• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 213

213º Dia – 1º de Agosto

REINO DE JUDÁ

CIDADE DE JERUSALÉMRei Josias prossegue com as Reformas Religiosas em todo o Reino

(2Cr 34.4-5) 4(Josias) Deu ordens para que fossem destruídos os altares de Baal e despedaçados os altares de incenso que ficavam acima deles. Também ordenou que os postes de Aserá, os ídolos esculpidos e as imagens de metal fossem despedaçados e espalhados sobre os túmulos daqueles que lhes haviam oferecido sacrifícios. 5Queimou os ossos dos sacerdotes idólatras sobre seus próprios altares e, com isso, purificou Judá e Jerusalém (NVT).

(2Cr 34.6-7) 6Fez a mesma coisa nas cidades de Manassés, Efraim e Simeão, e até na distante Naftali, bem como nas ruínas ao seu redor. 7Destruiu os santuários idólatras e os postes de Aserá, reduziu os ídolos a pó e despedaçou todos os altares de incenso em toda a terra de Israel. Por fim, voltou a Jerusalém (NVT).

O rei Josias restaura o Templo

(2Cr 34.8) 8No décimo oitavo ano do seu reinado, havendo já purificado a terra e o Templo, Josias ordenou que Safã, filho de Azalias, Maaseias, governador da cidade, e Joá, filho de Joacaz, cronista, reparassem a Casa do Senhor, seu Deus (NAA).

(2Rs 22.3-7) 3No décimo oitavo ano do seu reinado, o rei Josias enviou o secretário Safã, filho de Azalias e neto de Mesulão, ao Templo do Senhor, dizendo (NVI): 4“Vá ao sumo sacerdote Hilquias e peça-lhe que pese a prata que os guardas das portas recolheram do povo no Templo do Senhor (NVT). 5Eles deverão entregar a prata aos homens nomeados para supervisionar a reforma do Templo, para poderem pagar os trabalhadores que fazem os reparos no Templo do Senhor: 6os carpinteiros, os construtores e os pedreiros. Além disso comprarão madeira e pedras lavradas para os reparos no Templo (NVI). 7Contudo, não exija que os supervisores prestem contas do valor que receberam, pois são homens de confiança” (NVT).

(2Cr 34.9-13) 9Eles entregaram ao sumo sacerdote Hilquias a prata recolhida pelos levitas que guardavam as portas do Templo de Deus. As ofertas foram trazidas pelo povo de Manassés, de Efraim e de todo o remanescente de Israel, bem como de Judá e de Benjamim, e pelos habitantes de Jerusalém. 10Hilquias e os outros líderes entregaram a prata aos homens encarregados de supervisionar a reforma do Templo do Senhor. Eles pagaram os trabalhadores que faziam os reparos e a restauração do Templo. 11Também contrataram carpinteiros e construtores que compraram pedras cortadas para as paredes e madeira para os suportes e as vigas. Restauraram aquilo que reis anteriores de Judá haviam deixado ficar em ruínas (NVT). 12Esses homens fizeram o trabalho com fidelidade. Eram dirigidos por Jaate e Obadias, levitas descendentes de Merari, e Zacarias e Mesulão, descendentes de Coate. Todos os levitas que sabiam tocar instrumentos musicais 13estavam encarregados dos operários e supervisionavam todos os trabalhadores em todas as funções. Outros levitas eram secretários, oficiais e porteiros (NVI).

O Sumo Sacerdote Hilquias encontra o Livro da Lei

(2Cr 34.14-15) 14Enquanto recolhiam a prata que tinha sido levada para o Templo do Senhor, o sacerdote Hilquias encontrou o Livro da Lei do Senhor que havia sido dada por meio de Moisés. 15Hilquias disse ao secretário Safã: “Encontrei o Livro da Lei no Templo do Senhor”. E o entregou a Safã (NVI).

(2Rs 22.8) 8O sumo sacerdote Hilquias disse a Safã, secretário da corte: “Encontrei o Livro da Lei no Templo do Senhor!” E Hilquias entregou o Livro a Safã, que o leu (NVT).

(2Rs 22.9) 9O secretário Safã voltou ao rei e lhe informou: “Teus servos entregaram a prata que havia no Templo do Senhor e a confiaram aos trabalhadores e supervisores no templo” (NVI).

(2Cr 34.16-17) 16Safã levou o Livro ao rei e relatou: “Seus oficiais estão fazendo tudo que lhes foi ordenado. 17A prata recolhida no Templo do Senhor foi entregue aos supervisores e trabalhadores” (NVT).

(2Rs 22.10) 10E o secretário Safã acrescentou: “O sacerdote Hilquias entregou-me um Livro”. E Safã o leu para o rei (NVI).

(2Cr 34.18) 18E o escrivão Safã acrescentou: “O sacerdote Hilquias me entregou um Livro”. E Safã leu o Livro em voz alta diante do rei (NAA).

A Indignação do rei Josias perante o Livro da Lei

(2Rs 22.11-13) 11Assim que o rei ouviu as palavras do Livro da Lei, rasgou suas vestes (NVI). 12Em seguida, deu estas ordens ao sacerdote Hilquias, a Aicam, filho de Safã, a Acbor, filho de Micaías, a Safã, o secretário da corte, e a Asaías, conselheiro pessoal do rei (NVT): 13“Vão consultar o Senhor por mim, pelo povo e por todo o Judá, a respeito das palavras deste Livro que foi encontrado. Porque é grande o furor do Senhor, que se acendeu contra nós, porque os nossos pais não deram ouvidos às palavras deste Livro, para fazerem segundo tudo o que está escrito a nosso respeito” (NAA).

(2Cr 34.19-21) 19Quando o rei Josias ouviu as palavras da Lei, rasgou as suas roupas (NAA), 20e deu estas ordens a Hilquias, a Aicam, filho de Safã, a Abdom, filho de Mica, ao secretário Safã e ao auxiliar real Asaías: 21“Vão consultar o Senhor por mim e pelo remanescente de Israel e de Judá acerca do que está escrito neste Livro que foi encontrado. A ira do Senhor contra nós deve ser grande, pois os nossos antepassados não obedeceram à palavra do Senhor e não agiram de acordo com tudo o que está escrito neste Livro” (NVI).

As Palavras da Profetisa Hulda

(2Cr 34.22) 22Então Hilquias e os homens que o rei tinha enviado foram falar com uma profetisa chamada Hulda, que morava no bairro novo de Jerusalém. O marido dela, que se chamava Salum, filho de Ticva e neto de Harás, era o encarregado da rouparia do Templo. Eles contaram a Hulda o que havia acontecido (NTLH).

(2Rs 22.14-17) 14O sacerdote Hilquias, Aicam, Acbor, Safã e Asaías foram falar com a profetisa Hulda, mulher de Salum, filho de Ticvá e neto de Harás, responsável pelo guarda-roupa do Templo. Ela morava no bairro novo de Jerusalém. 15Ela lhes disse: “Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Digam ao homem que os enviou a mim (NVI): 16que assim diz o Senhor’: ‘Trarei desgraça sobre esta cidade e sobre seus habitantes. Todas as palavras escritas no Livro que o rei de Judá leu se cumprirão (NVT). 17Por terem me abandonado e queimado incenso a outros deuses, para me provocarem à ira com todas as obras das suas mãos, o meu furor se acendeu contra este lugar e não se apagará’(NAA).

(2Cr 34.23-25) 23Ela lhes disse: “O Senhor, o Deus de Israel, falou! Voltem e digam ao homem que os enviou (NVT). 24‘Assim diz o Senhor’: ‘Eis que trarei desgraça sobre este lugar e sobre os seus moradores, a saber, todas as maldições escritas no Livro que leram diante do rei de Judá (NAA). 25Porque me abandonaram e queimaram incenso a outros deuses, provocando-me a ira por meio de todos os ídolos que as mãos deles têm feito, minha ira arderá contra este lugar e não será apagada’(NVI).

O Reinado de Josias será poupado da Destruição iminente do Reino de Judá

(2Rs 22.18-20) 18“Mas ao rei de Judá, que os enviou para consultar o Senhor, digam o seguinte: ‘Assim diz o Senhor, o Deus de Israel, a respeito das palavras que você ouviu’: 19‘Visto que o seu coração se enterneceu e você se humilhou diante do Senhor, quando ouviu as ameaças que fiz contra este lugar e contra os seus moradores; que seriam objeto de horror e de maldição; rasgou as suas roupas e chorou diante de mim, também eu ouvi a sua oração’, diz o Senhor. 20‘Por isso, deixarei que você morra e seja sepultado em paz, e os seus olhos não verão todo o mal que trarei sobre este lugar’”. Então eles levaram esta resposta ao rei (NAA).

(2Cr 34.26-28) 26“Mas vão ao rei de Judá que os enviou para consultarem o Senhor e digam-lhe que assim diz o Senhor, o Deus de Israel, a respeito da mensagem que acabaram de ouvir (NVT): 27‘Já que o seu coração se abriu e você se humilhou diante de Deus quando ouviu o que ele falou contra este lugar e contra os seus habitantes, e você se humilhou diante de mim, rasgou as suas vestes e chorou na minha presença, eu o ouvi’, declara o Senhor (NVI). 28‘Portanto, só enviarei a calamidade anunciada depois que você tiver se reunido a seus antepassados e tiver sido sepultado em paz. Você não verá a desgraça que trarei sobre esta cidade e sobre seus habitantes’”. Então eles levaram a mensagem ao rei (NVT).

A Leitura da Lei diante do Povo e a Aliança com Deus

(2Rs 23.1-3) 1Então o rei convocou todas as autoridades de Judá e de Jerusalém. 2Depois o rei subiu ao Templo do Senhor acompanhado por todos os homens de Judá, todo o povo de Jerusalém, os sacerdotes e os profetas; todo o povo, dos mais simples aos mais importantes. Para todos o rei leu em voz alta todas as palavras do Livro da Aliança, que havia sido encontrado no Templo do Senhor. 3O rei colocou-se junto à coluna real e, na presença do Senhor, fez uma aliança, comprometendo-se a seguir o Senhor e obedecer de todo o coração e de toda a alma aos seus mandamentos, seus preceitos e seus decretos, confirmando assim as palavras da aliança escritas naquele Livro. Então todo o povo se comprometeu com a aliança (NVI).

(2Cr 34.29-31) 29Josias mandou chamar todas as autoridades de Judá e de Jerusalém (NVT). 30O rei subiu à Casa do Senhor, e com ele foram todos os homens de Judá, os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os levitas e todo o povo, desde o maior até o menor. E o rei leu diante deles todas as palavras do Livro da Aliança que havia sido encontrado na Casa do Senhor (NAA). 31O rei tomou seu lugar de honra junto à coluna e renovou a aliança na presença do Senhor. Comprometeu-se a obedecer ao Senhor e a cumprir seus mandamentos, preceitos e decretos de todo o coração e de toda a alma. Prometeu cumprir todos os termos da aliança escritos no Livro (NVT).

(2Cr 34.32) 32Todos os que se encontravam em Jerusalém e em Benjamim concordaram com esta aliança; e os moradores de Jerusalém fizeram segundo a aliança de Deus, o Deus dos seus pais (NAA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.