• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 217

217º Dia – 5 de Agosto

REINO DE JUDÁ

CIDADE DE JERUSALÉMProfeta Jeremias: A Idolatria e a Verdadeira Adoração

(Jr 10.1-5) 1Ouçam a palavra que o Senhor dirige a vocês, ó casa de Israel (NAA). 2Assim disse o Senhor: “Não aprendam o caminho das nações, não se espantem com os sinais do céu, ainda que as nações se espantem com eles (BJ). 3Os costumes religiosos das nações são inúteis: corta-se uma árvore da floresta, um artesão a modela com seu formão (NVI); 4com prata e ouro a enfeitam, com pregos e martelos a fixam, para que não caia (NAA). 5Seus deuses são como espantalhos numa plantação de pepinos. Não são capazes de falar e precisam ser carregados, pois não conseguem andar. Não tenham medo desses deuses, pois não podem lhes fazer nem mal, nem bem” (NVT).

(Jr 10.6-11) 6Não há ninguém semelhante a ti, ó Senhor! O Senhor é grande, e grande é o poder do teu nome. 7Quem não temeria a ti, ó Rei das nações? Porque isto te é devido. Porque entre todos os sábios das nações e em todo o seu reino não há ninguém semelhante a ti (NAA). 8São todos insensatos e tolos; querem ser ensinados por ídolos inúteis. Os deuses deles não passam de madeira. 9Prata batida é trazida de Társis, e ouro, de Ufaz. A obra do artesão e do ourives é vestida de azul e de vermelho; tudo não passa de obra de hábeis artesãos (NVI). 10Mas o Senhor é o único Deus verdadeiro; ele é o Deus vivo e o Rei eterno! A terra treme com sua ira; as nações não podem suportar sua fúria. 11Diga isto àqueles que adoram outros deuses: “Esses deuses, que não fizeram os céus nem a terra, desaparecerão da terra e de debaixo dos céus” (NVT).

(Jr 10.12-16) 12O Senhor fez a terra pelo seu poder. Com a sua sabedoria, estabeleceu o mundo; e, com a sua inteligência, estendeu os céus (NAA). 13Quando fala no meio do trovão, as chuvas rugem nos céus. Eleva as nuvens acima da terra, envia relâmpagos com a chuva e ordena que o vento saia de seus depósitos (NVT). 14Esses homens todos são estúpidos e ignorantes; cada ourives é envergonhado pela imagem que esculpiu. Suas imagens esculpidas são uma fraude, elas não têm fôlego de vida (NVI). 15Os ídolos são inúteis, são mentiras ridículas; no dia do acerto de contas, serão todos destruídos. 16Mas o Deus de Israel não é como esses ídolos; ele é o Criador de todas as coisas, incluindo Israel, a nação que lhe pertence. Seu nome é Senhor dos Exércitos! (NVT)

Profeta Jeremias: Lamento sobre a Destruição de Judá

(Jr 10.17-18) 17Reúnam seus pertences e preparem-se para partir; o cerco está para começar (NVT). 18Pois assim diz o Senhor: “Lançarei fora repentinamente todos vocês que vivem nesta terra. Derramarei sobre vocês grandes aflições; finalmente sentirão minha ira” (NVT).

Profeta Jeremias: A Cidade de Jerusalém lamenta a sua Dor

(Jr 10.19-21) 19“Ai de mim, por causa da minha ruína! A minha ferida é muito grave! E eu dizia: ‘Certamente este é o meu sofrimento, e eu posso suportá-lo’ (NAA). 20A minha tenda foi destruída; todas as cordas da minha tenda estão arrebentadas. Os meus filhos me deixaram e já não existem; não restou ninguém para armar a minha tenda e montar o meu abrigo” (NVI). 21Porque os pastores se tornaram tolos e não buscaram o Senhor; por isso, não prosperaram, e todos os seus rebanhos se acham dispersos (NAA).

(Jr 10.22) 22Escutem! Estão chegando notícias: uma grande agitação vem do norte! As cidades de Judá serão arrasadas e transformadas em morada de chacais (NVI).

Profeta Jeremias: O Profeta ora em favor do seu Povo

(Jr 10.23-25) 23Eu sei, ó Senhor, que não cabe ao ser humano determinar o seu caminho, nem cabe ao que anda dirigir os seus passos. 24Castiga-me, ó Senhor, mas em justa medida; não na tua ira, para que não me reduzas a nada. 25Derrama o teu furor sobre as nações que não te conhecem e sobre os povos que não invocam o teu nome. Porque foram eles que devoraram Jacó; eles o devoraram, consumiram, e destruíram as suas moradas (NAA).

Profeta Jeremias: A Aliança é Quebrada

(Jr 11.1-5) 1Palavra que foi dita a Jeremias da parte do Senhor (NAA): 2“Ouçam os termos desta aliança; e, você, repita-os ao povo de Judá e aos habitantes de Jerusalém. 3Diga-lhes que assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Maldito é aquele que não obedecer aos termos desta aliança, 4os quais ordenei aos antepassados de vocês, quando eu os tirei do Egito, da fornalha de fundir ferro’. Eu disse: ‘Obedeçam-me e façam tudo o que lhes ordeno, e vocês serão o meu povo, e eu serei o seu Deus. 5Então cumprirei a promessa que fiz sob juramento aos antepassados de vocês, de dar-lhes uma terra onde manam leite e mel, a terra que vocês hoje possuem’”. Então respondi: “Amém, Senhor” (NVI).

(Jr 11.6-8) 6E o Senhor me disse: “Proclame todas estas palavras nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém. Diga-lhes que deem ouvidos às palavras desta aliança e que as cumpram. 7Porque adverti solenemente os pais de vocês, no dia em que os tirei do Egito, até o dia de hoje, testemunhando sempre de novo que dessem ouvidos à minha voz (NAA). 8Mas eles não me ouviram nem me deram atenção; pelo contrário, seguiram os seus corações duros e maus. Por isso eu trouxe sobre eles todas as maldições desta aliança, que eu tinha ordenado que cumprissem, mas que eles não cumpriram” (NVI).

(Jr 11.9-11) 9Então o Senhor me disse: “Há uma conspiração entre o povo de Judá e os habitantes de Jerusalém (NVI). 10Retornaram às maldades de seus primeiros pais, que recusaram ouvir as minhas palavras. Também eles seguiram outros deuses para os servir. A casa de Israel e a casa de Judá quebraram a minha aliança, que eu fiz com os seus pais”. 11Portanto, assim diz o Senhor: “Eis que trarei uma calamidade sobre eles, da qual não poderão escapar. Clamarão a mim, porém não os ouvirei” (NAA).

(Jr 11.12-13) 12Então as cidades de Judá e os moradores de Jerusalém irão aos deuses a quem eles queimaram incenso e a eles clamarão; porém estes de modo nenhum os livrarão na hora da calamidade (NAA). 13Você tem tantos deuses quantas são as suas cidades, ó Judá; e os altares que você construiu para queimar incenso àquela coisa vergonhosa chamada Baal são tantos quantas são as ruas de Jerusalém” (NVI).

Profeta Jeremias: O Profeta é impedido mais uma vez de Interceder pelo Povo

(Jr 11.14) 14“Quanto a você, Jeremias, não interceda por este povo, nem levante por ele clamor ou oração, porque não os ouvirei quando eles clamarem a mim na hora da calamidade” (NAA).

(Jr 11.15-17) 15“Que procura a minha amada em minha Casa? Ela realizou os seus planos perversos. Poderão os teus votos e a carne sagrada afastar de ti o teu mal, para que possa exultar?” (BJ) 16O Senhor a chamou de oliveira verde, formosa por seus deliciosos frutos. Mas agora, ao som de grande tumulto, acendeu fogo ao redor dela e quebrou os seus ramos (NAA). 17“Eu, o Senhor dos Exércitos, que plantei essa oliveira, ordenei que fosse destruída. Pois o povo de Israel e o povo de Judá fizeram o mal e provocaram minha ira ao queimar incenso a Baal” (NVT).

Profeta Jeremias: O Profeta sofre com as Conspirações

(Jr 11.18-20) 18Então o Senhor me falou das conspirações que meus inimigos tramavam contra mim (NVT). 19Eu era como um cordeiro manso, que é levado ao matadouro. Eu não sabia que tramavam contra mim, dizendo: “Vamos destruir a árvore com seu fruto. Vamos cortá-lo da terra dos viventes, para que ninguém mais lembre do nome dele” (NAA). 20Ó Senhor dos Exércitos, justo juiz que prova o coração e a mente, espero ver a tua vingança sobre eles, pois a ti expus a minha causa (NVI).

Profeta Jeremias: A Resposta de Deus

(Jr 11.21-23) 21Portanto, assim diz o Senhor a respeito dos homens de Anatote que querem me ver morto e dizem: “Não profetize em nome do Senhor, para que não o matemos” (NAA). 22Portanto, assim diz o Senhor dos Exércitos a respeito deles: “Eu os castigarei! Seus jovens morrerão na batalha, e seus filhos e filhas morrerão de fome (NVT). 23E não sobrará nenhum deles, porque farei vir a calamidade sobre os homens de Anatote, no ano da sua punição” (NAA).

Profeta Jeremias: O Lamento sobre as Atitudes dos Ímpios

(Jr 12.1-4) 1Justo serias, Senhor, se eu apresentasse a minha causa diante de ti. No entanto, preciso falar contigo a respeito da justiça. Por que o caminho dos ímpios prospera? Por que todos os traidores vivem em paz? 2O Senhor os planta, e eles lançam raízes; crescem e dão fruto. O Senhor está perto dos lábios deles, mas longe do coração. 3Mas o Senhor, ó Senhor, me conhece; o Senhor me vê e prova o que o meu coração sente em relação a ti. Arranca-os como ovelhas destinadas ao matadouro e separa-os para o dia da matança (NAA). 4Até quando esta terra ficará de luto? Até o capim nos campos secou. Os animais selvagens e as aves desapareceram por causa da maldade dos que nela habitam. Pois o povo disse: “O Senhor não vê o que o futuro nos reserva!” (NVT).

Profeta Jeremias: A Resposta de Deus

(Jr 12.5-6) 5“Se você correu com homens e eles o cansaram, como poderá competir com cavalos? Se você tropeça em terreno seguro, o que fará nos matagais junto ao Jordão? (NVI) 6Porque até mesmo os seus irmãos e a casa de seu pai estão sendo desleais para com você; eles o perseguem com fortes gritos. Não confie neles, ainda que lhe digam coisas boas” (NAA).

Profeta Jeremias: Deus castiga os Devastadores do País

(Jr 12.7-9) 7“Abandonei o meu Templo, rejeitei a minha herança; entreguei aquela que eu mais amava nas mãos de seus inimigos (NAA). 8O povo de minha propriedade tornou-se para mim como um leão na floresta. Ele ruge contra mim, por isso eu o odeio (NVI). 9A minha herança é para mim uma ave de rapina de várias cores contra a qual se ajuntam outras aves de rapina. Vão, pois, e reúnam todos os animais do campo; que eles venham para devorá-la” (NAA).

(Jr 12.10-13) 10A minha vinha foi destruída por muitos pastores, os quais pisotearam a minha propriedade. Eles tornaram a minha preciosa propriedade num deserto devastado. 11Eles a tornaram em desolação, e, no seu abandono, ela clama a mim; toda a terra está devastada, mas não há ninguém que se importe com isso (NAA). 12Destruidores vieram sobre todas as planícies do deserto, pois a espada do Senhor devora esta terra de uma extremidade à outra; ninguém está seguro (NVI). 13Meu povo semeou trigo, mas colhe espinhos. Esforçou-se muito, mas de nada adiantou. Terá uma colheita de vergonha por causa da ira ardente do Senhor” (NVT).

(Jr 12.14-17) 14Assim diz o Senhor: “Arrancarei de suas terras todas as nações perversas que se apossam da herança que dei ao meu povo, Israel. E arrancarei Judá do meio delas. 15Depois disso, porém, voltarei e terei compaixão de todos eles. Eu os trarei de volta às suas terras, cada nação à sua herança (NVT). 16E se aprenderem a comportar-se como meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizendo: ‘Juro pelo nome do Senhor’; como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal; então eles serão estabelecidos no meio do meu povo. 17Mas se não me ouvirem, eu arrancarei completamente aquela nação e a destruirei”, declara o Senhor (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.