• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 358

358º Dia – 24 de Dezembro

O NOVO TESTAMENTO

LOCAL INCERTO – Continuação da CARTA AOS HEBREUS

A Plena Certeza da Fé

(Hb 10.19-22) 19Portanto, irmãos, por causa do sangue de Jesus, podemos entrar com toda confiança no Lugar Santíssimo (NVT), 20pelo novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, isto é, pela sua carne (NAA). 21E, uma vez que temos um Sumo Sacerdote que governa sobre a Casa de Deus, 22entremos com coração sincero e plena confiança, pois nossa consciência culpada foi purificada, e nosso corpo, lavado com água pura (NVT).

(Hb 10.23-25) 23Apeguemo-nos firmemente, sem vacilar, à esperança que professamos, porque Deus é fiel para cumprir sua promessa. 24Pensemos em como motivar uns aos outros na prática do amor e das boas obras (NVT). 25Não deixemos de nos reunir como Igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos nos encorajar uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia (NVI).

(Hb 10.26-31) 26Se continuamos a pecar deliberadamente depois de ter recebido o conhecimento da verdade, já não há sacrifício que cubra esses pecados (NVT), 27mas tão somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus (NVI). 28Pois quem se recusava a obedecer à Lei de Moisés era morto sem misericórdia, com base no depoimento de duas ou três testemunhas (NVT), 29imaginem quanto mais severo deve ser o castigo daquele que pisou o Filho de Deus, profanou o sangue da aliança com o qual foi santificado e insultou o Espírito da graça! (NAA) 30Pois conhecemos aquele que disse: “A vingança cabe a mim; eu lhes darei o que merecem”. E também: “O Senhor julgará o seu povo” (NVT). 31Terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo! (NVI)

(Hb 10.32-35) 32Lembrem-se dos primeiros dias, quando foram iluminados, e de como permaneceram firmes apesar de muita luta e sofrimento (NVT). 33Em certos momentos vocês foram transformados em espetáculo, tanto para serem insultados quanto para serem maltratados; em outros vocês se tornaram coparticipantes com aqueles que foram tratados assim (NAA). 34Vocês se compadeceram dos que estavam na prisão e aceitaram alegremente o confisco dos seus próprios bens, pois sabiam que possuíam bens superiores e permanentes. 35Por isso, não abram mão da confiança que vocês têm; ela será ricamente recompensada (NVI).

(Hb 10.36-39) 36Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que ele prometeu; 37pois em breve, muito em breve “Aquele que vem virá, e não demorará. 38Mas o meu justo viverá pela fé. E, se retroceder, não me agradarei dele” (NVI). 39Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição, mas somos da fé, para a preservação da alma (NAA).

Vivendo pela Fé

(Hb 11.1-3) 1Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se veem (NAA). 2Foi pela fé que as pessoas do passado conseguiram a aprovação de Deus (NTLH). 3Pela fé, entendemos que o Universo foi formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não são visíveis (NAA).

(Hb 11.4) 4Pela fé, Abel ofereceu a Deus um sacrifício mais excelente do que Caim, pelo qual obteve testemunho de ser justo, tendo a aprovação de Deus quanto às suas ofertas. Por meio da fé, mesmo depois de morto, ainda fala (NAA).

(Hb 11.5) 5Pela fé, Enoque foi levado para o céu sem ver a morte; “ele desapareceu porque Deus o levou para junto de si”. Porque, antes de ser levado, ele era conhecido por agradar a Deus (NVT).

(Hb 11.6) 6De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que recompensa os que o buscam (NAA).

(Hb 11.7) 7Pela fé, Noé, divinamente instruído a respeito de acontecimentos que ainda não se viam e sendo temente a Deus, construiu uma arca para a salvação de sua família. Assim, ele condenou o mundo e se tornou herdeiro da justiça que vem da fé (NAA).

(Hb 11.8-10) 8Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber como herança; e partiu sem saber para onde ia (NAA). 9Pela fé ele morou como estrangeiro na terra que Deus lhe havia prometido (NTLH), habitando em tendas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa (NAA). 10Abraão esperava confiantemente pela cidade de alicerces eternos, planejada e construída por Deus (NVT).

(Hb 11.11-12) 11Pela fé, até mesmo Sara, embora estéril e idosa, pôde ter um filho. Ela creu que Deus era fiel para cumprir sua promessa (NVT). 12Assim, daquele homem já sem vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar (NVI).

(Hb 11.13-16) 13Todos eles morreram na fé e, embora não tenham recebido todas as coisas que lhes foram prometidas, as avistaram de longe e de bom grado as aceitaram. Reconheceram que eram estrangeiros e peregrinos neste mundo. 14Evidentemente, quem fala desse modo espera ter sua própria pátria. 15Se quisessem, poderiam ter voltado à terra de onde saíram, 16mas buscavam uma pátria superior, um lar celestial. Por isso Deus não se envergonha de ser chamado o Deus deles, pois lhes preparou uma cidade (NVT).

(Hb 11.17-19) 17Pela fé, Abraão, ao ser posto à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Abraão, que havia recebido as promessas, estava disposto a sacrificar seu único filho (NVT), 18do qual havia sido dito: “A sua descendência virá por meio de Isaque”. 19Abraão considerou que Deus era poderoso até para ressuscitar Isaque dentre os mortos, de onde também figuradamente o recebeu de volta (NAA).

(Hb 11.20-22) 20Pela fé, igualmente Isaque abençoou Jacó e Esaú, a respeito de coisas que ainda estavam para vir (NAA). 21Pela fé, Jacó, prestes a morrer, abençoou cada um dos filhos de José e se curvou para adorar, apoiado em seu cajado (NVT). 22Pela fé, José, próximo do seu fim, fez menção do êxodo dos filhos de Israel, bem como deu ordens a respeito de seus próprios ossos (NAA).

(Hb 11.23-26) 23Pela fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum e não temeram o decreto do rei (NVI). 24Pela fé, Moisés, sendo homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, 25preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado (NAA). 26Considerou melhor sofrer por causa do Cristo do que possuir os tesouros do Egito, pois tinha em vista sua grande recompensa (NVT).

(Hb 11.27-29) 27Pela fé, Moisés abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a ira do rei, pois permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível (NAA). 28Pela fé, ordenou que o povo de Israel celebrasse a Páscoa e aspergisse com sangue os batentes das portas, para que o anjo da morte não matasse seus filhos mais velhos. 29Pela fé, o povo de Israel atravessou o mar Vermelho, como se estivesse em terra seca. Quando os egípcios tentaram segui-los, morreram todos afogados (NVT).

(Hb 11.30-31) 30Pela fé, o povo marchou ao redor de Jericó durante sete dias, e suas muralhas caíram. 31Pela fé, a prostituta Raabe não foi morta com os habitantes de sua cidade que se recusaram a obedecer, pois ela acolheu em paz os espiões (NVT).

(Hb 11.32-34) 32E que mais direi? Certamente me faltará o tempo necessário para falar de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas (NAA), 33os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas, fecharam a boca de leões, 34apagaram o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros (NVI).

(Hb 11.35-38) 35Houve mulheres que, pela ressurreição, tiveram de volta os seus mortos. Uns foram torturados e recusaram ser libertados, para poderem alcançar uma ressurreição superior; 36outros enfrentaram zombaria e açoites; outros ainda foram acorrentados e colocados na prisão (NVI). 37Alguns morreram apedrejados, outros foram serrados ao meio, e outros ainda, mortos à espada. Alguns andavam vestidos com peles de ovelhas e cabras, necessitados, afligidos e maltratados. 38Este mundo não era digno deles. Vagaram por desertos e montes, escondendo-se em cavernas e buracos na terra (NVT).

(Hb 11.39-40) 39Todos eles obtiveram aprovação por causa de sua fé; no entanto, nenhum deles recebeu tudo que havia sido prometido (NVT). 40Deus havia planejado algo melhor para nós, para que conosco fossem eles aperfeiçoados (NVI).

Jesus, o Autor e Consumador da nossa Fé

(Hb 12.1-3) 1Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta (NVI), 2olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, sem se importar com a vergonha, e agora está sentado à direita do trono de Deus (NAA). 3Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem (NVI).

A Disciplina de Deus

(Hb 12.4-6) 4Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue (NVI). 5Acaso vocês se esqueceram das palavras de ânimo que Deus lhes dirigiu como filhos dele? Ele disse: “Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor; não desanime quando ele o corrigir (NVT), 6pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho” (NVI).

(Hb 12.7-8) 7Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Ora, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? (NVI) 8Se Deus não os disciplina como faz com todos os seus filhos, significa que vocês não são filhos de verdade, mas ilegítimos (NVT).

(Hb 12.9-11) 9Além disso, tínhamos os nossos pais humanos, que nos corrigiam, e nós os respeitávamos. Será que, então, não nos sujeitaremos muito mais ao Pai espiritual, para vivermos? (NAA) 10Pois nossos pais nos disciplinaram por alguns anos como julgaram melhor, mas a disciplina de Deus é sempre para o nosso bem, a fim de que participemos de sua santidade. 11Nenhuma disciplina é agradável no momento em que é aplicada; ao contrário, é dolorosa. Mais tarde, porém, produz uma colheita de vida justa e de paz para os que assim são corrigidos (NVT).

(Hb 12.12-13) 12Portanto, revigorem suas mãos cansadas e seus joelhos enfraquecidos (NVT). 13“Façam caminhos retos para os seus pés”, para que o manco não se desvie; antes, seja curado (NVI).

(Hb 12.14) 14Procurem viver em paz com todos e busquem a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (NAA).

(Hb 12.15-17) 15Cuidem uns dos outros para que nenhum de vocês deixe de experimentar a graça de Deus. Fiquem atentos para que não brote nenhuma raiz venenosa de amargura que cause perturbação, contaminando muitos (NVT). 16E cuidem para que não haja nenhum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por um prato de comida, vendeu o seu direito de primogenitura. 17Vocês sabem também que, posteriormente, querendo herdar a bênção, foi rejeitado, pois não achou lugar de arrependimento, embora, com lágrimas, o tivesse buscado (NAA).

Um Reino Inabalável

(Hb 12.18-21) 18Vocês não chegaram ao monte que se podia tocar, e que estava em chamas, nem às trevas, à escuridão, nem à tempestade, 19ao soar da trombeta e ao som de palavras tais que os ouvintes rogaram que nada mais lhes fosse dito; 20pois não podiam suportar o que lhes estava sendo ordenado: “Até um animal, se tocar no monte, deve ser apedrejado”. 21O espetáculo era tão terrível que até Moisés disse: “Estou apavorado e trêmulo!” (NVI)

(Hb 12.22-24) 22Vocês, porém, chegaram ao monte Sião, à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, aos incontáveis milhares de anjos em alegre reunião (NVT), 23à Igreja dos primogênitos, cujos nomes estão escritos nos céus. Vocês chegaram a Deus, juiz de todos os homens, aos espíritos dos justos aperfeiçoados (NVI), 24a Jesus, o Mediador da nova aliança, e ao sangue aspergido, que fala de coisas melhores do que falava o sangue de Abel (NVT).

(Hb 12.25) 25Tenham cuidado para não se recusarem a ouvir aquele que fala. Porque, se aqueles que se recusaram a ouvir o mensageiro terreno não escaparam, certamente não escaparemos se rejeitarmos aquele que nos fala do céu (NVT).

(Hb 12.26-27) 26Naquele tempo, a voz dele abalou a terra, mas agora ele promete, dizendo: “Mais uma vez eu farei tremer não só a terra, mas também o céu”. 27Ora, as palavras “mais uma vez” significam a remoção dessas coisas abaladas, ou seja, das coisas criadas, para que permaneçam as coisas que não podem ser abaladas (NAA).

(Hb 12.28-29) 28Visto que recebemos um reino inabalável, guardemos bem esta graça. Por ela, sirvamos a Deus de modo que lhe seja agradável, com submissão e temor (BJ), 29pois o nosso “Deus é fogo consumidor!” (NVI)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.