• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 218

218º Dia – 6 de Agosto

REINO DE JUDÁ

CIDADE DE JERUSALÉMProfeta Jeremias: Bom Exemplo dos Recabitas

(Jr 35.1-2) 1Palavra que foi dita a Jeremias da parte do Senhor, nos dias de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá (NAA): 2“Vá ao local onde moram os recabitas e convide-os para vir ao Templo do Senhor. Leve-os para uma das salas internas e ofereça-lhes vinho” (NVT).

(Jr 35.3-4) 3Então fui falar com Jazanias, filho de Jeremias, filho de Habazinias, com os irmãos dele, com todos os filhos dele e com toda a casa dos recabitas (NAA). 4Levei-os ao Templo do Senhor e fomos à sala dos filhos de Hanã, filho de Jigdalias, homem de Deus. Ficava ao lado da sala usada pelos oficiais do Templo, logo acima da sala de Maaseias, filho de Salum, porteiro do Templo (NVT).

(Jr 35.5-11) 5Então, coloquei vasilhas cheias de vinho e alguns copos diante dos membros da comunidade dos recabitas e lhes pedi que bebessem (NVI), 6mas eles recusaram, dizendo: “Não bebemos vinho, pois nosso antepassado, Jonadabe, filho de Recabe, nos deu esta ordem: ‘Nunca bebam vinho, nem vocês nem seus descendentes (NVT). 7Não construam casas, não façam plantações, não cultivem nem possuam vinhas. Morem a vida inteira em tendas, para que vocês vivam muitos dias sobre a terra em que são estrangeiros’. 8E nós temos obedecido à voz de Jonadabe, filho de Recabe, nosso pai, em tudo o que ele nos ordenou. Nunca bebemos vinho, nem nós, nem nossas mulheres, nem nossos filhos, nem nossas filhas. 9Não construímos casas para morar. Não temos vinhas, nem campos, nem plantações. 10Temos morado em tendas, e, assim, temos obedecido e feito tudo o que o nosso pai Jonadabe nos ordenou. 11Mas, quando Nabucodonosor, rei da Babilônia, começou a marchar contra esta terra, dissemos: ‘Venham, vamos nos refugiar em Jerusalém, por causa do exército dos caldeus e dos sírios’. E assim ficamos em Jerusalém” (NAA).

(Jr 35.12-17) 12Então a palavra do Senhor veio a Jeremias, dizendo: 13“Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: ‘Vá e diga ao povo de Judá e aos moradores de Jerusalém: ‘Será que vocês nunca vão aceitar a minha advertência para obedecer às minhas palavras?’, diz o Senhor. 14As palavras de Jonadabe, filho de Recabe, que ordenou a seus filhos que não bebessem vinho, foram guardadas; eles não bebem vinho até o dia de hoje, porque obedecem às ordens de seu pai. A mim, porém, que tenho falado a vocês sempre de novo, vocês não obedecem (NAA). 15Tenho enviado meus profetas vez após vez para lhes dizer: ‘Abandonem seus maus caminhos e façam o que é certo. Deixem de adorar outros deuses. Assim, viverão em paz nesta terra que dei a vocês e a seus antepassados’. Mas vocês não quiseram ouvir nem obedecer (NVT). 16Os descendentes de Jonadabe, filho de Recabe, têm obedecido fielmente a seu antepassado, mas este povo se recusa a me ouvir’(NVT). 17Por isso, assim diz o Senhor, o Deus dos Exércitos, o Deus de Israel: “Eis que trarei sobre Judá e sobre todos os moradores de Jerusalém todo o mal que falei contra eles. Porque lhes falei e eles não me obedeceram, chamei e eles não responderam” (NAA).

(Jr 35.18-19) 18E à casa dos recabitas Jeremias disse: “Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: ‘Vocês obedeceram ao mandamento de Jonadabe, o pai de vocês, guardaram todos os seus preceitos e fizeram tudo o que ele lhes ordenou. 19Por isso’, assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: ‘Nunca faltará a Jonadabe, filho de Recabe, um descendente homem para me servir’(NAA).

Profeta Jeremias: O Cinto de Linho

(Jr 13.1-5) 1Assim me disse o Senhor: “Vá, compre um cinto de linho e coloque-o em volta da cintura. Não o molhe antes disso”. 2Comprei o cinto, segundo a palavra do Senhor, e o pus em volta da cintura. 3Então, pela segunda vez a palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 4“Pegue o cinto que você comprou e está usando, vá agora a Perate e esconda-o ali numa fenda da rocha”. 5Assim, fui e o escondi em Perate, conforme o Senhor me havia ordenado (NVI).

(Jr 13.6-11) 6Depois de muitos dias, o Senhor me disse: “Vá agora a Perate e pegue o cinto que lhe ordenei que escondesse ali”. 7Então fui a Perate, desenterrei o cinto e o tirei do lugar em que o havia escondido. O cinto estava podre e se tornara completamente inútil (NVI). 8Então a palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 9“Assim diz o Senhor: ‘Deste modo farei também apodrecer o orgulho de Judá e o grande orgulho de Jerusalém. 10Este povo mau, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que anda segundo a dureza do seu coração e segue outros deuses para os servir e adorar, será tal como este cinto, que não presta para nada. 11Porque, assim como o cinto se apega à cintura de um homem, assim eu fiz apegar-se a mim toda a casa de Israel e toda a casa de Judá’, diz o Senhor, ‘para que me fossem por povo, nome, louvor e glória; mas eles não quiseram ouvir’” (NAA).

Profeta Jeremias: O Odre de Vinho

(Jr 13.12-14) 12“Você lhes dirá esta palavra: ‘Assim disse o Senhor, o Deus de Israel’: ‘Todo odre pode ser enchido de vinho!’ E se eles te responderem: ‘Porventura não sabemos que todo odre pode ser enchido de vinho?’ (BJ) 13Mas você responderá: ‘Assim diz o Senhor’: ‘Eis que eu vou encher de embriaguez todos os moradores desta terra: os reis que se assentam no trono de Davi, os sacerdotes, os profetas e todos os moradores de Jerusalém. 14Eu os farei em pedaços, atirando uns contra os outros, tanto os pais como os filhos’, diz o Senhor. ‘Não pouparei, não terei pena, nem terei compaixão deles; nada me impedirá de destruí-los’” (NAA).

Profeta Jeremias: Ameaças de Exílio

(Jr 13.15-17) 15Escutem e deem atenção, não sejam arrogantes, pois o Senhor falou (NVI). 16Deem glória ao Senhor, seu Deus, antes que ele faça vir as trevas, antes que os pés de vocês tropecem nos montes tenebrosos e antes que, esperando vocês a luz, ele a mude em sombra de morte e a reduza à escuridão. 17Mas, se vocês não quiserem ouvir, eu chorarei em segredo por causa do orgulho de vocês. Chorarei amargamente e os meus olhos se desfarão em lágrimas, porque o rebanho do Senhor foi levado cativo (NAA).

(Jr 13.18-19) 18“Diga ao rei e à rainha-mãe: “Humilhem-se e sentem no chão, porque as gloriosas coroas caíram da cabeça de vocês. 19As cidades do Sul estão fechadas, e não há ninguém que as abra. Todo o Judá foi levado para o exílio, todos cativos” (NAA).

(Jr 13.20-22) 20Erga os olhos, Jerusalém, e veja aqueles que vêm do norte. Onde está o rebanho que lhe foi confiado, as ovelhas das quais você se orgulhava? (NVI) 21O que dirá quando o Senhor colocar seus antigos aliados para a dominarem? Pontadas de angústia tomarão conta de você, como as dores da mulher em trabalho de parto (NVT). 22E se você se perguntar: “Por que aconteceu isso comigo?”, saiba que foi por causa dos seus muitos pecados que as suas vestes foram levantadas e você foi violentada (NVI).

(Jr 13.23-27) 23Será que o etíope pode mudar a sua pele? Ou o leopardo as suas pintas? Assim também vocês são incapazes de fazer o bem, vocês que estão acostumados a praticar o mal (NVI). 24“Por isso eu os espalharei como a palha que é levada pelo vento do deserto. 25Esta será a parte que lhe cabe, a porção que reservei para você”, diz o Senhor, “porque você se esqueceu de mim e confiou em mentiras. 26Assim, eu mesmo levantarei as abas de sua saia até a altura do seu rosto, e aparecerão as suas vergonhas. 27Tenho visto as suas abominações sobre as colinas e no campo, a saber, os seus adultérios, os seus relinchos e a vergonha da sua prostituição. Ai de você, Jerusalém! Você não vai se purificar? Quanto tempo isso vai durar?” (NAA)

Profeta Jeremias: A Grande Seca em Judá

(Jr 14.1-6) 1Jeremias recebeu esta mensagem do Senhor acerca da grande seca: 2“Judá anda chorando; o comércio às portas da cidade parou. O povo senta-se no chão, pois está de luto; de Jerusalém sobe um grande clamor (NVT). 3Os nobres mandam os seus servos à procura de água; eles vão às cisternas, mas nada encontram. Voltam com os potes vazios, e, decepcionados e desesperados, cobrem a cabeça (NVI). 4A terra está seca e rachada por falta de chuva. Preocupados, os lavradores também cobrem a cabeça (NVT). 5Até as corças no campo têm as suas crias e as abandonam, porque não há capim (NAA). 6Os jumentos selvagens permanecem nos altos, farejando o vento como os chacais, mas a sua visão falha, por falta de pastagem” (NVI).

(Jr 14.7-9) 7“Nossa maldade nos alcançou, Senhor”, diz o povo, “ainda assim, ajuda-nos por causa do teu nome. De ti nos afastamos e contra ti pecamos repetidamente (NVT). 8Ó Esperança de Israel, nosso Salvador em tempos de angústia, por que é como estrangeiro entre nós? Por que é como viajante de passagem pela terra, que fica só uma noite? (NVT) 9Por que o Senhor seria como homem que foi pego de surpresa, como valente que não pode salvar? Mas o Senhor, ó Senhor, está em nosso meio, e nós somos chamados pelo teu nome. Não nos abandone!” (NAA)

(Jr 14.10-12) 10Assim diz o Senhor a seu povo: “Vocês gostam de andar longe de mim e não controlam os pés. Por isso, não me agradarei mais de vocês; agora me lembrarei de toda a sua perversidade e os castigarei por seus pecados” (NVT). 11Então o Senhor me disse: “Não ore pelo bem-estar deste povo. 12Ainda que jejuem, não escutarei o clamor deles; ainda que ofereçam holocaustos e ofertas de cereal, não os aceitarei. Mas eu os destruirei pela guerra, pela fome e pela peste” (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.