• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 334

334º Dia – 30 de Novembro

O NOVO TESTAMENTO

CIDADE DE ÉFESOContinuação da 1ª CARTA AOS CORÍNTIOS

Exortação Contra a Idolatria

(1Co 10.1-5) 1Ora, irmãos, não quero que vocês ignorem que os nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, 2e todos, em Moisés, foram batizados, tanto na nuvem como no mar. 3Todos eles comeram do mesmo alimento espiritual (NAA) 4e todos beberam da mesma água espiritual, pois beberam da rocha espiritual que os acompanhava, e essa rocha era Cristo. 5No entanto, Deus não se agradou da maioria deles, e seus corpos ficaram espalhados pelo deserto (NVT).

(1Co 10.6-7) 6Tais coisas aconteceram como advertência para nós, a fim de que não cobicemos o que é mau, como eles cobiçaram, 7nem adoremos ídolos, como alguns deles adoraram. Segundo as Escrituras, “todos comeram e beberam e se entregaram à farra” (NVT).

(1Co 10.8-12) 8E não devemos praticar a imoralidade sexual, como alguns deles praticaram, e morreram vinte e três mil pessoas num só dia. 9Também não devemos pôr Cristo à prova, como alguns deles puseram, e foram mortos por serpentes (NVT). 10Não fiquem murmurando, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador (NAA). 11Essas coisas que aconteceram a eles nos servem como exemplo. Foram escritas como advertência para nós, que vivemos no fim dos tempos (NVT). 12Por isso, aquele que pensa estar em pé veja que não caia (NAA).

(1Co 10.13-15) 13Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar (NVI). 14Portanto, meus amados, fujam da idolatria (NAA). 15Estou falando a pessoas sensatas; julguem vocês mesmos o que estou dizendo (NVI).

(1Co 10.16-17) 16Não é fato que o cálice da bênção que abençoamos é a comunhão do sangue de Cristo? E não é fato que o pão que partimos é a comunhão do corpo de Cristo? (NAA) 17E, embora sejamos muitos, todos comemos do mesmo pão, mostrando que somos um só corpo (NVT).

(1Co 10.18-22) 18Considerem o Israel segundo a carne. Não é verdade que aqueles que se alimentam dos sacrifícios são participantes do altar? 19O que quero dizer com isto? Que o que é sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Ou que o próprio ídolo tem algum valor? 20Não! Digo que as coisas que eles sacrificam são sacrificadas a demônios e não a Deus; e eu não quero que vocês estejam em comunhão com os demônios. 21Vocês não podem beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podem ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios (NAA). 22Acaso nos atreveremos a despertar o ciúme do Senhor? Somos mais fortes que ele? (NVT)

Fazei Tudo para a Glória de Deus

(1Co 10.23) 23“Todas as coisas são lícitas”, mas nem todas convêm; “todas as coisas são lícitas”, mas nem todas edificam (NAA).

(1Co 10.24-28) 24Ninguém busque o seu próprio interesse, e sim o de seu próximo (NAA). 25Comam de tudo o que se vende no mercado, sem fazer perguntas por causa da consciência, 26pois “do Senhor é a terra e tudo o que nela existe”. 27Se algum descrente o convidar para uma refeição e você quiser ir, coma de tudo o que lhe for apresentado, sem nada perguntar por causa da consciência. 28Mas se alguém lhe disser: “Isto foi oferecido em sacrifício”, não coma, tanto por causa da pessoa que o comentou, como da consciência (NVI).

(1Co 10.29-33) 29Talvez não seja uma questão de consciência para vocês, mas o é para a outra pessoa. Afinal, por que minha liberdade deve ser limitada por aquilo que outros pensam? 30Por que serei eu condenado se comer algo pelo qual dei graças a Deus? (NVT) 31Portanto, se vocês comem, ou bebem ou fazem qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus. 32Não se tornem motivo de tropeço nem para judeus, nem para gentios, nem para a Igreja de Deus (NAA), 33assim como também eu procuro agradar a todos em tudo que faço. Não faço apenas o que é melhor para mim; faço o que é melhor para os outros, a fim de que muitos sejam salvos (NVT).

(1Co 11.1) 1Sejam meus imitadores, como eu sou imitador de Cristo (NVT).

Os Dons Espirituais

(1Co 12.1-3) 1Irmãos, quanto aos dons espirituais, não quero que vocês sejam ignorantes (NVI). 2Vocês sabem que, quando eram gentios, se deixavam conduzir aos ídolos mudos, conforme vocês eram guiados (NAA). 3Por isso, quero que compreendam que ninguém que fala pelo Espírito de Deus amaldiçoa Jesus, e ninguém pode dizer que Jesus é Senhor a não ser pelo Espírito Santo (NVT).

(1Co 12.4-6) 4Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. 5Há diferentes tipos de Ministérios, mas o Senhor é o mesmo (NVI). 6E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos (ARA).

(1Co 12.7-11) 7A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum (NVI). 8Porque a um é dada, mediante o Espírito, a palavra da sabedoria; a outro, segundo o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento. 9A um é dada, no mesmo Espírito, a fé; a outro, no mesmo Espírito, dons de curar; 10a outro, operações de milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos. A um é dada a variedade de línguas e a outro, capacidade para interpretá-las (NAA). 11Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, conforme quer (NVI).

Um Corpo com Muitos Membros

(1Co 12.12-13) 12Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo muitos, formam um só corpo, assim também com respeito a Cristo. 13Pois em um só corpo todos nós fomos batizados em um único Espírito: quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um único Espírito (NVI).

(1Co 12.14-19) 14O corpo não é composto de um só membro, mas de muitos. 15Se o pé disser: “Porque não sou mão, não pertenço ao corpo”, nem por isso deixa de fazer parte do corpo. 16E se o ouvido disser: “Porque não sou olho, não pertenço ao corpo”, nem por isso deixa de fazer parte do corpo. 17Se todo o corpo fosse olho, onde estaria a audição? Se todo o corpo fosse ouvido, onde estaria o olfato? 18De fato, Deus dispôs cada um dos membros no corpo, segundo a sua vontade. 19Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? (NVI)

(1Co 12.20-25) 20Assim, há muitos membros, mas um só corpo (NVI). 21Os olhos não podem dizer à mão: “Não precisamos de você”. E a cabeça não pode dizer aos pés: “Não preciso de vocês” (NAA). 22Ao contrário, algumas partes do corpo que parecem mais fracas são as mais necessárias. 23E as partes que consideramos menos honrosas são as que tratamos com mais atenção. Assim, protegemos cuidadosamente as partes que não devem ser vistas (NVT), 24ao passo que os nossos membros nobres não têm necessidade disso. Contudo, Deus coordenou o corpo, concedendo muito mais honra àquilo que menos tinha (NAA), 25a fim de que não haja divisão no corpo, mas, sim, que todos os membros tenham igual cuidado uns pelos outros.

(1Co 12.26-27) 26Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele; quando um membro é honrado, todos os outros se alegram com ele. 27Ora, vocês são o corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente, é membro desse corpo (NVI).

(1Co 12.28-31) 28Assim, na Igreja, Deus estabeleceu primeiramente Apóstolos; em segundo lugar, Profetas; em terceiro lugar, Mestres; depois os que realizam milagres, os que têm dom de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas. 29São todos Apóstolos? São todos Profetas? São todos Mestres? Têm todos o dom de realizar milagres? 30Têm todos dons de curar? Falam todos em línguas? Todos interpretam? (NVI) 3Entretanto, procurem, com zelo, os melhores dons. E eu passo a mostrar-lhes um caminho ainda mais excelente (NAA).

O Caminho do Amor

(1Co 13.1-3) 1Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine (ACF). 2Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei (NVI). 3Se desse tudo que tenho aos pobres e até entregasse meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, de nada me adiantaria (NVT).

(1Co 13.4-8) 4O amor é paciente e bondoso. O amor não arde em ciúmes, não se envaidece, não é orgulhoso, 5não se conduz de forma inconveniente, não busca os seus interesses, não se irrita, não se ressente do mal. 6O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. 7O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta 8O amor jamais acaba. Havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará (NAA).

(1Co 13.9-10) 9Agora nosso conhecimento é parcial e incompleto, e até mesmo o dom da profecia revela apenas uma parte do todo. 10Mas, quando vier o que é perfeito, essas coisas imperfeitas desaparecerão (NVT).

(1Co 13.11-13) 11Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino. 12Porque agora vemos como num espelho, de forma obscura; depois veremos face a face. Agora meu conhecimento é incompleto; depois conhecerei como também sou conhecido. 13Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior deles é o amor (NAA).

Profecias e Línguas Estranhas

(1Co 14.1-4) 1Sigam o amor e procurem com zelo os dons espirituais, principalmente o de profetizar. 2Pois quem fala em línguas não fala para as pessoas, mas fala para Deus; ninguém o entende, pois, por meio do Espírito, fala mistérios. 3Mas o que profetiza fala para as pessoas, edificando, exortando e consolando. 4O que fala em línguas a si mesmo edifica, mas o que profetiza edifica a Igreja (NAA).

(1Co 14.5) 5Gostaria que todos vocês falassem em línguas, mas gostaria ainda mais que todos profetizassem. Pois a profecia é superior a falar em línguas, a menos que alguém interprete o que vocês dizem para que toda a Igreja seja fortalecida (NVT).

(1Co 14.6) 6Irmãos, se eu for visitá-los e falar em línguas, em que isso os ajudará? Mas, se eu lhes trouxer uma revelação, um conhecimento especial, uma profecia ou um ensinamento, isso lhes será proveitoso (NVT).

(1Co 14.7-9) 7Até mesmo instrumentos inanimados como a flauta ou a harpa precisam soar as notas com clareza; do contrário, ninguém reconhecerá a melodia. 8E, se a trombeta não emitir um toque nítido, como os soldados saberão que estão sendo convocados para a batalha? 9O mesmo acontece com vocês. Se usarem palavras incompreensíveis, como alguém saberá o que estão dizendo? Será o mesmo que falar ao vento (NVT).

(1Co 14.10-12) 10Sem dúvida, há diversos idiomas no mundo; todavia, nenhum deles é sem sentido. 11Portanto, se eu não entender o significado do que alguém está falando, serei estrangeiro para quem fala, e ele, estrangeiro para mim. 12Assim acontece com vocês. Visto que estão ansiosos por terem dons espirituais, procurem crescer naqueles que trazem a edificação para a Igreja (NVI).

(1Co 14.13-17) 13Por isso, quem fala em língua, ore para que a possa interpretar. 14Pois, se oro em língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera. 15Então, que farei? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento (NVI). 16Pois, se louvarem apenas no espírito, como poderão louvar com vocês aqueles que não os entendem? Como poderão agradecer com vocês se não entendem o que estão dizendo? (NVT) 17A sua oração de agradecimento pode ser muito boa, mas o outro não é edificado (NAA).

(1Co 14.18-19) 18Dou graças a Deus, porque falo em línguas mais do que todos vocês. 19Contudo, na Igreja prefiro falar cinco palavras com o meu entendimento, para instruir os outros, do que falar dez mil palavras em línguas (NAA).

(1Co 14.20-22) 20Irmãos, não sejam meninos no entendimento. Quanto à maldade, sim, sejam crianças; mas, quanto ao entendimento, sejam pessoas maduras (NAA). 21Pois as Escrituras dizem: “‘Falarei a este povo em línguas estranhas e por meio de lábios estrangeiros. Mesmo assim, este povo não me ouvirá’, diz o Senhor” (NVT). 22Portanto, as línguas constituem um sinal não para os que creem, mas para os que não creem; a profecia, no entanto, não é para os que não creem, e sim para os que creem (NAA).

(1Co 14.23-25) 23Ainda assim, se descrentes ou pessoas que não entendem essas coisas entrarem na reunião de sua Igreja e ouvirem todos falarem em línguas, pensarão que vocês são loucos. 24Mas, se todos vocês estiverem profetizando e descrentes ou pessoas que não entendem essas coisas entrarem na reunião, serão convencidos do pecado e julgados por aquilo que vocês disserem. 25Ao ouvirem, os pensamentos secretos deles serão revelados, e eles cairão de joelhos e adorarão a Deus, declarando: “De fato, Deus está aqui no meio de vocês” (NVT).

Ordem no Culto

(1Co 14.26) 26Portanto, que diremos, irmãos? Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da Igreja (NVI).

(1Co 14.27-28) 27Se, porém, alguém falar em língua, devem falar dois, no máximo três, e alguém deve interpretar (NVI). 28Mas, se não houver alguém que possa interpretar, devem permanecer calados na reunião da Igreja, falando com Deus em particular (NVT).

(1Co 14.29-31) 29Tratando-se de Profetas, falem dois ou três, e os outros julguem cuidadosamente o que foi dito. 30Se alguém estiver profetizando e outra pessoa receber uma revelação, quem está falando deve se calar. 31Desse modo, todos que profetizam terão sua vez de falar, um depois do outro, para que todos sejam instruídos e encorajados (NVT).

(1Co 14.32-33) 32Os espíritos dos Profetas estão sujeitos aos próprios Profetas (ARA); 33aporque Deus não é Deus de confusão, e sim de paz.

(1Co 14.36-38) 36Ou vocês pensam que a palavra de Deus se originou entre vocês? Acaso são os únicos aos quais ela foi entregue? 37Se alguém afirma ser Profeta ou se considera espiritual, será o primeiro a reconhecer que o que lhes digo é uma ordem do Senhor. 38Se alguém ignorar esse fato, ele mesmo será ignorado (NVT).

(1Co 14.39-40) 39Portanto, meus irmãos, procurem com zelo o dom de profetizar e não proíbam que se fale em línguas. 40Tudo, porém, seja feito com decência e ordem (NAA).

(1Co 14.33-35) 33bComo em todas as Igrejas dos santos (NAA), 34as mulheres devem permanecer em silêncio durante as reuniões da Igreja. Não é apropriado que falem. Devem ser submissas, como diz a Lei. 35Se tiverem alguma pergunta, devem fazê-la ao marido, em casa, pois não é apropriado que as mulheres falem nas reuniões da Igreja (NVT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.