• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 287

287º Dia – 14 de Outubro

O NOVO TESTAMENTO

REGIÃO DA GALILÉIASermão da Montanha: A Árvore e Seus Frutos

(Mt 7.15-20) 15“Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores (NVI). 16Pelos seus frutos vocês os conhecerão. Por acaso se colhem uvas de espinheiros ou figos de ervas daninhas? (NAA) 17Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins (NVI). 18A árvore boa não pode produzir frutos ruins, e a árvore ruim não pode produzir frutos bons (NVT). 19Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo. 20Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!” (NVI)

(Lc 6.43-45) 43“Uma árvore boa não produz frutos ruins, e uma árvore ruim não produz frutos bons. 44Uma árvore é identificada por seus frutos. Ninguém colhe figos de espinheiros, nem uvas de arbustos espinhosos. 45A pessoa boa tira coisas boas do tesouro de um coração bom, e a pessoa má tira coisas más do tesouro de um coração mau. Pois a boca fala do que o coração está cheio” (NVT).

(Lc 6.39-40) 39Jesus lhes contou também uma parábola: “Será que um cego pode guiar outro cego? Não é fato que ambos cairão num buraco? 40O discípulo não está acima do seu mestre; todo aquele, porém, que for bem-instruído será como o seu mestre” (NAA).

(Mt 7.6) 6Não deem aos cães o que é santo, nem joguem as suas pérolas diante dos porcos, para que estes não as pisem com os pés e aqueles, voltando-se, não estraçalhem vocês” (NAA).

(Mt 7.21-23) 21“Nem todos que me chamam: ‘Senhor! Senhor!’ entrarão no Reino dos Céus, mas apenas aqueles que, de fato, fazem a vontade de meu Pai, que está no céu. 22No dia do juízo, muitos me dirão: ‘Senhor! Senhor! Não profetizamos em teu nome, não expulsamos demônios em teu nome e não realizamos muitos milagres em teu nome?’ (NVT) 23Então lhes direi claramente: ‘Eu nunca conheci vocês. Afastem-se de mim, vocês que praticam o mal’” (NAA).

(Lc 6.46) 46“Por que vocês me chamam ‘Senhor, Senhor’ e não fazem o que eu digo?” (NVI)

Sermão da Montanha: A Casa Sobre a Rocha

(Lc 6.47-48) 47Eu vou mostrar a vocês a quem é semelhante todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as pratica. 48Esse é semelhante a um homem que, ao construir uma casa, cavou, abriu profunda vala e lançou o alicerce sobre a rocha. Quando veio a enchente, as águas bateram contra aquela casa e não a puderam abalar, por ter sido bem-construída” (NAA).

(Mt 7.24-25) 24Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. 25Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e bateram com força contra aquela casa, e ela não desabou, porque tinha sido construída sobre a rocha” (NAA).

(Lc 6.49) 49Mas o que ouve e não pratica é semelhante a um homem que construiu uma casa sobre a terra, sem alicerces, e, quando as águas bateram contra ela, logo desabou; e aconteceu que foi grande a ruína daquela casa” (NAA).

(Mt 7.26-27) 26E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que construiu a sua casa sobre a areia. 27Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e bateram com força contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína” (NAA).

Sermão da Montanha: A Autoridade de Jesus

(Mt 7.28-29) 28Quando Jesus acabou de dizer essas coisas, as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino (NVI), 29pois ele ensinava com verdadeira autoridade, diferentemente dos mestres da Lei (NVT).

(Mt 8.1) 1Quando Jesus desceu a encosta do monte, grandes multidões o seguiram (NVT).

CIDADE DE CAFARNAUMA Fé do Centurião Romano

(Lc 7.1) 1Tendo Jesus concluído todas as suas palavras dirigidas ao povo, entrou em Cafarnaum (NAA).

(Mt 8.5) 5Tendo Jesus entrado em Cafarnaum, um centurião se aproximou dele, implorando (NAA).

(Lc 7.2-3) 2Havia ali um oficial romano que tinha um empregado a quem estimava muito. O empregado estava gravemente doente, quase morto (NTLH). 3Ele ouviu falar de Jesus e enviou-lhe alguns líderes religiosos dos judeus, pedindo-lhe que fosse curar o seu servo (NVI).

(Lc 7.4-5) 4Os líderes suplicaram insistentemente que Jesus socorresse o homem, dizendo: “Ele merece sua ajuda (NVT), 5porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo construiu a nossa sinagoga” (NAA).

(Mt 8.6) 6“Senhor, meu jovem servo está de cama, paralisado e com dores terríveis” (NVT).

(Mt 8.7) 7Jesus disse: “Vou até lá para curá-lo” (NVT).

(Lc 7.6-8) 6Então Jesus foi com eles. Quando Jesus já estava perto da casa, o centurião enviou-lhe alguns amigos, dizendo: “Senhor, não se incomode, porque não sou digno de recebê-lo em minha casa. 7Por isso, não me julguei digno de ir falar pessoalmente com o senhor; porém diga uma palavra, e o meu servo será curado. 8Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, tenho soldados às minhas ordens e digo a este: ‘Vá’, e ele vai; e a outro: ‘Venha’, e ele vem; e ao meu servo: ‘Faça isto’, e ele o faz” (NAA).

(Mt 8.8-9) 8Mas o centurião respondeu: “Senhor, não sou digno de recebê-lo em minha casa. Mas apenas mande com uma palavra, e o meu servo será curado. 9Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, tenho soldados às minhas ordens e digo a este: ‘Vá’, e ele vai; e a outro: ‘Venha’, e ele vem; e ao meu servo: ‘Faça isto’, e ele o faz” (NAA).

(Lc 7.9) 9Ao ouvir estas palavras, Jesus ficou admirado com aquele homem e, voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: “Eu lhes digo que nem mesmo em Israel encontrei fé como esta” (NAA).

(Mt 8.10) 10Ao ouvir isso, Jesus ficou admirado e disse aos que o acompanhavam: “Em verdade lhes digo que nem mesmo em Israel encontrei fé como esta” (NAA).

(Mt 8.11-12) 11“Digo a vocês que muitos virão do Oriente e do Ocidente e tomarão lugar à mesa com Abraão, Isaque e Jacó no Reino dos Céus (NAA). 12Mas as pessoas que deviam estar no Reino serão jogadas fora, na escuridão. Ali vão chorar e ranger os dentes de desespero” (NTLH).

(Mt 8.13) 13Então Jesus disse ao centurião: “Vá! E seja feito conforme você crê”. E, naquela mesma hora, o servo do centurião foi curado (NAA).

(Lc 7.10) 10Então os homens que haviam sido enviados voltaram para casa e encontraram o servo restabelecido (NVI).

CIDADE DE NAIMJesus Ressuscita o Filho da Viúva

(Lc 7.11-12) 11Logo depois, Jesus foi a uma cidade chamada Naim, e com ele iam os seus discípulos e uma grande multidão (NVI). 12Ao aproximar-se do portão da cidade, eis que saía o enterro do filho único de uma viúva; e grande multidão da cidade ia com ela (NAA).

(Lc 7.13-15) 13Quando o Senhor a viu, sentiu profunda compaixão por ela. “Não chore!”, disse ele (NVT). 14Chegando-se, tocou no caixão e os que o estavam carregando pararam. Então Jesus disse: “Jovem, eu ordeno a você: ‘Levante-se!’” (NAA) 15Ele se levantou, sentou-se e começou a conversar, e Jesus o entregou à sua mãe (NVI).

(Lc 7.16-17) 16Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: “Grande profeta se levantou entre nós. Deus visitou o seu povo”. 17Esta notícia a respeito de Jesus se espalhou por toda a Judeia e por toda aquela região (NAA).

REGIÃO DA GALILÉIAJesus Testemunha sobre João Batista

(Mt 11.2-3) 2João Batista, que estava na prisão, soube de todas as coisas que o Cristo estava fazendo. Por isso, enviou seus discípulos para perguntarem a Jesus: 3“O senhor é aquele que haveria de vir, ou devemos esperar algum outro?” (NVT)

(Lc 7.18-19) 18Todas estas coisas foram relatadas a João pelos seus discípulos. E João, chamando dois deles (NAA), 19e os enviou ao Senhor, para lhe perguntar: “O senhor é aquele que haveria de vir, ou devemos esperar algum outro?” (NVT)

(Lc 7.20) 20Os dois discípulos de João encontraram Jesus e lhe disseram: “João Batista nos enviou para lhe perguntar: ‘O senhor é aquele que haveria de vir, ou devemos esperar algum outro?’” (NVT)

(Lc 7.21-23) 21Naquele momento Jesus curou muitos que tinham males, doenças graves e espíritos malignos, e concedeu visão a muitos que eram cegos (NVI). 22Em seguida, disse aos discípulos de João: “Voltem a João e contem a ele o que vocês viram e ouviram: ‘Os cegos veem, os aleijados andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados e as boas-novas são anunciadas aos pobres(NVT). 23E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço’” (NAA).

(Mt 11.4-6) 4Jesus respondeu: “Voltem e anunciem a João o que vocês estão ouvindo e vendo (NVI): 5‘Os cegos veem, os aleijados andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados e as boas-novas são anunciadas aos pobres (NVT). 6E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço’” (NAA).

(Mt 11.7-8) 7Enquanto saíam os discípulos de João, Jesus começou a falar à multidão a respeito de João: “O que vocês foram ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? 8Ou, o que foram ver? Um homem vestido de roupas finas? Ora, os que usam roupas finas estão nos palácios reais” (NVI).

(Lc 7.24-25) 24Quando os mensageiros de João se retiraram, Jesus começou a dizer ao povo a respeito de João: “O que vocês foram ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? 25O que vocês foram ver? Um homem vestido de roupas finas? Os que se vestem bem e vivem no luxo moram nos palácios reais” (NAA).

(Mt 11.9-10) 9“Sim, o que foram ver? Um profeta? Sim, eu lhes digo, e muito mais do que um profeta (NAA). 10João é o homem ao qual as Escrituras se referem quando dizem: ‘Envio meu mensageiro adiante de ti, e ele preparará teu caminho à tua frente!’” (NVT)

(Lc 7.26-27) 26“Sim, o que foram ver? Um profeta? Sim, eu lhes digo, e muito mais do que um profeta. 27Este é aquele de quem está escrito: ‘Eis que envio adiante de você o meu mensageiro, o qual preparará o caminho diante de você’” (NAA)

(Lc 7.28) 28“E eu lhes digo: ‘Entre os nascidos de mulher, ninguém é maior do que João; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele’” (NAA).

(Mt 11.11) 11“Em verdade lhes digo: ‘Entre os nascidos de mulher, não apareceu ninguém maior do que João Batista; mas o menor no Reino dos Céus é maior do que ele’” (NAA).

(Lc 7.29-30) 29“Todo o povo que o ouviu e até os publicanos reconheceram a justiça de Deus, tendo sido batizados com o batismo de João; 30mas os fariseus e os intérpretes da Lei rejeitaram, quanto a si mesmos, o plano de Deus, não tendo sido batizados por ele” (NAA).

(Mt 11.12-15) 12“Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos Céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele (ARA). 13Porque todos os Profetas e a Lei profetizaram até João (NAA). 14E, se vocês querem crer na mensagem deles, João é Elias, que estava para vir (NTLH). 15Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (NAA).

Uma Geração Incrédula

(Lc 7.31-35) 31E Jesus continuou: “A que, pois, compararei as pessoas desta geração? A que são semelhantes? (NAA) 32São como crianças que ficam sentadas na praça e gritam umas às outras: ‘Nós lhes tocamos flauta, mas vocês não dançaram; cantamos um lamento, mas vocês não choraram’. 33Pois veio João Batista, que jejua e não bebe vinho, e vocês dizem: ‘Ele tem demônio’. 34Veio o Filho do Homem, comendo e bebendo, e vocês dizem: ‘Aí está um comilão e beberrão, amigo de publicanos e pecadores’ (NVI). 35Mas aqueles que aceitam a sabedoria de Deus mostram que ela é verdadeira” (NTLH).

(Mt 11.16-19) 16“A que posso comparar esta geração? São como crianças que ficam sentadas nas praças e gritam umas às outras: 17‘Nós lhes tocamos flauta, mas vocês não dançaram; cantamos um lamento, mas vocês não se entristeceram’. 18Pois veio João, que jejua e não bebe vinho, e dizem: ‘Ele tem demônio’ (NVI). 19Veio o Filho do Homem, comendo e bebendo, e as pessoas dizem: ‘Eis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores!’ Mas a sabedoria é justificada por suas obras” (NAA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.