• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 037

37º Dia – 6 de Fevereiro

O POVO DE ISRAEL NO DESERTO DO SINAI

CENÁRIO HISTÓRICO: A Construção do Tabernáculo (Aproximadamente 1.462 a.C.)CURIOSIDADES

  • Miriã com 94 anos (Irmã de Moisés)
  • Arão com 84 anos (Irmão de Moisés)
  • Moisés com 81 anos
  • Gérson com 39 anos (Filho de Moisés)
  • Calebe com 39 anos
  • Eliézer com 36 anos (Filho de Moisés)
  • Nadabe com 36 anos (Filho de Arão)
  • Abiú com 33 anos (Filho de Arão)
  • Eleazar com 30 anos (Filho de Arão)
  • Itamar com 27 anos (Filho de Arão)
  • Josué com 20 anos
  • Finéias com 5 anos (Filho de Eleazar e Neto de Arão)

DESERTO DO SINAI

Os Profissionais para a Construção do Tabernáculo

(Ex 36.1) 1O Senhor Yahweh deu sabedoria a Bezalel, a Aoliabe e aos demais artesãos talentosos e os capacitou com habilidade e entendimento para realizarem todas as tarefas relacionadas à construção do Tabernáculo. Eles o construirão conforme o Senhor Yahweh ordenou (NVT).

(Ex 35.30-35) 30Então Moisés disse ao povo de Israel: “O Senhor Yahweh escolheu especificamente Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, da tribo de Judá. 31O Senhor encheu Bezalel com o Espírito de Deus Elohym e lhe deu grande sabedoria, habilidade e perícia para trabalhos artísticos de todo tipo (NVT), 32para elaborar desenhos e trabalhar em ouro, em prata, em bronze (NAA), 33para talhar e lapidar pedras, entalhar madeira para todo tipo de obra artesanal” (NVI). 34O Senhor capacitou tanto Bezalel como Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, para ensinarem suas aptidões a outros (NVT)35A todos esses deu capacidade para realizar todo tipo de obra como artesãos, projetistas, bordadores de linho fino e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, e como tecelões. Eram capazes para projetar e executar qualquer trabalho artesanal (NVI).

(Ex 36.2-7) 2Moisés chamou Bezalel, Aoliabe e todos os homens hábeis em cujo coração o Senhor Yahweh tinha posto sabedoria, isto é, todos os homens cujo coração os impeliu a vir e fazer a obra (NAA). 3Moisés lhes deu os materiais doados pelos israelitas como ofertas para a construção do Santuário. O povo, porém, continuava a trazer voluntariamente mais ofertas todas as manhãs (NVT). 4Todos os peritos que realizavam os trabalhos do Santuário, interrompendo cada um a tarefa que estava fazendo, vieram (BJ) 5e disseram a Moisés: “O povo está trazendo mais do que o suficiente para realizar a obra que o Senhor Yahweh ordenou” (NVI). 6Então Moisés deu a seguinte ordem, que foi transmitida a todo o acampamento: “Homens e mulheres, não preparem mais ofertas para o Santuário. Temos o suficiente!” Assim, o povo parou de trazer suas ofertas (NVT), 7pois o que já haviam recebido era mais que suficiente para realizar toda a obra (NVI).

A Arca da Aliança

(Ex 37.1-5) 1Bezalel fez a Arca da Aliança de madeira de acácia; a arca media um metro e dez de comprimento por sessenta e seis centímetros de largura e sessenta e seis de altura. 2Ele a revestiu de ouro puro por dentro e por fora e pôs em toda a volta um remate de ouro. 3Fez quatro argolas de ouro e as colocou nos quatro pés da arca, ficando duas argolas de cada lado (NTLH). 4Depois fez varas de madeira de acácia e revestiu-as de ouro (NVI). 5Passou-as por dentro das argolas dos lados da arca para transportá-la (NVT).

O PropiciatórioA Tampa da Arca da Aliança

(Ex 37.6-9) 6Bezalel fez uma tampa de ouro puro de um metro e dez de comprimento por sessenta e seis centímetros de largura (NTLH). 7Fez dois querubins de ouro batido e colocou um em cada extremidade da tampa. 8Modelou o querubim em cada extremidade da tampa de modo a formar uma só peça de ouro com a tampa. 9Os querubins ficavam de frente um para o outro, com o rosto voltado para a tampa da arca. Estendiam suas asas sobre a tampa para cobri-la (NVT).

A Mesa para os Pães e seus Utensílios

(Ex 37.10-16) 10Bezalel fez uma mesa de madeira de acácia, com as seguintes medidas: oitenta e oito centímetros de comprimento por quarenta e quatro de largura e sessenta e seis de altura. 11Ele revestiu de ouro puro a mesa e colocou um remate de ouro em volta dela (NTLH). 12Enfeitou-a com uma borda de oito centímetros de largura e com uma moldura de ouro ao redor da borda. 13Fez quatro argolas de ouro para a mesa e prendeu-as aos quatro cantos, junto aos quatro pés. 14Prendeu as argolas junto da borda para sustentar as varas usadas para transportar a mesa. 15Fez essas varas de madeira de acácia e revestiu-as com ouro (NVT). 16E de ouro puro fez os utensílios para a mesa: seus pratos e recipientes para incenso, tigelas e as bacias nas quais se derramam as ofertas de bebidas (NVI).

O Candelabro

(Ex 37.17-22) 17Bezalel fez um candelabro de ouro puro batido. Todo o candelabro e seus enfeites formavam uma só peça: a base, a haste central, as lâmpadas, os botões e as flores (NVT). 18Dos seus lados saíam seis braços, três de um lado e três do outro (NTLH). 19Havia três taças com formato de flor de amêndoa, num dos braços, cada uma com botão e flor, e três taças com formato de flor de amêndoa no braço seguinte, cada uma com botão e flor. Assim será com os seis braços que saem do candelabro (NVI). 20A haste central do candelabro tinha quatro lâmpadas em forma de flor de amendoeira, cada uma com botões e flores. 21Havia um botão de amendoeira debaixo de cada par dos seis ramos que saíam da haste central. 22Os botões de amendoeira e os ramos formavam uma só peça com a haste central e eram feitos de ouro puro batido (NVT).

(Ex 37.23-24) 23Fez também sete lâmpadas para o candelabro, cortadores de pavio e apagadores, todos de ouro puro (NVT). 24Ele usou trinta e quatro quilos de ouro puro para fazer o candelabro e todas as peças que o acompanhavam (NTLH).

O Altar de Incenso

(Ex 37.25-28) 25Depois, Bezalel usou madeira de acácia para construir o altar de incenso. Ele o fez quadrado, com quarenta e cinco centímetros de lado e noventa centímetros de altura, com pontas em forma de chifre nos cantos entalhados da mesma peça de madeira que o altar. 26Revestiu o topo, os lados e as pontas do altar com ouro puro e fez uma moldura de ouro ao seu redor. 27Fez duas argolas de ouro e prendeu-as nos lados opostos do altar, debaixo da moldura de ouro, para sustentar as varas usadas para transportá-lo. 28Fez as varas de madeira de acácia e revestiu-as com ouro (NVT).

O Véu no Lugar Santíssimo

(Ex 36.35-36) 35Para o interior do Tabernáculo, Bezalel confeccionou uma cortina especial de linho fino, trançado com fios de tecido azul, roxo e vermelho e com querubins bordados com habilidade (NVT). 36Para segurarem essa cortina, foram feitos quatro colunas de madeira de acácia revestidos de ouro; os prendedores das cortinas eram de ouro, e as quatro bases das suas colunas eram de prata (NTLH).

As Tábuas e suas Bases

(Ex 36.20-30) 20Fizeram também de madeira de acácia as tábuas para o Tabernáculo, as quais eram colocadas verticalmente. 21Cada uma das armações media quatro metros e quarenta e cinco de altura por sessenta e sete centímetros de largura (NTLH). 22Cada tábua tinha dois encaixes, para que se pudesse unir uma tábua à outra; assim fizeram com todas as tábuas do Tabernáculo. 23No preparar as tábuas para o Tabernáculo, colocaram vinte delas para o lado sul. 24Fizeram também quarenta bases de prata debaixo das vinte tábuas: duas bases debaixo de uma tábua para os seus dois encaixes e duas bases debaixo de outra tábua para os seus dois encaixes. 25Também fizeram vinte tábuas ao outro lado do Tabernáculo, para o lado norte, 26com as suas quarenta bases de prata: duas bases debaixo de uma tábua e duas bases debaixo de outra tábua. 27Para o lado posterior do Tabernáculo, o lado oeste, fizeram seis tábuas. 28Fizeram também duas tábuas para os cantos do Tabernáculo, na parte posterior, 29as quais, por baixo, estavam separadas, mas, em cima, se ajustavam à primeira argola; assim se fez com as duas tábuas nos dois cantos. 30Assim eram as oito tábuas com as suas bases de prata, dezesseis bases: duas bases debaixo de uma tábua e duas debaixo de outra tábua (NAA).

Os Travessões do Tabernáculo

(Ex 36.31-34) 31Em seguida, fez travessões de madeira de acácia para ligar as tábuas, cinco travessões para o lado norte do Tabernáculo, 32e cinco travessões para o lado sul. Fez também cinco travessões para a parte de trás do Tabernáculo, que ficava virada para o oeste. 33Fez o travessão central ligado a meia altura às tábuas, estendendo-se de uma ponta à outra do Tabernáculo. 34Revestiu as tábuas com ouro e fez argolas de ouro para sustentar os travessões. Depois, revestiu com ouro os travessões (NVT).

As Cortinas de Linho

(Ex 36.8-13) 8Todos os homens capazes dentre os trabalhadores fizeram o Tabernáculo com dez cortinas internas de linho fino trançado e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, com os querubins bordados sobre eles (NVI). 9Todas as cortinas eram do mesmo tamanho, medindo doze metros e meio de comprimento por um metro e oitenta de largura. 10Eles costuraram cinco delas umas nas outras, formando assim uma só peça; e fizeram a mesma coisa com as outras cinco (NTLH). 11Fizeram laçadas de pano azul na borda da cortina que estava na extremidade do primeiro agrupamento; e fizeram o mesmo com a borda da cortina que estava na extremidade do segundo agrupamento. 12Fizeram cinquenta laçadas numa cortina, e cinquenta laçadas na outra cortina na extremidade do segundo agrupamento; as laçadas eram contrapostas uma à outra (NAA). 13Em seguida, fez cinquenta colchetes de ouro e prendeu as cortinas longas uma à outra. Desse modo, o Tabernáculo foi formado de uma só peça contínua (NVT).

As Cortinas de Pelos de Cabra

(Ex 36.14-18) 14De onze pedaços de pano feito de pêlos de cabra fizeram uma cobertura para o Tabernáculo. 15E fizeram todos os pedaços do mesmo tamanho, isto é, todos tinham treze metros e trinta de comprimento por um metro e oitenta de largura (NTLH). 16Costuraram cinco pedaços uns nos outros, formando uma peça, e os outros seis, formando outra peça. 17Fez cinquenta laços para a borda de cada cortina longa. 18Fez ainda cinquenta colchetes de bronze para prender as cortinas longas uma à outra. Desse modo, a cobertura da tenda foi formada de uma só peça contínua (NVT).

A Cobertura de Pele de Carneiro

(Ex 36.19) 19Por fim, completou a cobertura da tenda com uma camada protetora feita de peles de carneiro tingidas de vermelho e uma camada de couro fino (NVT).

A Cortina da Entrada do Tabernáculo

(Ex 36.37-38) 37Para a entrada do Tabernáculo foi feita uma cortina de tecido feito de linho fino e de fios de lã azul, púrpura e vermelha e enfeitada com bordados. 38Para segurarem essa cortina, foram feitos cinco colunas, com prendedores, e revestiram de ouro a parte de cima das colunas e os suportes das cortinas. E foram feitas cinco bases de bronze para as colunas (NTLH).

O Átrio

(Ex 38.9-20) 9Fez também o átrio ao lado meridional, que dá para o sul. As cortinas do átrio eram de linho fino retorcido, de quarenta e quatro metros de comprimento (NAA)10e eram penduradas em vinte colunas apoiadas firmemente em vinte bases de bronze. Pendurou as cortinas com ganchos e argolas de prata (NVT)11De igual modo para o lado norte havia cortinas de quarenta e quatro metros de comprimento; as suas vinte colunas e as suas vinte bases eram de bronze; os ganchos das colunas e as suas vigas superiores eram de prata. 12Para o lado oeste havia cortinas de vinte e dois metros; as suas colunas eram dez, e as suas bases eram dez; os ganchos das colunas e as suas vigas superiores eram de prata (NAA). 13O lado leste do átrio também tinha vinte e dois metros de comprimento (NVT)14As cortinas para um lado da entrada tinham seis metros e sessenta de comprimento; e as suas colunas eram três, e as suas bases, três. 15Para o outro lado da entrada do átrio, de um e de outro lado da entrada, havia cortinas de seis metros e sessenta de comprimento; as suas colunas eram três, e as suas bases, três. 16Todas as cortinas ao redor do átrio eram de linho fino retorcido. 17As bases das colunas eram de bronze; os ganchos das colunas e as suas vigas superiores eram de prata. 18O cortinado da porta do átrio era de obra de bordador, de pano azul, púrpura, carmesim e linho fino retorcido; o comprimento era de oito metros e oitenta, e a altura, na largura, era de dois metros e vinte, segundo a medida das cortinas do átrio. 19As suas quatro colunas e as suas quatro bases eram de bronze, os seus ganchos eram de prata, e o revestimento das suas cabeças e as suas vigas superiores eram de prata (NAA)20Todas as estacas usadas para sustentar o Tabernáculo e o átrio eram de bronze (NVT).

A Bacia de Bronze

(Ex 38.8) 8Bezalel fez a bacia de bronze e seu suporte de bronze com espelhos doados pelas mulheres que serviam à entrada do Tabernáculo (NVT).

O Altar de Bronze para os Holocaustos e seus Utensílios

(Ex 38.1-7) 1Fez também o altar do holocausto de madeira de acácia. Seu comprimento era de dois metros e vinte e a largura era de dois metros e vinte; o altar era quadrado. A altura era de um metro e trinta (NAA)2Fez uma ponta em forma de chifre para cada um dos quatro cantos, de modo que as pontas e o altar formavam uma só peça. Revestiu o altar com bronze. 3Depois, fez os utensílios do altar: baldes para recolher as cinzas, pás, bacias, garfos para a carne e braseiros, todos de bronze. 4Fez também uma grelha de bronze e a colocou a meia altura do altar, debaixo da borda. 5Fez quatro argolas de bronze e prendeu-as aos cantos da grelha de bronze, para sustentar as varas usadas para carregar o altar. 6Fez as varas de madeira de acácia e as revestiu com bronze. 7Por dentro das argolas dos dois lados do altar, passou as varas usadas para transportá-lo. O altar era oco e feito de tábuas (NVT).

O Óleo Sagrado e o Incenso

(Ex 37.29) 29Em seguida, preparou o óleo sagrado da unção e o incenso perfumado usando as técnicas de um perfumista (NVT).

1 thoughts on “Bíblia Cronológica – Versões | Dia 037”

  1. Bryan da silva França disse:

    Boa noite 🙌🙌

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.