em favor dela, porque a prosperidade de vocês depende da prosperidade dela’” (NVI).

(Jr 29.8-9) 8Porque assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: “Não se deixem enganar pelos profetas e adivinhos que vivem no meio de vocês. Não deem ouvidos aos sonhadores, que sempre sonham segundo o desejo de vocês (NAA). 9Eles estão profetizando mentiras em meu nome. Eu não os enviei”, declara o Senhor (NVI).

(Jr 29.10-11) 10Assim diz o Senhor: “Quando se completarem os setenta anos da Babilônia, eu cumprirei a minha promessa em favor de vocês, de trazê-los de volta para este lugar (NVI). 11Eu é que sei que pensamentos tenho a respeito de vocês”, diz o Senhor. “São pensamentos de paz e não de mal, para dar-lhes um futuro e uma esperança” (NAA).

(Jr 29.12-14) 12Então vocês me invocarão, se aproximarão de mim em oração, e eu os ouvirei. 13Vocês me buscarão e me acharão quando me buscarem de todo o coração. 14Serei achado por vocês”, diz o Senhor, “e farei com que mude a sorte de vocês. Eu os congregarei de todas as nações e de todos os lugares para onde os dispersei”, diz o Senhor, “e trarei vocês de volta ao lugar de onde os mandei para o exílio” (NAA).

(Jr 29.15-20) 15Vocês podem dizer: “O Senhor levantou profetas para nós na Babilônia” (NVI). 16Mas assim diz o Senhor a respeito do rei que se assenta no trono de Davi e de todo o povo que vive nesta cidade, os irmãos de vocês que não foram com vocês para o exílio. 17Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Eis que enviarei contra eles a espada, a fome e a peste e farei com que sejam como figos ruins, que são tão ruins que não se podem comer. 18Eu os perseguirei com a espada, a fome e a peste. Farei deles um motivo de espanto para todos os reinos da terra e os porei por objeto de maldição, de horror, de vaias e de deboche entre todas as nações para onde os tiver dispersado (NAA). 19Pois não querem me ouvir, embora eu lhes tenha falado repetidamente por meio dos profetas que enviei. E vocês que estão no exílio também não deram ouvidos”, diz o Senhor (NVT). 20“Portanto, escutem a palavra do Senhor, todos vocês exilados, que enviei de Jerusalém para a Babilônia” (NAA).

(Jr 29.21-23) 21“Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel, a respeito de Acabe, filho de Colaías, e a respeito de Zedequias, filho de Maaseias, que estão profetizando mentiras a vocês em meu nome: ‘Eu os entregarei nas mãos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, e ele os matará diante de vocês. 22Em razão disso, os exilados de Judá que estão na Babilônia usarão esta maldição: ‘Que o Senhor o trate como tratou Zedequias e Acabe, os quais o rei da Babilônia queimou vivos’. 23Porque cometeram loucura em Israel: adulteraram com as mulheres de seus amigos e em meu nome falaram mentiras, que eu não ordenei que falassem. Mas eu estou sabendo; sou testemunha disso”, declara o Senhor (NVI).

Profeta Jeremias: A Falsa Profecia de Semaías

(Jr 29.24-28) 24Diga a Semaías, de Neelam (NVI): 25“Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: ‘Você escreveu uma carta em seu próprio nome para o sacerdote Sofonias, filho de Maaseias, e enviou cópias para outros sacerdotes e para o povo em Jerusalém. Você escreveu: 26‘O Senhor o nomeou para substituir Joiada, o sacerdote encarregado do templo do Senhor. É responsabilidade sua prender no tronco e colocar uma corrente de ferro no pescoço de qualquer louco que afirmar ser profeta. 27Por que, então, não fez nada para deter Jeremias, de Anatote, que finge ser profeta entre vocês? 28Jeremias enviou uma carta à Babilônia e previu que nosso exílio seria longo. Disse: ‘Construam casas e estabeleçam-se nelas. Plantem pomares e comam os frutos que eles produzirem’(NVT).

(Jr 29.29-32) 29O sacerdote Sofonias leu esta carta em voz alta para o profeta Jeremias. 30Então veio a palavra do Senhor a Jeremias, dizendo (NAA): 31“Envie esta mensagem a todos os exilados: ‘Assim diz o Senhor sobre Semaías, de Neelam’: Embora eu não o tenha enviado, Semaías profetizou a vocês e fez com que vocês cressem numa mentira (NVI), 32por isso”, assim diz o Senhor: “Castigarei Semaías, de Neelam, e os seus descendentes. Não lhe restará ninguém entre este povo, e ele não verá as coisas boas que vou fazer em favor de meu povo”, declara o Senhor, “porque ele pregou rebelião contra o Senhor” (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.