• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 187

187º Dia – 6 de Julho

REINO DE JUDÁ

OUTROS REINOS: Profeta Isaías: O Dia do SenhorJulgamento sobre toda a Terra

(Is 24.1-3) 1Vejam! O Senhor vai arrasar a terra e devastá-la; arruinará sua superfície e espalhará seus habitantes. 2Será o mesmo para o sacerdote e o povo, para o senhor e o servo, para a senhora e a serva, para o vendedor e o comprador, para quem toma emprestado e quem empresta, para o devedor e o credor. 3A terra será completamente arrasada e totalmente saqueada. Quem falou esta palavra foi o Senhor (NVI).

(Is 24.4-6) 4A terra lamenta e seca, sim, o mundo definha e murcha; até mesmo os mais nobres da terra definham (NVT). 5A terra está contaminada por causa dos seus moradores, porque transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna. 6Por isso, a maldição consome a terra, e os que habitam nela se tornam culpados. Por isso, os moradores da terra serão queimados, e poucas pessoas restarão (NAA).

(Is 24.7-12) 7O vinho novo seca, e as videiras murcham; os que festejavam agora gemem. 8O som animado dos tamborins cessou, e já não se ouvem os gritos alegres de celebração; os acordes melodiosos da harpa se calaram. 9Acabaram-se as alegrias do vinho e das canções; a bebida forte tem gosto amargo. 10A cidade se contorce em meio ao caos; todas as casas estão trancadas, para que ninguém entre. 11Nas ruas, multidões clamam por vinho; a alegria se transformou em tristeza, a celebração foi expulsa da terra. 12A cidade foi deixada em ruínas; seus portões foram despedaçados (NVT).

(Is 24.13-16) 13Assim é em toda a terra: sobrou apenas um remanescente, como as azeitonas que sobram quando a árvore é sacudida, como as uvas que restam na videira depois da colheita (NVT). 14Os que ficarem com vida cantarão de alegria; os que moram no Oeste proclamarão a grandeza do Senhor (NTLH). 15Por isso, no Oriente deem glória ao Senhor e, nas terras do mar, glorifiquem o nome do Senhor, o Deus de Israel (NAA). 16Ouvimos cânticos de louvor desde os confins da terra, cânticos que glorificam o Justo! Meu coração, porém, está pesado de angústia; chorem por mim, pois desfaleço. O engano ainda prevalece; há traição por toda parte (NVT).

(Is 24.17-23) 17Terror, armadilhas e laços esperam por vocês, habitantes da terra. 18Os que fogem apavorados cairão numa armadilha; os que escaparem da armadilha serão pegos num laço. Destruição cai dos céus como chuva; os alicerces da terra estremecem. 19A terra se despedaçou; está totalmente destruída e é sacudida com violência. 20A terra cambaleia como um bêbado, estremece como uma tenda na tempestade. Cai e não voltará a se levantar, pois a culpa de sua rebelião é pesada demais. 21Naquele dia, o Senhor castigará os poderes celestiais nos céus e os governantes das nações na terra (NVT). 22Serão ajuntados como presos em masmorra e encerrados num cárcere; e, depois de muitos dias, serão castigados. 23A lua ficará corada de vergonha e o sol se envergonhará quando o Senhor dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém; e diante dos seus anciãos haverá glória (NAA).

(Is 34.1-4) 1Aproximem-se, ó nações, para ouvir, e vocês, povos, escutem! Que a terra e a sua plenitude ouçam; que o mundo e tudo o que ele produz escutem (NAA): 2Pois é grande a ira do Senhor com as nações; está furioso com todos os seus exércitos. Ele as destruirá por completo, ele as condenará à matança. 3Seus mortos não serão sepultados; o fedor de seus cadáveres encherá a terra, e o sangue escorrerá pelos montes (NVT). 4Todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um pergaminho; todo o exército dos céus cairá, como cai a folha da videira e a folha da figueira (NAA).

Profeta Isaías: Deus tragará a morte para sempreA alegria dos Redimidos

(Is 25.1-5) 1Ó Senhor, o Senhor é o meu Deus; eu te exaltarei e louvarei o teu nome, porque tem feito maravilhas e tem executado os teus conselhos antigos, fiéis e verdadeiros (NAA). 2Fez da cidade um monte de entulho, da cidade fortificada uma ruína, da cidadela dos estrangeiros uma cidade inexistente, que jamais será reconstruída. 3Por isso um povo forte te honrará; a cidade das nações cruéis te temerá. 4Tem sido refúgio para os pobres, refúgio para o necessitado em sua aflição, abrigo contra a tempestade e sombra contra o calor quando o sopro dos cruéis é como tempestade contra um muro (NVI), 5como o calor implacável do deserto. O Senhor, porém, cala o rugido das nações estrangeiras; como a sombra de uma nuvem diminui o calor implacável, assim os cânticos de soberba dos cruéis são silenciados (NVT).

(Is 25.6-9) 6Neste monte o Senhor dos Exércitos preparará um farto banquete para todos os povos, um banquete de vinho envelhecido, com carnes suculentas e o melhor vinho (NVI). 7Neste monte ele acabará com o pano que cobre todos os povos e com o véu que está posto sobre todas as nações. 8Tragará a morte para sempre, e, assim, o Senhor Deus enxugará as lágrimas de todos os rostos, e tirará de toda a terra o vexame do seu povo, porque o Senhor falou. 9Naquele dia, se dirá: “Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor , a quem aguardávamos; na sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (NAA).

(Is 35.1-2) 1E os lugares secos se alegrarão naqueles dias. O deserto vibrará de alegria e se cobrirá de flores (BV). 2Haverá muitas flores, cânticos e alegria! Os desertos se tornarão verdes como os montes do Líbano, belos como o monte Carmelo e a planície de Sarom. Ali o Senhor mostrará sua glória, o esplendor de nosso Deus (NVT).

(Is 35.3-4) 3Fortaleçam os de mãos cansadas, apoiem os de joelhos fracos. 4Digam aos de coração temeroso: “Sejam fortes e não temam, pois seu Deus vem para vingar-se de seus inimigos; ele vem para salvá-los” (NVT).

(Is 35.5-7) 5Então se abrirão os olhos dos cegos e se destaparão os ouvidos dos surdos (NVI). 6Os aleijados pularão como o cervo, e os mudos cantarão de alegria. Fontes brotarão no deserto, e rios correrão na região desolada (NVT). 7A areia escaldante se transformará em lagos, e a terra seca, em mananciais de água. Onde os chacais costumavam viver, crescerá a erva com canas e juncos (NAA).

(Is 35.8-10) 8E ali haverá uma estrada, um caminho que será chamado de Caminho Santo. Os impuros não passarão por ele, pois será somente para o povo de Deus. Quem passar por esse caminho, mesmo que seja um tolo, não se perderá (NAA). 9Ao longo desse trajeto, leões não ficarão à espreita, nem qualquer outro animal feroz. Não haverá nenhum perigo; somente os redimidos andarão por ele. 10Os que foram resgatados pelo Senhor voltarão; entrarão cantando em Sião, coroados com alegria sem fim. A tristeza e o lamento desaparecerão, e eles ficarão cheios de alegria e felicidade (NVT).

CIDADE DE JERUSALÉM – A Doença do rei Ezequias

(2Cr 32.25) 25Mas Ezequias tornou-se orgulhoso, e não correspondeu à bondade com que foi tratado; por isso a ira do Senhor veio sobre ele, sobre Judá e sobre Jerusalém (NVI).

(2Rs 20.1) 1Por esse tempo, Ezequias ficou doente e estava para morrer. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e transmitiu-lhe a seguinte mensagem: “Assim diz o Senhor: ‘Ponha suas coisas em ordem, pois você vai morrer. Não se recuperará dessa doença’(NVT).

(Is 38.1-3) 1Naqueles dias Ezequias ficou doente, à beira da morte. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e lhe disse: “Assim diz o Senhor: ‘Ponha a casa em ordem, porque você vai morrer; você não se recuperará’” (NVI).

(2Cr 32.24) 24Por esse tempo, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal. Então orou ao Senhor, que lhe falou e lhe deu um sinal (NAA).

(2Rs 20.2-3) 2Quando Ezequias ouviu isso, virou o rosto para a parede e orou ao Senhor (NVT): 3“Ó Senhor , lembra-te de que andei diante de ti com fidelidade, com coração íntegro, e fiz o que era reto aos teus olhos”. E Ezequias chorou amargamente (NAA).

(Is 38.2-3) 2Então Ezequias virou o rosto para a parede e orou ao Senhor (NAA). 3“Ó Senhor, lembra-te de como sempre te servi com fidelidade e devoção, e de como sempre fiz o que é certo aos teus olhos”. Depois, o rei chorou amargamente (NVT).

(2Rs 20.4-6) 4Antes que Isaías tivesse saído do pátio central, a palavra do Senhor veio a ele, dizendo: 5“Volte e diga a Ezequias, príncipe do meu povo: ‘Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, seu pai’: ‘Ouvi a sua oração e vi as suas lágrimas. Eis que eu vou curá-lo e, ao terceiro dia, você subirá à Casa do Senhor. 6Acrescentarei quinze anos à sua vida e livrarei das mãos do rei da Assíria tanto você quanto esta cidade. Defenderei esta cidade por amor de mim e por amor a Davi, meu servo’” (NAA).

(Is 38.4-6) 4Então a palavra do Senhor veio a Isaías (NVI): 5“Vá e diga a Ezequias: ‘Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, seu pai’: ‘Ouvi a sua oração e vi as suas lágrimas. Acrescentarei quinze anos à sua vida (NAA). 6E eu livrarei você e esta cidade das mãos do rei da Assíria. Eu defenderei esta cidade’” (NVI).

(2Rs 20.7) 7Isaías disse mais: “Peguem uma pasta de figos”. Eles a pegaram e a puseram sobre a úlcera. E Ezequias recuperou a saúde (NAA).

(2Rs 20.8-10) 8Ezequias perguntou a Isaías: “Qual será o sinal de que o Senhor me curará e de que, ao terceiro dia, subirei à Casa do Senhor?” (NAA) 9Isaías respondeu: “Este é o sinal do Senhor de que cumprirá o que prometeu. Você prefere que a sombra do relógio de sol avance dez graus ou recue dez graus?” (NVT)  10Ezequias respondeu: “É fácil a sombra adiantar dez graus. Mas que não seja assim; pelo contrário, que ela retroceda dez graus” (NAA).

(Is 38.7-8) 7“Este é o sinal que você receberá do Senhor para indicar que ele cumprirá o que prometeu (NAA): 8Farei a sombra do sol recuar dez graus no relógio de sol de Acaz”. Então a sombra no relógio de sol de Acaz recuou dez graus (NVT).

(Is 38.22) 22Ezequias tinha perguntado: “Que sinal o Senhor dará como prova de que irei ao Templo do Senhor?” (NVT)

(2Rs 20.11) 11O profeta Isaías orou ao Senhor, e ele fez a sombra recuar dez graus no relógio de sol de Acaz (NVT).

(Is 38.21) 21Isaías tinha dito aos servos de Ezequias: “Preparem uma pasta de figos e coloquem-na sobre a ferida, e Ezequias se recuperará” (NVT).

(Is 38.9-14) 9Depois de recuperar-se dessa doença, Ezequias, rei de Judá, escreveu o seguinte (NVI): 10“Eu disse: ‘Em pleno vigor de meus dias, hei de passar pelas portas do além; fui privado do resto dos meus anos’ (NAA). 11Eu disse: ‘Nunca mais verei o Senhor Deus na terra dos vivos. Nunca mais verei pessoa alguma, nem estarei com os que vivem neste mundo (NVT). 12A minha casa foi derrubada e tirada de mim, como se fosse uma tenda de pastor. A minha vida foi enovelada, como faz o tecelão, e ele me cortou como um pedaço de tecido; dia e noite foste acabando comigo (NVI). 13Esperei a noite inteira com paciência, mas era como se leões me despedaçassem; de repente, minha vida se acabou. 14Delirante, chilreava como a andorinha ou como o grou, depois gemia como a pomba. Meus olhos se cansaram de olhar para o céu à espera de socorro. Estou aflito, Senhor; responde-me!’” (NVT).

(Is 38.15-20) 15Mas, que posso dizer? Ele falou comigo, e ele mesmo fez isso. Andarei humildemente toda a minha vida, por causa dessa aflição da minha alma (NVI). 16Senhor, tua disciplina é boa, pois conduz à vida e à saúde. O Senhor restaurou minha saúde e permitiu que eu viva! (NVT) 17Eis que foi para a minha paz que eu tive grande amargura; o Senhor, porém, amou a minha alma e a livrou da cova da corrupção, porque lançou para trás de ti todos os meus pecados. 18A sepultura não pode te louvar, nem a morte glorificar-te; os que descem à cova não esperam em tua fidelidade. 19Os vivos, somente os vivos, esses te louvam, como hoje estou fazendo. Os pais darão a conhecer aos filhos a tua fidelidade. 20O Senhor veio salvar-me. Por isso, tangendo os instrumentos de cordas, nós o louvaremos todos os dias de nossa vida, na Casa do Senhor” (NAA).

(2Cr 32.26) 26Então Ezequias humilhou-se reconhecendo o seu orgulho, como também o povo de Jerusalém; por isso a ira do Senhor não veio sobre eles durante o reinado de Ezequias (NVI).

Profeta de Isaías: Deus ordena a Isaías a andar como Prisioneiro de Guerra

(Is 20.1-2) 1No ano em que Tartã, enviado por Sargão, rei da Assíria, veio a Asdode, atacou a cidade e a conquistou (NAA), 2nessa mesma ocasião o Senhor falou por meio de Isaías, filho de Amoz, e disse: “Tire o pano de saco do corpo e as sandálias dos pés”. Ele obedeceu, e passou a andar nu e descalço (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.