• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 247

247º Dia – 4 de Setembro

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

CIDADE DE JERUSALÉMMais uma Deportação para a Babilônia

(Jr 52.30) 30No vigésimo terceiro ano de Nabucodonosor, ele enviou Nebuzaradã, capitão da guarda, que levou mais setecentos e quarenta e cinco judeus. Ao todo, quatro mil e seiscentas pessoas foram exiladas (NVT).

Israel e Judá não quiseram dar ouvidos ao Senhor

(2Rs 17.13-15) 13O Senhor advertiu Israel e Judá por meio de todos os profetas e de todos os videntes, dizendo: “Voltem-se dos seus maus caminhos e guardem os meus mandamentos e os meus estatutos, segundo toda a Lei que ordenei aos pais de vocês e que lhes enviei por meio dos meus servos, os profetas”. 14Porém eles não quiseram ouvir; se tornaram obstinados e foram teimosos como os seus pais, que não creram no Senhor, seu Deus. 15Rejeitaram os estatutos e a aliança que Deus tinha feito com os pais deles, e desprezaram as suas advertências. Seguiram os ídolos sem valor, e assim eles mesmos se tornaram sem valor. Seguiram as nações que estavam ao redor deles, das quais o Senhor lhes havia ordenado que não as imitassem (NAA).

(2Rs 17.18-20) 18O Senhor se indignou muito com Israel e o expulsou de sua presença. Com isso, restou somente a tribo de Judá (NVT). 19Mesmo o povo de Judá, porém, não obedeceu aos mandamentos do Senhor, seu Deus, pois seguiu as práticas perversas introduzidas por Israel. 20O Senhor rejeitou todos os descendentes de Israel. Como castigo, entregou-os a seus inimigos, até que expulsou Israel de sua presença (NVT).

(2Rs 18.12) 12Isso aconteceu porque não obedeceram à voz do Senhor, seu Deus, mas quebraram a sua aliança, a saber, tudo o que Moisés, servo do Senhor, havia ordenado; não o ouviram, nem o fizeram (NAA).

REINO DA BABILÔNIAA Estátua de Ouro de Nabucodonosor

(Dn 3.1-2) 1O rei Nabucodonosor fez uma estátua de ouro de vinte e sete metros de altura e dois e setenta de largura e a colocou na planície de Dura, na província da Babilônia. 2Em seguida, enviou mensageiros a todos os altos funcionários, oficiais, governadores, conselheiros, tesoureiros, juízes, magistrados e todas as autoridades das províncias para que viessem à dedicação da estátua que ele havia levantado (NVT).

(Dn 3.3-7) 3Todas essas autoridades vieram e ficaram diante da estátua que o rei Nabucodonosor havia levantado. 4Então o arauto gritou: “Povos de todas as raças, nações e línguas, ouçam a ordem do rei! 5Quando ouvirem o som da trombeta, da flauta, da cítara, da lira, da harpa, do pífaro e de outros instrumentos musicais, prostrem-se no chão para adorar a estátua de ouro levantada pelo rei Nabucodonosor (NVT). 6Quem não se prostrar em terra e não a adorar será imediatamente atirado numa fornalha em chamas” (NVI). 7Portanto, ao som dos instrumentos musicais, todos, não importando sua raça, nação ou língua, se prostraram no chão e adoraram a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor havia levantado (NVT).

(Dn 3.8-12) 8No mesmo instante, alguns homens caldeus se aproximaram e acusaram os judeus (NAA). 9Disseram ao rei Nabucodonosor: “Que o rei viva para sempre! 10O rei publicou um decreto exigindo que todos se prostrassem e adorassem a imagem de ouro quando ouvissem o som da trombeta, da flauta, da cítara, da lira, da harpa, do pífaro e dos outros instrumentos musicais (NVT), 11e que todo o que não se prostrasse em terra e não a adorasse seria atirado numa fornalha em chamas (NVI). 12Há uns homens judeus, que o senhor, ó rei, pôs como administradores da província da Babilônia: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Esses homens fizeram pouco caso do senhor, ó rei; não prestam culto aos deuses do rei, nem adoram a imagem de ouro que o senhor levantou” (NAA).

(Dn 3.13-15) 13Então Nabucodonosor, irado e furioso, mandou chamar Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, e eles foram levados à presença do rei (NAA), 14ele lhes disse: “Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, é verdade que vocês se recusam a servir meus deuses e a adorar a estátua que levantei? (NVT) 15Pois agora, quando vocês ouvirem o som da trombeta, do pífaro, da cítara, da harpa, do saltério, da flauta dupla e de toda espécie de música, se vocês se dispuserem a prostrar-se em terra e a adorar a imagem que eu fiz, será melhor para vocês. Mas, se não a adorarem, serão imediatamente atirados numa fornalha em chamas. E que deus poderá livrá-los das minhas mãos?” (NVI)

(Dn 3.16-19) 16Sadraque, Mesaque e Abede-Nego responderam ao rei: “Ó Nabucodonosor, quanto a isto não precisamos nem responder (NAA). 17Se formos atirados na fornalha em chamas, o Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos, e ele nos livrará das suas mãos, ó rei (NVI). 18E mesmo que ele não nos livre, fique sabendo, ó rei, que não prestaremos culto aos seus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que o senhor levantou” (NAA). 19Nabucodonosor se enfureceu tanto com Sadraque, Mesaque e Abede-Nego que seu rosto ficou desfigurado de raiva. Então ordenou que a fornalha fosse aquecida sete vezes mais que de costume (NVT).

O Livramento na Fornalha de Fogo

(Dn 3.20-23) 20E ordenou que alguns dos soldados mais fortes do seu exército amarrassem Sadraque, Mesaque e Abede-Nego e os atirassem na fornalha em chamas. 21E os três homens, vestidos com seus mantos, calções, turbantes e outras roupas, foram amarrados e atirados na fornalha extraordinariamente quente. 22A ordem do rei era tão urgente e a fornalha estava tão quente que as chamas mataram os soldados que levaram Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, 23os quais caíram amarrados dentro da fornalha em chamas (NVI).

(Dn 3.24-25) 24Em seguida, o rei Nabucodonosor, muito espantado, se levantou depressa e perguntou aos seus conselheiros: “Não eram três os homens que amarramos e jogamos no fogo?” Eles responderam: “É verdade, ó rei” (NAA). 25Mas o rei disse: “Eu, porém, estou vendo quatro homens soltos, andando no meio do fogo! Não sofreram nenhum dano! E o aspecto do quarto é semelhante a um filho dos deuses” (NAA).

(Dn 3.26-27) 26Então Nabucodonosor aproximou-se da entrada da fornalha em chamas e gritou: “Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, servos do Deus Altíssimo, saiam! Venham aqui!” E Sadraque, Mesaque e Abede-Nego saíram do fogo (NVI). 27Os altos funcionários, os oficiais, os governadores e os conselheiros se juntaram ao redor deles e viram que o fogo não os havia tocado. Nem um fio de cabelo na cabeça deles estava chamuscado, e suas roupas não estavam queimadas. Nem sequer tinham cheiro de fumaça (NVT).

Deus é Exaltado por Nabucodonosor

(Dn 3.28-30) 28Disse então Nabucodonosor: “Louvado seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que enviou o seu anjo e livrou os seus servos! Eles confiaram nele, desafiaram a ordem do rei, preferindo abrir mão de sua vida a prestar culto e adorar a outro deus que não fosse o seu próprio Deus. 29Por isso eu decreto que todo homem de qualquer povo, nação e língua que disser alguma coisa contra o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja despedaçado e sua casa seja transformada em montes de entulho, pois nenhum outro deus é capaz de livrar alguém dessa maneira”. 30Então o rei promoveu Sadraque, Mesaque e Abede-Nego a melhores posições na província da Babilônia (NVI).

Profeta Ezequiel: Mensagem contra os Pastores Infiéis de Israel

(Ez 34.1-6) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 2“Filho do homem, profetize contra os pastores de Israel; profetize e diga-lhes: ‘Assim diz o Senhor Deus: ‘Ai dos pastores de Israel que apascentam a si mesmos! Será que os pastores não deveriam apascentar as ovelhas? 3Vocês comem a gordura, vestem-se da lã e matam as melhores ovelhas para comer, mas não apascentam o rebanho. 4Vocês não fortaleceram as fracas, não curaram as doentes, não enfaixaram as quebradas, não trouxeram de volta as desgarradas e não buscaram as perdidas, mas dominam sobre elas com força e tirania (NAA). 5Por não terem pastor, minhas ovelhas se espalharam e se tornaram presa fácil para qualquer animal selvagem (NVT). 6As minhas ovelhas andam desgarradas por todos os montes e por todas as colinas. As minhas ovelhas andam espalhadas por toda a terra, sem haver quem as procure ou quem as busque’(NAA).

(Ez 34.7-10) 7Por isso, pastores, ouçam a palavra do Senhor: 8“Juro pela minha vida”, palavra do Soberano, o Senhor: “Visto que o meu rebanho ficou sem pastor, foi saqueado e se tornou comida de todos os animais selvagens, e uma vez que os meus pastores não se preocuparam com o meu rebanho, mas cuidaram de si mesmos em vez de cuidarem do rebanho” (NVI), 9por isso, pastores, ouçam a palavra do Senhor: 10Assim diz o Senhor Deus: “Eis que estou contra os pastores e lhes pedirei contas das minhas ovelhas. Farei com que deixem de apascentar ovelhas, e não apascentarão mais a si mesmos. Livrarei as minhas ovelhas da sua boca, para que já não lhes sirvam de comida” (NAA).

Profeta Ezequiel: O Cuidado de Deus pelo seu Rebanho

(Ez 34.11-15) 11Pois assim diz o Senhor Soberano: “Eu mesmo procurarei minhas ovelhas e as encontrarei. 12Serei como o pastor que busca o rebanho espalhado. Encontrarei minhas ovelhas e as livrarei de todos os lugares para onde foram espalhadas naquele dia de nuvens e escuridão (NVT). 13Eu as farei sair das outras nações e as reunirei, trazendo-as dos outros povos para a sua própria terra. E as apascentarei nos montes de Israel, nos vales e em todos os povoados do país. 14Tomarei conta delas numa boa pastagem, e os altos dos montes de Israel serão a terra onde pastarão; ali se alimentarão num rico pasto nos montes de Israel (NVI). 15Eu mesmo cuidarei delas e lhes darei lugar para descansar”, diz o Senhor Soberano (NVT).

Profeta Ezequiel: Ovelhas Boas e Más

(Ez 34.16-19) 16“Procurarei as perdidas que se desgarraram e as trarei de volta. Enfaixarei as ovelhas feridas e fortalecerei as fracas. Destruirei, porém, as gordas e poderosas. Sim, eu as alimentarei, mas com juízo! (NVT) 17Quanto a você, meu rebanho, assim diz o Soberano Senhor: Julgarei entre uma ovelha e outra, e entre carneiros e bodes. 18Não lhes basta comerem em boa pastagem? Deverão também pisotear o restante da pastagem? Não lhes basta beberem água límpida? Deverão também enlamear o restante com os pés? 19Deverá o meu rebanho alimentar-se daquilo que vocês pisotearam e beber daquilo que vocês enlamearam com os pés? (NVI)

(Ez 34.20-21) 20Portanto, assim diz o Senhor Soberano: “Certamente julgarei entre as ovelhas gordas e as magras. 21Pois vocês, ovelhas gordas, empurraram, chifraram e não deram espaço para meu rebanho doente e faminto, até que o espalharam para terras distantes (NVT).

Profeta Ezequiel: O Pastor de Ovelhas (Alusão à Era Messiânica)

(Ez 34.22-24) 22Eu livrarei as minhas ovelhas, para que não mais sirvam de rapina, e julgarei entre ovelhas e ovelhas (NAA). 23Porei sobre elas um pastor, o meu servo Davi, e ele cuidará delas; cuidará delas e será o seu pastor. 24Eu, o Senhor, serei o seu Deus, e o meu servo Davi será o líder no meio delas. Eu, o Senhor, falei” (NVI).

(Ez 34.25-27) 25“Farei uma aliança de paz com as minhas ovelhas. Livrarei a terra de animais selvagens, para que as minhas ovelhas vivam em segurança no deserto e durmam nos bosques. 26Delas e dos lugares ao redor do meu monte, eu farei uma bênção. Farei descer a chuva a seu tempo; serão chuvas de bênção. 27As árvores do campo darão o seu fruto, e a terra dará as suas colheitas. As ovelhas estarão seguras na sua terra e saberão que eu sou o Senhor, quando eu quebrar o jugo que pesava sobre elas e as livrar das mãos dos que as escravizavam” (NAA).

(Ez 34.28-31) 28“Eles não serão mais saqueados pelas nações, nem os animais selvagens os devorarão. Viverão em segurança, e ninguém lhes causará medo. 29Eu lhes darei uma terra famosa por suas colheitas, e eles não serão mais vítimas de fome na terra nem carregarão a zombaria das nações (NVI). 30Desse modo, saberão que eu, o Senhor, seu Deus, estou com eles. E saberão que eles, o povo de Israel, são meu povo, diz o Senhor Soberano (NVT). 31Vocês são as minhas ovelhas, ovelhas do meu pasto. Vocês são o meu povo, e eu sou o seu Deus”, diz o Senhor Deus (NAA).

Profeta Ezequiel: Mensagem aos Montes de Israel

(Ez 36.1-2) 1“Filho do homem, profetize para os montes de Israel e diga: ‘Ó montes de Israel, ouçam a palavra do Senhor (NVI). 2Assim diz o Senhor Deus: ‘Os inimigos disseram a respeito de vocês: ‘Bem-feito!’, e também: ‘Os eternos lugares altos são nossa herança’ (NAA).

(Ez 36.3-4) 3“Por isso profetize e diga: ‘Assim diz o Soberano Senhor: ‘Por eles terem devastado e perseguido vocês por todos os lados de maneira que vocês se tornaram propriedade do restante das nações e objeto de conversa e de calúnia maliciosas de todos’ (NVI), 4por isso, ó montes de Israel, ouçam a palavra do Senhor Deus: Assim diz o Senhor Deus aos montes e às colinas, aos desfiladeiros e aos vales, aos lugares desertos e desolados e às cidades abandonadas, que se tornaram rapina e motivo de zombaria para o resto das nações vizinhas’ (NAA).

(Ez 36.5-6) 5Assim diz o Senhor Soberano: “A ira de meu zelo arde contra essas nações, especialmente contra Edom, porque me desprezaram completamente, se apossaram de minha terra com satisfação e a tomaram como despojo (NVT). 6Portanto, profetize a respeito da terra de Israel e diga aos montes e às colinas, aos desfiladeiros e aos vales: ‘Assim diz o Senhor Deus: ‘Eis que falo no meu zelo e no meu furor, porque vocês tiveram de suportar a zombaria das nações(NAA).

(Ez 36.7-12) 7Por isso assim diz o Soberano Senhor: “Juro de mão erguida que as nações ao redor também sofrerão zombaria. 8Mas vocês, ó montes de Israel, produzirão galhos e frutos para o meu povo Israel, pois ele logo virá para casa (NVI). 9Pois estou com vocês e lhes darei atenção. Seu solo será arado, e suas lavouras serão plantadas (NVT). 10Multiplicarei pessoas sobre vocês, toda a casa de Israel, sim, toda ela. As cidades serão habitadas e as ruínas serão reconstruídas (NAA). 11Multiplicarei tanto as pessoas como os animais. Ó montes de Israel, trarei gente para habitá-los outra vez! Eu os tornarei ainda mais prósperos que antes. Então vocês saberão que eu sou o Senhor (NVT). 12Farei com que pessoas, o meu povo de Israel, andem sobre vocês, ó montes. Eles tomarão posse de vocês, vocês serão a herança deles, e nunca mais deixarão que eles fiquem sem os seus filhos” (NAA).

(Ez 36.13-15) 13Assim diz o Senhor Soberano: “As outras nações zombam de você e dizem: ‘É uma terra que devora seu povo e os deixa sem filhos!’ (NVT). 14Certamente você não devorará mais as pessoas nem privará o seu povo dos seus filhos”, diz o Senhor Deus. 15“Não permitirei mais que você ouça a zombaria das nações ou tenha de suportar a vergonha dos povos. Nunca mais você deixará o seu povo sem os seus filhos”, diz o Senhor Deus (NAA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.