• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 229

229º Dia – 17 de Agosto

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

REINO DA BABILÔNIAProfeta Ezequiel: O Cerco Simbólico de Jerusalém

(Ez 4.1-3) 1“Agora, filho do homem, apanhe uma tabuinha de barro, coloque-a à sua frente e nela desenhe a cidade de Jerusalém (NVI). 2Retrate a cidade cercada. Construa um muro ao redor dela, arme o acampamento inimigo e cerque a cidade com rampas e troncos de ataque (NVT). 3Depois apanhe uma panela de ferro, coloque-a como muro de ferro entre você e a cidade e ponha-se de frente para ela. Ela estará cercada, e você a sitiará. Isto será um sinal para a nação de Israel” (NVI).

(Ez 4.4-6) 4Deite-se também sobre o seu lado esquerdo e ponha sobre ele a maldade da casa de Israel. Conforme o número dos dias que se deitar sobre o seu lado esquerdo, você levará sobre si a maldade da casa de Israel. 5Porque determinei que cada ano da sua maldade corresponda a um dia, num total de trezentos e noventa dias; e você levará sobre si a maldade da casa de Israel. 6Quando você tiver cumprido esses dias, deite-se sobre o seu lado direito, e você levará sobre si a maldade da casa de Judá durante quarenta dias: um dia para cada ano” (NAA).

(Ez 4.7-8) 7Volte o seu rosto para o cerco de Jerusalém e, com o braço descoberto, profetize contra ela. 8Eis que vou amarrá-lo com cordas, e assim você não poderá se virar de um lado para o outro até que você tenha cumprido os dias do seu cerco” (NAA).

(Ez 4.9-12) 9Pegue trigo, cevada, favas, lentilha, aveia e centeio, coloque-os numa vasilha e com eles faça pão para você. Durante os dias em que você se deitar sobre o seu lado, trezentos e noventa dias, você comerá desse pão (NAA). 10Pese duzentos e quarenta gramas do pão por dia e coma-o em horas determinadas. 11Também meça meio litro de água e beba-a em horas determinadas (NVI). 12Prepare e coma esse alimento como faria com bolos de cevada. Asse-o diante de todo o povo, usando fezes humanas secas como combustível” (NVT).

(Ez 4.13-17) 13E o Senhor disse ainda: “Assim os filhos de Israel comerão a sua comida impura, entre as nações para onde os expulsarei” (NAA). 14Então eu disse: “Ah! Soberano Senhor! Eu jamais me contaminei. Desde a minha infância até agora, jamais comi qualquer coisa achada morta ou que tivesse sido despedaçada por animais selvagens. Jamais entrou em minha boca qualquer carne impura”. 15Está bem”, disse ele, “deixarei que você asse o seu pão em cima de esterco de vaca, e não em cima de fezes humanas”. 16E acrescentou: “Filho do homem, cortarei o suprimento de comida em Jerusalém. O povo comerá com ansiedade comida racionada e beberá com desespero água racionada, 17pois haverá falta de comida e de água. Ficarão chocados ao se verem uns aos outros, e definharão por causa de sua iniquidade” (NVI).

(Ez 5.1-4) 1“Filho do homem, pegue uma espada afiada e use-a como navalha para raspar sua cabeça e sua barba. Use uma balança para pesar o cabelo e dividi-lo em três partes (NVT). 2Quando os dias do cerco da cidade chegarem ao fim, queime no fogo um terço do cabelo dentro da cidade. Pegue um terço e corte-o com a espada ao redor de toda a cidade. E espalhe um terço ao vento. Porque eu os perseguirei com espada desembainhada. 3Mas apanhe umas poucas mechas de cabelo e esconda-as nas dobras de sua roupa (NVI). 4Então, pegue alguns desses fios de cabelo e jogue-os no fogo, para que se queimem. Dali um fogo se espalhará e destruirá todo o Israel” (NVT).

Profeta Ezequiel: As Causas do Cerco de Jerusalém

(Ez 5.5-10) 5Assim diz o Soberano Senhor: “Esta é Jerusalém, que pus no meio dos povos, com nações ao seu redor (NVI). 6Ela, porém, se rebelou contra os meus juízos e os meus estatutos, sendo mais perversa do que as nações e os países ao seu redor. Porque os moradores de Jerusalém rejeitaram os meus juízos e não andaram nos meus estatutos” (NAA). 7Portanto, assim diz o Senhor Soberano: “Vocês são mais rebeldes que as nações vizinhas e não quiseram obedecer a meus decretos e estatutos. Nem sequer viveram de acordo com os padrões de justiça das nações ao seu redor” (NVT). 8Por isso, assim diz o Senhor Deus: “Eis que eu, eu mesmo, estou contra você, Jerusalém, e vou executar os meus juízos dentro de você, à vista das nações. 9Farei com você o que nunca fiz e o que jamais farei de novo, por causa de todas as suas abominações. 10Por isso, os pais vão devorar os próprios filhos dentro de você, ó Jerusalém, e os filhos vão devorar os pais. Executarei em você os meus juízos e tudo o que restar de você espalharei aos quatro ventos” (NAA).

(Ez 5.11-12) 11Portanto, porque você profanou o meu Santuário com todas as suas coisas detestáveis e com todas as suas abominações, tão certo como eu vivo”, diz o Senhor Deus, “eu me retirarei. Os meus olhos não terão piedade, e eu não a pouparei. 12Uma terça parte dos seus moradores morrerá de peste e será consumida pela fome dentro de suas muralhas; outra terça parte cairá à espada nos seus arredores; e a outra terça parte espalharei aos quatro ventos e irei atrás dela com a espada na mão” (NAA).

(Ez 5.13-14) 13Assim se cumprirá a minha ira, satisfarei neles o meu furor e me acalmarei. Saberão que eu, o Senhor, falei motivado pelo meu zelo, quando cumprir neles o meu furor. 14Jerusalém, farei de você uma desolação e objeto de deboche entre as nações que estão ao seu redor, à vista de todos os que passarem” (NAA).

(Ez 5.15-17) 15Você se tornará alvo de insultos, zombarias e horror, e servirá de advertência para todas as nações ao redor. Elas verão o que acontece quando o Senhor, em sua ira, castiga uma nação e a repreende”, diz o Senhor. 16Farei chover sobre você as flechas mortais da fome, para destruí-la. A fome se tornará cada vez mais severa, até que desapareça todo suprimento. 17Além da fome, enviarei animais selvagens para atacá-la e devorar seus filhos. Doença e guerra a alcançarão, e trarei contra você a espada do inimigo. Eu, o Senhor, falei!” (NVT)

Profeta Ezequiel: Profecia contra a Idolatria de Israel

(Ez 6.1-7) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 2“Filho do homem, volte o rosto para os montes de Israel e profetize contra eles (NVT), 3e diga: ‘Ó montes de Israel, ouçam a palavra do Soberano Senhor. Assim diz o Soberano Senhor aos montes e às colinas, às ravinas e aos vales’: ‘Estou para trazer a espada contra vocês; vou destruir os seus altares idólatras. 4Seus altares serão arrasados, seus altares de incenso serão esmigalhados, e abaterei o seu povo na frente dos seus ídolos (NVI). 5Porei os cadáveres dos filhos de Israel diante dos seus ídolos e espalharei os ossos de vocês ao redor dos seus altares (NAA). 6Onde quer que vocês vivam, haverá desolação, e destruirei os santuários idólatras. Seus altares serão demolidos, seus ídolos serão despedaçados, seus lugares de adoração serão derrubados e todos os objetos religiosos que vocês fizeram serão destruídos. 7O lugar ficará cheio de cadáveres, e vocês saberão que somente eu sou o Senhor’” (NVT).

(Ez 6.8-10) 8“Deixarei, porém, que alguns do meu povo escapem da destruição, e eles serão espalhados entre as nações do mundo (NVT). 9Aqueles que escaparem se lembrarão de mim entre as nações para onde foram levados em cativeiro. Lembrarão como eu sofri por causa do seu coração infiel, que se afastou de mim, e por causa dos seus olhos, que se prostituíram com os seus ídolos. Eles terão nojo de si mesmos, por causa das maldades que fizeram em todas as suas abominações. 10Saberão que eu sou o Senhor e que não foi sem motivo que eu disse que lhes faria este mal” (NAA).

(Ez 6.11-14) 11Assim diz o Soberano Senhor: “Esfregue as mãos, bata os pés e grite: ‘Ai!’, por causa de todas as práticas ímpias e repugnantes da nação de Israel, pois eles morrerão pela espada, pela fome e pela peste (NVI). 12Quem está longe morrerá da peste, quem está perto cairá pela espada, e quem sobreviver e for poupado morrerá de fome. Assim mandarei a minha ira sobre eles. 13E saberão que eu sou o Senhor, quando o seu povo estiver estirado, morto entre os seus ídolos, ao redor dos seus altares, em todo monte alto e em todo topo de montanha, debaixo de toda árvore frondosa e de todo carvalho viçoso; em todos os lugares nos quais eles ofereciam incenso aromático a todos os seus ídolos (NVI). 14Estenderei a mão sobre eles e, onde quer que estiverem morando, tornarei a terra em desolação, uma desolação desde o deserto até Ribla. E saberão que eu sou o Senhor” (NAA).

Profeta Ezequiel: O Dia da Ira do Senhor

(Ez 7.1-4) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 2Filho do homem”, assim diz o Senhor Deus a respeito da terra de Israel: “Chegou o fim! O fim chegou sobre os quatro cantos da terra. 3Agora o fim chegou sobre você, povo de Israel. Enviarei a minha ira sobre vocês. Eu os julgarei segundo os seus caminhos e farei cair sobre vocês todas as suas abominações. 4Os meus olhos não terão piedade, e eu não os pouparei. Pelo contrário, eu darei o que vocês merecem por seus atos, e farei com que paguem por todas as suas abominações. E vocês saberão que eu sou o Senhor” (NAA).

(Ez 7.5-7) 5Assim diz o Senhor Deus: “Calamidade após calamidade, eis que vêm (NAA). 6Chegou o fim! Chegou o fim! Ele se insurgiu contra você. O fim chegou! (NVI) 7A sua sentença chegou, ó morador desta terra. Chegou a hora. O dia está próximo, dia de tumulto, e não de alegria, sobre os montes” (NAA).

(Ez 7.8-9) 8Agora, em breve, derramarei o meu furor sobre você, cumprirei a minha ira contra você. Eu os castigarei segundo os seus caminhos e os farei pagar por todas as suas abominações (NAA). 9Não os pouparei nem terei piedade; darei a vocês o que merecem por todos os seus pecados detestáveis. Então saberão que eu, o Senhor, os feri” (NVT).

(Ez 7.10-14) 10“Aqui está o dia! Já chegou! A condenação irrompeu, a vara brotou, a arrogância floresceu! (NVI) 11A violência se ergueu para servir de vara de maldade. Nada restará deles, nem da sua multidão, nem da sua riqueza, nem da sua glória (NAA). 12Sim, chegou a hora; este é o dia! Que os compradores não se alegrem, nem os vendedores se entristeçam, pois todos eles cairão sob a minha ira ardente (NVT). 13Nenhum vendedor viverá o suficiente para recuperar a terra que vendeu, mesmo que viva por muito tempo, pois a visão acerca de toda a multidão não voltará atrás. Por causa de sua iniquidade, a vida de ninguém será preservada. 14Embora toquem a trombeta e deixem tudo pronto, ninguém irá a combate, pois a minha ira está sobre toda a sua multidão” (NVI).

(Ez 7.15-18) 15Fora está a espada, dentro estão a peste e a fome; quem estiver no campo morrerá pela espada, e quem estiver na cidade será devorado pela fome e pela peste (NVI). 16Se alguns deles, fugindo, escaparem, estarão pelos montes, como pombas dos vales, todos gemendo, cada um por causa da sua maldade. 17Todas as mãos desfalecerão, e todos os joelhos se desfarão em água (NAA). 18De pano de saco se vestirão e ficarão cobertos de horror. Rasparão a cabeça, em sinal de tristeza e remorso (NVT).

(Ez 7.19-20) 19Jogarão a sua prata nas ruas, e o seu ouro será tratado como se fosse sujeira. Nem a sua prata nem o seu ouro poderão livrá-los no dia da ira do Senhor; eles não saciarão a sua fome, nem lhes encherão o estômago, porque a prata e o ouro foram o tropeço que os levou a cair em iniquidade (NAA). 20“Tinham orgulho de suas lindas joias e as usavam para fazer os seus ídolos repugnantes e as suas imagens detestáveis. Por isso tornarei essas coisas em algo impuro para eles” (NVI).

(Ez 7.21-27) 21“Entregarei tudo isso nas mãos de estrangeiros, por presa, e aos ímpios da terra, por despojo; eles o profanarão (NAA). 22Desviarei deles o meu rosto, e eles profanarão o lugar que tanto amo; nele entrarão ladrões e o profanarão (NVI). 23Prepare uma corrente, porque a terra está cheia de crimes de sangue, e a cidade, cheia de violência (NAA). 24Trarei os piores elementos das nações para se apossarem das casas deles; darei fim ao orgulho dos poderosos, e os santuários deles serão profanados. 25Quando chegar o pavor, eles buscarão paz, mas não a encontrarão (NVI). 26Virá uma calamidade após a outra, um rumor após o outro. Buscarão sem sucesso uma visão dos profetas. Não receberão ensinamentos dos sacerdotes nem conselhos das autoridades (NVT). 27O rei pranteará, o príncipe se vestirá de desespero, e as mãos do povo da terra tremerão. Lidarei com eles de acordo com a sua conduta, e pelos padrões deles mesmos eu os julgarei. Então saberão que eu sou o Senhor” (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.