• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 214

214º Dia – 2 de Agosto

REINO DE JUDÁ

CIDADE DE JERUSALÉMAs Reformas do rei Josias sobre toda a Nação

(2Rs 23.4) 4Então o rei ordenou ao sumo sacerdote Hilquias, aos sacerdotes da segunda ordem e aos guardas da porta que tirassem do Templo do Senhor todos os utensílios que tinham sido feitos para Baal, para o poste da deusa Aserá e para todo o exército dos céus. Ele os queimou fora de Jerusalém, nos campos do Cedrom, e levou as cinzas para Betel (NAA).

(2Rs 23.5-6) 5Eliminou os sacerdotes idólatras nomeados por reis anteriores de Judá, pois haviam oferecido sacrifícios nos santuários idólatras em todo o território de Judá e nos arredores de Jerusalém. Também haviam oferecido sacrifícios a Baal, ao sol, à lua, às constelações e a todos os astros dos céus. 6Removeu do Templo do Senhor o poste de Aserá e o levou para fora de Jerusalém, para o vale de Cedrom, onde o queimou. Depois, moeu as cinzas do poste e lançou o pó sobre os túmulos do povo (NVT).

(2Rs 23.7) 7Também demoliu os alojamentos dos prostitutos e das prostitutas cultuais dentro do Templo do Senhor, onde as mulheres teciam enfeites para o poste de Aserá (NVT).

(2Rs 23.8-9) 8Josias trouxe todos os sacerdotes das cidades de Judá e, desde Geba até Berseba, profanou os altares onde os sacerdotes haviam queimado incenso. Derrubou os altares idólatras junto às portas, inclusive o altar da entrada da porta de Josué, o governador da cidade, que fica à esquerda da porta da cidade (NVI). 9Os sacerdotes que haviam servido nos santuários idólatras não tinham permissão de servir no altar do Senhor, em Jerusalém, mas podiam comer dos pães sem fermento junto com os outros sacerdotes (NVT).

(2Rs 23.10-11) 10O rei profanou o altar de Tofete, no vale de Ben-Hinom, a fim de que ninguém mais pudesse usá-lo para sacrificar no fogo um filho ou uma filha como oferta a Moloque. 11Removeu da entrada do Templo do Senhor as estátuas de cavalos que os reis anteriores de Judá haviam dedicado ao sol. Ficavam perto do alojamento do eunuco Natã-Meleque, oficial do Templo. O rei também queimou os carros de guerra consagrados ao sol (NVT).

(2Rs 23.12-13) 12Derrubou os altares que os reis de Judá haviam construído no terraço do palácio, sobre a sala de Acaz. Destruiu os altares que Manassés havia construído nos dois pátios do Templo do Senhor. Despedaçou-os e espalhou o entulho no vale de Cedrom (NVT). 13O rei profanou também os lugares altos que estavam a leste de Jerusalém, ao sul do monte da Destruição, os quais Salomão, rei de Israel, havia construído para Astarote, abominação dos sidônios, para Quemos, abominação dos moabitas, e para Milcom, abominação dos filhos de Amom (NAA).

(2Rs 23.14) 14Semelhantemente, fez em pedaços as colunas, cortou os postes da deusa Aserá e encheu de ossos humanos o lugar onde haviam estado (NAA).

O Altar em Betel é profanado conforme Profecia da época de Jeroboão, filho de Nebate

(2Rs 23.16-18) 16Quando Josias olhou ao seu redor, viu as sepulturas que estavam ali no monte; mandou tirar delas os ossos e os queimou sobre o altar. E assim ele profanou o altar, segundo a palavra do Senhor proclamada pelo homem de Deus que havia predito estas coisas. 17Então o rei perguntou: “Que monumento é este que estou vendo?” Os homens da cidade responderam: “É a sepultura do homem de Deus que veio de Judá e proclamou estas coisas que o senhor acaba de fazer contra o altar de Betel” (NAA). 18Então ele disse: “Deixem-no em paz. Ninguém toque nos seus ossos”. Assim pouparam seus ossos bem como os do profeta que tinha vindo de Samaria (NVI).

(2Rs 23.15) 15Josias também derrubou o altar que estava em Betel e o lugar alto que Jeroboão, filho de Nebate, havia construído para levar Israel a pecar. Destruiu o lugar alto, reduziu a pó o seu altar e queimou o poste da deusa Aserá (NAA).

(2Rs 23.24) 24Além disso, Josias eliminou os médiuns, os espíritas, os ídolos da família, os ídolos e todas as outras coisas repugnantes que havia em Judá e em Jerusalém. Ele fez isto para cumprir as exigências da Lei escritas no Livro que o sacerdote Hilquias havia descoberto no Templo do Senhor (NVI).

(2Rs 23.19-20) 19Josias também tirou todos os santuários dos lugares altos que havia nas cidades de Samaria e que os reis de Israel tinham feito para provocarem o Senhor à ira; e fez com esses santuários o mesmo que havia feito em Betel (NAA). 20Josias também mandou sacrificar todos os sacerdotes daqueles altares idólatras e queimou ossos humanos sobre os altares. Depois voltou a Jerusalém (NVI).

(2Cr 34.33) 33Josias tirou todas as abominações de todas as terras que eram dos filhos de Israel e obrigou todos os que estavam em Israel a servir o Senhor , seu Deus. Enquanto Josias viveu, não deixaram de seguir o Senhor, Deus de seus pais (NAA).

O rei Josias restaura a Celebração da Páscoa

(2Rs 23.21) 21O rei deu ordem a todo o povo, dizendo: “Celebrem a Páscoa ao Senhor, o Deus de vocês, como está escrito neste Livro da Aliança” (NAA).

(2Cr 35.1-6) 1Josias celebrou a Páscoa ao Senhor, em Jerusalém, e eles mataram os cordeiros da Páscoa no décimo quarto dia do primeiro mês (NAA). 2Josias também nomeou os sacerdotes para suas atribuições e os encorajou a realizar seu trabalho no templo do Senhor. 3Deu a seguinte ordem aos levitas encarregados de instruir todo o Israel e consagrados para servir ao Senhor: “Coloquem a Arca Sagrada no Templo construído por Salomão, filho de Davi, rei de Israel. Não precisam mais levá-la de um lado para outro sobre os ombros. Agora, dediquem seu tempo a servir ao Senhor, seu Deus, e a seu povo, Israel. 4Apresentem-se para o serviço de acordo com as divisões de seus antepassados por famílias, conforme as instruções de Davi, rei de Israel, e de seu filho Salomão (NVT). 5Ministrem no Santuário segundo os grupos das famílias de seus irmãos, os filhos do povo; e que haja, para cada grupo, uma parte das famílias dos levitas. 6Matem os cordeiros da Páscoa, santifiquem-se e façam preparativos para que os seus irmãos comemorem a Páscoa segundo a palavra do Senhor , dada por meio de Moisés” (NAA).

(2Cr 35.7-9) 7Josias deu a todo o povo que ali estava um total de trinta mil ovelhas e cabritos para as ofertas da Páscoa, além de três mil bois; tudo foi tirado dos bens pessoais do rei. 8Seus oficiais também contribuíram voluntariamente para o povo, para os sacerdotes e para os levitas. Hilquias, Zacarias e Jeiel, os administradores do Templo de Deus, deram aos sacerdotes duas mil e seiscentas ovelhas e cabritos e trezentos bois. 9Também Conanias, junto com seus irmãos Semaías, Natanael e com os líderes dos levitas, Hasabias, Jeiel e Jozabade, ofereceram aos levitas cinco mil ovelhas e cabritos e quinhentos bois (NVI).

(2Cr 35.10-14) 10Quando tudo estava pronto para a comemoração da Páscoa, os sacerdotes e os levitas tomaram seus lugares, organizados de acordo com suas divisões, conforme o rei havia ordenado. 11Então os levitas abateram os cordeiros da Páscoa e apresentaram o sangue aos sacerdotes, que o aspergiram sobre o altar enquanto os levitas preparavam os animais. 12Repartiram os holocaustos entre o povo de acordo com suas divisões, para que as famílias os oferecessem ao Senhor conforme prescrito no Livro de Moisés, e fizeram o mesmo com os bois. 13Assaram os cordeiros da Páscoa, como prescrito, cozinharam as ofertas sagradas em potes, caldeirões e panelas e os levaram depressa ao povo (NVT). 14Depois os levitas prepararam o que era deles e dos sacerdotes, porque os sacerdotes, filhos de Arão, se ocuparam, até a noite, com o sacrifício dos holocaustos e da gordura. Foi por isso que os levitas prepararam o que era deles e dos sacerdotes, filhos de Arão (NAA).

(2Cr 35.15) 15Os músicos, descendentes de Asafe, estavam em seus lugares, segundo as ordens de Davi, Asafe, Hemã e Jedutum, vidente do rei. Os guardas das portas não precisaram deixar seus postos, pois seus parentes, os levitas, também lhes prepararam as ofertas de Páscoa (NVT).

(2Cr 35.16-18) 16Toda a cerimônia para a Páscoa do Senhor foi realizada naquele dia. Os holocaustos foram sacrificados no altar do Senhor, como o rei Josias havia ordenado (NVT). 17Os israelitas que estavam presentes celebraram a Páscoa naquele dia e durante sete dias celebraram a Festa dos Pães sem Fermento. 18A Páscoa não havia sido celebrada dessa maneira em Israel desde os dias do profeta Samuel; e nenhum dos reis de Israel havia celebrado uma Páscoa como esta, como o fez Josias, com os sacerdotes, os levitas e todo o Judá e Israel que estavam ali com o povo de Jerusalém.

(2Rs 23.22-23) 22A Páscoa não havia sido celebrada dessa forma desde o tempo em que os juízes governavam Israel, nem nos dias dos reis de Israel e de Judá (NVT). 23Porém no décimo oitavo ano do reinado de Josias esta Páscoa foi celebrada ao Senhor, em Jerusalém (NAA).

(2Cr 35.19) 19Esta Páscoa foi celebrada no décimo oitavo ano do reinado de Josias (NVI).

A Justiça de Deus Permanece

(2Rs 23.26-27) 26Entretanto, o Senhor não voltou atrás do fogo de sua grande ira, que se acendeu contra Judá por causa de tudo o que Manassés fizera para provocá-lo à ira (NVI). 27O Senhor disse: “Removerei da minha presença também Judá, como removi Israel, e rejeitarei Jerusalém, a cidade que escolhi, e o Templo do qual eu disse: ‘O meu nome estará ali’” (NAA).

CIDADE DE GAZAProfeta Jeremias: Julgamento sobre os Filisteus

(Jr 47.1-3) 1Palavra do Senhor que veio ao profeta Jeremias a respeito dos filisteus, antes que Faraó atacasse Gaza (NAA). 2Assim diz o Senhor: “Vejam como as águas estão subindo do norte; elas se tornam uma torrente transbordante. Inundarão esta terra e tudo o que nela existe; as cidades e os seus habitantes. O povo clamará, gritarão todos os habitantes desta terra, 3ao estrondo dos cascos dos seus cavalos galopando, ao barulho dos seus carros de guerra, e ao estampido de suas rodas. Os pais não se voltarão para ajudar seus filhos; pois suas mãos estão fracas” (NVI).

(Jr 47.4-7) 4Pois chegou o dia de destruir todos os filisteus e de eliminar todos os sobreviventes que poderiam ajudar Tiro e Sidom. O Senhor destruirá os filisteus, o remanescente da ilha de Caftor (NVI). 5O povo de Gaza rapou a cabeça; Asquelom foi reduzida a silêncio, com o resto do seu vale. Até quando vocês vão fazer cortes na pele em sinal de luto? 6Ah! Espada do Senhor, quando é que você vai parar? Volte para a sua bainha, descanse e fique quieta (NAA). 7Mas como pode se aquietar se o Senhor a enviou numa missão? Deve destruir a cidade de Asquelom e o povo que vive no litoral (NVT).

CIDADE DE JERUSALÉMA Morte do rei Josias

(2Rs 23.29) 29aDurante o reinado de Josias, o Faraó Neco, rei do Egito, foi ao rio Eufrates dar apoio ao rei da Assíria (NVT).

(2Cr 35.20-22) 20Depois de tudo isto, quando Josias já tinha restaurado o Templo, o rei Neco, do Egito, subiu para guerrear em Carquemis, junto ao rio Eufrates. E Josias saiu para lutar contra ele. 21Então Neco mandou mensageiros a ele, dizendo: “O que você tem contra mim, rei de Judá? Não venho contra você desta vez, mas contra o reino com o qual estou em guerra. E Deus disse que me apressasse. Pare de se opor a Deus, que está comigo, para que ele não o destrua”. 22Mas Josias não voltou atrás. Pelo contrário, se disfarçou para lutar contra ele. Não deu ouvidos às palavras que Neco lhe havia falado da parte de Deus e foi lutar no vale de Megido (NAA).

(2Rs 23.29) 29bO rei Josias e seu exército saíram para lutar contra ele, mas o Faraó o matou quando se enfrentaram em Megido (NVT).

(2Cr 35.23) 23Arqueiros do inimigo atingiram o rei Josias com suas flechas, e ele gritou para seus homens: “Tirem-me da batalha, pois estou gravemente ferido!” (NVT)

(2Rs 23.30) 30aOs oficiais de Josias levaram seu corpo de volta num carro, de Megido para Jerusalém, e o sepultaram em seu próprio túmulo (NVT).

(2Cr 35.24) 24Então tiraram Josias de sua carruagem e o colocaram em outra. Levaram-no de volta para Jerusalém, onde morreu e foi sepultado no cemitério dos reis. Todo o Judá e Jerusalém lamentaram por ele (NVT).

(2Cr 35.25) 25Jeremias compôs um cântico de lamento em homenagem a Josias, e até hoje todos os cantores e cantoras homenageiam Josias com cânticos de lamento. Estes se tornaram uma tradição em Israel e estão escritos na Coletânea das Lamentações (NVI).

(2Cr 34.1) 1bE (Josias) reinou em Jerusalém por trinta e um anos (NVT).

(2Rs 22.1) 1bE (Josias) reinou trinta e um anos em Jerusalém (NAA).

(2Rs 23.25) 25Antes dele, não houve rei que lhe fosse semelhante, que se convertesse ao Senhor de todo o seu coração, de toda a sua alma e com todas as suas forças, segundo toda a Lei de Moisés; e, depois dele, nunca se levantou outro igual (NAA).

(2Cr 35.26-27) 26Os demais acontecimentos do reinado de Josias e seus atos de devoção, realizados de acordo com a Lei do Senhor (NVT), 27e aos seus atos, tanto os primeiros como os últimos, está tudo escrito no Livro da História dos Reis de Israel e de Judá (NAA).

(2Rs 23.28) 28Os demais acontecimentos do reinado de Josias e todas as suas realizações, estão escritos no livro dos registros históricos dos reis de Judá (NVI).

(2Rs 23.30) 30bEntão o povo ungiu Jeoacaz, filho de Josias, e o proclamou rei (NVT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.