• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 196

196º Dia – 15 de Julho

REINO DE JUDÁ

CIDADE DE JERUSALÉMProfeta Miqueias: Ameaças contra Sacerdotes e Profetas

(Mq 3.9-12) 9Ouçam isto, vocês que são chefes da descendência de Jacó, governantes da nação de Israel, que detestam a justiça e pervertem tudo o que é justo; 10que constroem Sião com derramamento de sangue, e Jerusalém com impiedade. 11Seus líderes julgam a troco de suborno, seus sacerdotes ensinam por lucro, e seus profetas adivinham em troca de prata. E ainda se apoiam no Senhor, dizendo: “O Senhor está no meio de nós. Nenhuma desgraça vai nos acontecer”. 12Por isso, por causa de vocês, Sião será arada como um campo, Jerusalém se tornará um monte de entulho, e a colina do templo, um matagal (NVI).

Profeta Miqueias: O Senhor livrará Sião (Mensagem aos exilados na Babilônia)

(Mq 4.6-8) 6“Naquele dia”, declara o Senhor, “ajuntarei os que tropeçam e reunirei os dispersos, aqueles a quem afligi. 7Farei dos que tropeçam um remanescente, e dos dispersos, uma nação forte. O Senhor reinará sobre eles no monte Sião, daquele dia em diante e para sempre (NVI). 8A você, ó torre do rebanho, monte da filha de Sião, a você virá, sim, virá o primeiro domínio, o reino da filha de Jerusalém” (NAA).

(Mq 4.9-13) 9Agora, por que você está gritando tão alto? Será porque você não tem rei? Morreram os seus conselheiros? Apoderou-se de você a dor como da mulher que está dando à luz? (NAA) 10Ó habitantes da bela Sião, contorçam-se e gemam, como a mulher em trabalho de parto, pois terão de deixar a cidade para morar nos campos. Vocês serão enviados ao exílio na distante Babilônia. Ali, porém, o Senhor os libertará; ele os livrará das garras de seus inimigos (NVT). 11Agora muitas nações se reuniram contra você, dizendo: “Que Jerusalém seja profanada! Que os nossos olhos se deliciem com a ruína de Sião!” 12Mas essas nações não conhecem os pensamentos do Senhor, nem entendem o seu plano: ele as ajuntou como feixes a serem batidos na eira. 13“Levante-se e comece a debulhar, ó filha de Sião, porque eu lhe darei chifres de ferro e cascos de bronze”. Você esmagará muitos povos, e as riquezas que eles adquiriram serão dedicadas ao Senhor, e os bens que eles conquistaram pela força serão consagrados ao Senhor de toda a terra (NAA).

Profeta Miqueias: O Rei nascerá em Belém (Alusão ao 1º Advento do Messias)

(Mq 5.1-3) 1Agora ajunte-se em tropas, ó filha de tropas, porque fomos sitiados, e ferirão com uma vara a face do Juiz de Israel. 2E você, Belém-Efrata, que é pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de você me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. 3Portanto, o Senhor os entregará até o tempo em que a que está em dores tiver dado à luz; então o restante de seus irmãos voltará aos filhos de Israel (NAA).

(Mq 5.4-6) 4Ele se estabelecerá e os pastoreará na força do Senhor, na majestade do nome do Senhor, o seu Deus. E eles viverão em segurança, pois a grandeza dele alcançará os confins da terra (NVI). 5E ele será a nossa paz. Quando a Assíria vier à nossa terra e quando entrar em nossas fortalezas, levantaremos contra ela sete pastores e oito chefes do povo. 6Estes dominarão a terra da Assíria com a espada, e a terra de Ninrode, dentro de suas próprias portas. Assim, nos livrará da Assíria, quando esta vier à nossa terra e invadir as nossas fronteiras (NAA).

Profeta Miqueias: Um Remanescente deverá ser entregue (Exílio Babilônico)

(Mq 5.7-9) 7O remanescente de Jacó estará no meio de muitos povos como orvalho do Senhor, como chuvisco sobre a relva, que não espera pelo homem, nem depende dos filhos de homens. 8O remanescente de Jacó estará entre as nações, no meio de muitos povos, como um leão entre os animais da floresta, como um leãozinho entre os rebanhos de ovelhas, o qual, se passar, ataca e despedaça a presa, sem que ninguém a possa livrar. 9A sua mão se exaltará sobre os seus adversários, e todos os seus inimigos serão eliminados (NAA).

(Mq 5.10-15) 10“Naquele dia”, diz o Senhor, “eliminarei do meio de vocês os cavalos e destruirei os carros de guerra (NAA). 11Destruirei também as cidades da sua terra e arrasarei todas as suas fortalezas. 12Acabarei com a sua feitiçaria, e vocês não farão mais adivinhações (NVI). 13Destruirei seus ídolos e suas colunas sagradas, para que vocês nunca mais adorem as obras de suas mãos (NVT). 14Eliminarei do meio de vocês os postes da deusa Aserá e destruirei as cidades de vocês (NAA). 15Com terrível ira, derramarei minha vingança sobre todas as nações que não me obedeceram” (NVT).

Profeta Miqueias: A Acusação do Senhor

(Mq 6.1-2) 1Escutem agora o que diz o Senhor: “Levante-se, defenda a sua causa diante dos montes, e que as colinas ouçam a sua voz” (NAA). 2Ouçam, ó montes, a acusação do Senhor; escutem, alicerces eternos da terra. Pois o Senhor tem uma acusação contra o seu povo; ele está entrando em juízo contra Israel (NVI).

(Mq 6.3-5) 3“Ó meu povo, o que fiz para se cansarem de mim? Respondam-me! 4Eu os tirei do Egito e os resgatei da escravidão; enviei Moisés, Arão e Miriã para guiá-los (NVT). 5Meu povo, lembre-se do que Balaque, rei de Moabe, havia planejado e do que Balaão, filho de Beor, lhe respondeu. Lembre-se também do que aconteceu desde Sitim até Gilgal, para que você conheça os atos de justiça do Senhor” (NAA).

Profeta Miqueias: O que é que o Senhor espera?

(Mq 6.6-8) 6Com que me apresentarei ao Senhor e me inclinarei diante do Deus excelso? Virei diante dele com holocaustos, com bezerros de um ano? (NAA) 7Ficaria o Senhor satisfeito com milhares de carneiros, com dez mil ribeiros de azeite? Devo oferecer o meu filho mais velho por causa da minha transgressão, o fruto do meu corpo por causa do meu próprio pecado? (NVI) 8Ó povo, o Senhor já lhe declarou o que é bom e o que ele requer de você: que pratique a justiça, ame a misericórdia e ande humildemente com seu Deus (NVT).

Profeta Miqueias: A Destruição do Ímpio

(Mq 6.9-13) 9A voz do Senhor se dirige à cidade, e é verdadeira sabedoria temer o seu nome. “Escutem, ó tribo e todos os moradores! (NAA) 10Não há, na casa do ímpio, o tesouro da impiedade, e a medida falsificada, que é maldita? (NVI) 11Poderei eu inocentar balanças desonestas e uma bolsa com pesos adulterados? 12Porque os ricos da cidade estão cheios de violência; os seus habitantes falam mentiras e a língua deles é enganosa. 13Assim, também eu passarei a feri-los e os destruirei por causa dos seus pecados” (NAA).

(Mq 6.14-16) 14“Vocês comerão, mas não ficarão satisfeitos; a fome continuará nas suas entranhas. Tentarão pôr os seus bens a salvo, mas não conseguirão preservá-los; e aquilo que preservarem, eu entregarei à espada. 15Vocês irão semear, mas não colherão nada; vocês esmagarão as azeitonas, mas não se ungirão com o azeite; pisarão as uvas, mas não beberão o vinho. 16Vocês observaram os estatutos de Onri e todas as obras da casa de Acabe e andaram nos conselhos deles. Por isso, farei de Jerusalém um lugar desolado, e dos seus moradores um objeto de vaias. E vocês terão de suportar a zombaria dos povos” (NAA).

Profeta Miqueias: Espere no Deus da Salvação

(Mq 7.1-2) 1Pobre de mim! Sinto-me como quem apanha frutas depois da colheita e nada encontra para comer. Não há um cacho de uvas sequer, nem um único figo novo para saciar minha fome (NVT). 2Desapareceram da terra os piedosos, e não há entre todos um só que seja reto. Todos ficam à espreita para derramar sangue; cada um caça o seu irmão com rede (NAA).

(Mq 7.3-4) 3Com as mãos prontas para fazer o mal, o governante exige presentes, o juiz aceita suborno, os poderosos impõem o que querem; todos tramam em conjunto. 4O melhor deles é como espinheiro, e o mais correto é pior que uma cerca de espinhos. Chegou o dia anunciado pelas suas sentinelas, o dia do castigo de Deus. Agora reinará a confusão entre eles (NVI).

(Mq 7.5-7) 5Não confiem nos vizinhos; nem acreditem nos amigos. Até com aquela que o abraça tenha cada um cuidado com o que diz (NVI). 6Porque o filho despreza o pai, a filha se levanta contra a mãe, a nora, contra a sogra; os inimigos de uma pessoa são os da sua própria casa. 7Eu, porém, olharei para o Senhor e esperarei no Deus da minha salvação; o meu Deus me ouvirá (NAA).

(Mq 7.8-10) 8Não se alegre a minha inimiga com a minha desgraça. Embora eu tenha caído, eu me levantarei. Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz. 9Por eu ter pecado contra o Senhor, suportarei a sua ira, até que ele apresente a minha defesa e estabeleça o meu direito. Ele me fará sair para a luz; contemplarei a sua justiça (NVI). 10A minha inimiga verá isso; ficará coberta de vergonha aquela que me disse: “Onde está o Senhor, seu Deus?” Os meus olhos a contemplarão; agora ela será pisada como a lama das ruas (NAA).

(Mq 7.11-13) 11O dia da reconstrução dos seus muros chegará, o dia em que se ampliarão as suas fronteiras virá (NVI). 12Nesse dia, virão a você desde a Assíria até o Egito, e do Egito até o Eufrates, e do mar até o mar, e da montanha até a montanha. 13Mas a terra se tornará em desolação, por causa dos seus moradores, por causa do fruto das suas ações (NAA).

(Mq 7.14-17) 14Pastoreia o teu povo com o teu cajado, o rebanho da tua herança, que vive à parte numa floresta, em férteis pastagens. Deixa-os pastar em Basã e em Gileade, como antigamente. 15“Como nos dias em que você saiu do Egito, ali mostrarei as minhas maravilhas”. 16As nações verão isso e se envergonharão, despojadas de todo o seu poder. Porão a mão na boca, e taparão os ouvidos. 17Lamberão o pó como a serpente, como animais que se arrastam no chão. Sairão tremendo das suas fortalezas; com temor se voltarão para o Senhor, o nosso Deus, e terão medo de ti (NVI).

Profeta Miqueias: Eterno Amor e Compaixão de Deus

(Mq 7.18-20) 18Quem é semelhante a ti, ó Deus, que perdoa a iniquidade e se esquece da transgressão do remanescente da tua herança? O Senhor não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. 19Ele voltará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar. 20Mostrará a Jacó a fidelidade e a Abraão, a misericórdia, as quais jurou aos nossos pais, desde os dias antigos (NAA).

A Morte do rei Ezequias

(2Rs 20.21) 21Ezequias morreu, e Manassés, seu filho, reinou em seu lugar (NAA).

(2Rs 18.2) 2bEle governou vinte e nove anos em Jerusalém (NTLH).

(2Cr 32.33) 33Quando Ezequias morreu e se reuniu a seus antepassados, foi sepultado na parte superior do cemitério dos reis, e todo o Judá e os habitantes de Jerusalém o honraram por ocasião de sua morte. Seu filho Manassés foi seu sucessor (NVT).

(2Cr 29.1) 1bE reinou vinte e nove anos em Jerusalém (NAA).

(2Rs 20.20) 20Os demais acontecimentos do reinado de Ezequias, incluindo a extensão de seu poder e como construiu uma represa e cavou um túnel para abastecer a cidade com água, estão registrados no Livro da História dos Reis de Judá (NVT).

(2Cr 32.32) 32Os demais acontecimentos do reinado de Ezequias e os seus atos piedosos, estão escritos na visão do profeta Isaías, filho de Amoz, no livro dos reis de Judá e de Israel (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.