• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 083

83º Dia – 24 de Março

O PERÍODO DE JUÍZES

CENÁRIO HISTÓRICO: Início da História de Noemi e Rute (Aproximadamente 1.278 a.C.)CURIOSIDADES

  • Boaz com 62 anos (Bisavô de Davi)
  • 38º ano de Eúde como Juiz sobre a Região de Gilgal

TERRA DE MOABE

(Rt 1.1-2) 1Nos dias em que os juízes governavam Israel, houve grande fome na terra. Por isso, um homem deixou seu lar, em Belém de Judá, e foi morar na terra de Moabe, levando consigo esposa e dois filhos (NVT)2O nome desse homem era Elimeleque, e o da sua mulher, Noemi. Os dois filhos se chamavam Malom e Quiliom. Essa família era de Efrata, um povoado que ficava perto de Belém de Judá. Eles foram para Moabe e ficaram morando ali (NTLH).

(Rt 1.3-5) 3Algum tempo depois, Elimeleque, o marido de Noemi, morreu, e ela ficou sozinha com os dois filhos. 4Estes se casaram com mulheres moabitas. O nome de uma delas era Orfa, e o nome da outra era Rute. E ficaram ali quase dez anos (NAA)5Depois disto, os dois rapazes também morreram e Noemi ficou completamente só, sem o marido e sem os filhos (BV).

CENÁRIO HISTÓRICO: Sangar e os Filisteus (Aproximadamente 1.273 a.C.)CURIOSIDADES

  • Boaz com 67 anos (Bisavô de Davi)
  • 43º ano de Eúde como Juiz sobre a Região de Gilgal

TERRA DOS FILISTEUS

(Jz 3.31) 31Depois de Eúde veio Sangar, filho de Anate, que matou seiscentos filisteus com uma aguilhada de bois; e também ele libertou Israel (NAA).

CENÁRIO HISTÓRICO: Continuação da História de Noemi e Rute (Aproximadamente 1.268 a.C.)CURIOSIDADES

  • Boaz com 72 anos (Bisavô de Davi)
  • 48º ano de Eúde como Juiz sobre a Região de Gilgal

TERRA DE MOABE

(Rt 1.6-13) 6Noemi soube em Moabe que o Senhor Yahweh havia abençoado seu povo, dando-lhe boas colheitas. Então Noemi e suas noras se prepararam para deixar Moabe. 7Ela partiu com suas noras do lugar onde havia morado e seguiram para a terra de Judá. 8A certa altura, porém, Noemi disse às noras: “Voltem para a casa de suas mães! Que o Senhor Yahweh as recompense pelo amor que demonstraram por seus maridos e por mim. 9Que o Senhor Yahweh as abençoe com a segurança de um novo casamento”. Então deu-lhes um beijo de despedida, e as três começaram a chorar em alta voz (NVT)10e lhe disseram: “Não! Nós iremos com a senhora para junto do seu povo” (NAA). 11Noemi, porém, respondeu: “Voltem, minhas filhas. Por que vocês viriam comigo? Acaso eu ainda poderia dar à luz outros filhos que cresceriam e se tornariam seus maridos? 12Não, minhas filhas, voltem, pois sou velha demais para me casar outra vez. E, mesmo que fosse possível eu me casar esta noite e ter filhos, o que aconteceria então? 13Vocês esperariam que eles crescessem, deixando assim de se casarem com outro homem? Claro que não, minhas filhas! Esta situação é muito mais amarga para mim do que para vocês, pois o próprio Senhor Yahweh está contra mim” (NVT).

(Rt 1.14-18) 14Choraram juntas mais uma vez e Orfa se despediu da sogra com um beijo, voltando para a casa de sua família; Rute, porém, insistiu em ficar junto com Noemi (BV). 15Então Noemi disse: “Veja! A sua cunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses. Vá você também com ela”. 16Porém Rute respondeu: “Não insista para que eu a deixe nem me obrigue a não segui-la! Porque aonde quer que você for, irei eu; e onde quer que pousar, ali pousarei eu. O seu povo é o meu povo, e o seu Deus Elohym é o meu Deus Elohym . 17Onde quer que você morrer, morrerei eu e aí serei sepultada. Que o Senhor Yahweh me castigue, se outra coisa que não seja a morte me separar de você” (NAA). 18Quando Noemi viu que Rute estava decidida a ir com ela, não insistiu mais (NVT).

CIDADE DE BELÉM DE JUDÁ O Regresso de Noemi e Rute

(Rt 1.19-22) 19Então as duas seguiram viagem. Quando chegaram a Belém, toda a cidade se agitou por causa delas. “Será que é mesmo Noemi?”, perguntavam as mulheres (NVT). 20Noemi, porém, lhes dizia: “Não me chamem Noemi. Chamem-me Mara, (Noemi significa agradável; Mara significa amarga) porque o Todo-Poderoso Senhor Todo-Poderoso El Shadday me trouxe amargura (BV). 21Quando saí daqui, eu era plena, mas o Senhor Yahweh me fez voltar vazia. Por que, então, querem me chamar de Noemi, se o Senhor Yahweh deu testemunho contra mim e o Senhor Shadday me afligiu?” 22Foi assim que Noemi voltou da terra de Moabe, com Rute, sua nora, a moabita. E chegaram a Belém no começo da colheita da cevada (NAA).

O Encontro de Rute e Boaz

(Rt 2.1-2) 1Havia em Belém um homem rico e respeitado chamado Boaz. Ele era parente de Elimeleque, o marido de Noemi. 2Certo dia, Rute, a moabita, disse a Noemi: “Deixe-me ir ao campo ver se alguém, em sua bondade, me permite recolher as espigas de cereal que sobrarem”. Noemi respondeu: “Está bem, minha filha, pode ir” (NVT).

(Rt 2.3-7) 3Rute saiu para colher espigas após os ceifeiros. Aconteceu de ela ir trabalhar num campo que pertencia a Boaz, parente de seu sogro, Elimeleque (NVT). 4Naquele exato momento, Boaz chegou de Belém e saudou os ceifeiros: “O Senhor Yahweh esteja com vocês!” Eles responderam: “O Senhor Yahweh te abençoe!” (NVI) 5Depois, Boaz perguntou ao servo encarregado dos ceifeiros: “De quem é essa moça?” 6O servo respondeu: “Essa é a moça moabita que veio com Noemi da terra de Moabe. 7Ela me pediu que a deixasse recolher espigas e ajuntá-las entre os feixes após os ceifeiros. Assim, ela veio e ficou aqui desde a manhã até agora. Só parou um pouco para descansar no abrigo” (NAA).

(Rt 2.8-13) 8Boaz foi até Rute e disse: “Ouça, minha filha. Quando for colher espigas, fique conosco; não vá a nenhum outro campo. Acompanhe as moças que trabalham para mim (NVT). 9Preste atenção e fique com elas no campo onde vão cortar espigas. Eu dei ordem aos empregados para não mexerem com você. Quando ficar com sede, beba da água que os empregados tirarem para beber” (NTLH). 10Rute se curvou diante dele, com o rosto no chão, e disse: “O que fiz para merecer tanta bondade? Sou apenas uma estrangeira!” (NVT). 11Boaz respondeu: “Contaram-me tudo o que você tem feito por sua sogra, depois que você perdeu o marido: como deixou seu pai, sua mãe e sua terra natal para viver com um povo que pouco conhecia. 12O Senhor Yahweh lhe retribua o que você tem feito! Que você seja ricamente recompensada pelo Senhor Yahweh , o Deus Elohym de Israel, sob cujas asas você veio buscar refúgio!” (NVI) 13Ela respondeu: “Espero que eu continue a receber sua bondade, meu senhor, pois me animou com suas palavras gentis, embora eu nem seja uma de suas servas” (NVT).

(Rt 2.14-18) 14Na hora do almoço, Boaz disse a Rute: “Venha aqui, pegue um pedaço de pão e molhe no vinho”. Então ela sentou-se ao lado dos trabalhadores, e Boaz lhe deu cevada torrada. Ela comeu até ficar satisfeita, e ainda sobrou (NTLH)15Quando Rute voltou ao trabalho, Boaz ordenou a seus servos: “Permitam que ela colha espigas entre os feixes e não a incomodem (NVT). 16Tirem também algumas espigas dos feixes e deixem cair, para que ela as apanhe, e não a repreendam”. 17E assim Rute esteve apanhando espigas naquele campo até de tarde. Depois debulhou o que havia apanhado, e foi quase vinte litros de cevada (NAA)18Pegou a cevada, voltou para a cidade e mostrou à sua sogra o quanto havia catado. Também lhe deu a comida que tinha sobrado do almoço (NTLH).

(Rt 2.19-23) 19Então Noemi perguntou: “Onde você foi colher hoje? Onde trabalhou? Bendito seja aquele que acolheu você com tanta generosidade!” E Rute contou à sua sogra onde havia trabalhado. E acrescentou: “O nome do homem com quem trabalhei hoje é Boaz”. 20Então Noemi disse à sua nora: “Que ele seja abençoado pelo Senhor Deus Yahweh , que não deixou de ser bondoso, nem para com os vivos nem para com os mortos”. E Noemi acrescentou: “Esse homem é nosso parente chegado e um dos nossos resgatadores” (NAA). 21Então Rute disse: “Além de tudo isso, ele disse que eu posso continuar trabalhando com os seus empregados até acabar a colheita”. 22Noemi respondeu: “É bom que você vá com as empregadas dele, minha filha. Pois, se fosse trabalhar na plantação de outro homem, você poderia ser humilhada” (NTLH). 23Assim Rute ficou com as servas de Boaz para recolher espigas, até acabarem as colheitas de cevada e de trigo. Entretanto, ela ficou morando com a sua sogra (NVI).

Boaz é o Resgatador de Noemi e Rute

(Rt 3.1-5) 1Um dia Noemi disse a Rute: “Minha filha, preciso arranjar um marido para você, a fim de que você tenha um lar (NTLH)2Esse Boaz, senhor das moças com quem você trabalhou, é nosso parente próximo. Hoje à noite, ele estará na eira, onde se debulha a cevada (NVT). 3Faça o seguinte: lave-se, ponha perfume e vista o seu melhor vestido. Depois vá até o lugar onde Boaz está trabalhando, mas não o deixe saber que você está ali, até que ele acabe de comer e de beber (NTLH)4Quando ele for dormir, repare bem o lugar onde ele vai se deitar. Então vá, descubra os pés dele e deite-se ali. Ele lhe dirá o que você deve fazer”. 5Rute respondeu: “Vou fazer tudo isso que a senhora está me dizendo” (NAA).

(Rt 3.6-13) 6Então Rute foi para a eira e fez conforme tudo o que a sua sogra lhe havia ordenado (NAA)7Quando Boaz terminou de comer e beber e estava alegre, foi deitar-se perto de um monte de grãos e pegou no sono. Rute se aproximou em silêncio, descobriu os pés dele e se deitou (NVT)8No meio da noite, o homem acordou de repente. Ele se virou e assustou-se ao ver uma mulher deitada a seus pés (NVI). 9Boaz perguntou: “Quem é você?” Ela respondeu: “Sou Rute, a sua serva. Estenda a sua capa sobre esta sua serva, porque o senhor é um resgatador” (NAA). 10Então Boaz exclamou: “O Senhor Yahweh a abençoe, minha filha! Você demonstra agora ainda mais lealdade por sua família que antes, pois não foi atrás de um homem mais jovem, seja rico ou pobre. 11Não se preocupe com nada, minha filha. Farei o que me pediu, pois toda a cidade sabe que você é uma mulher virtuosa. 12Mas, embora eu seja de fato um dos resgatadores de sua família, há outro homem que é parente mais próximo que eu. 13Fique aqui esta noite e pela manhã conversarei com ele. Se ele estiver disposto a resgatá-la, muito bem; que ele se case com você. Se não quiser, tão certo como vive o Senhor Yahweh , eu mesmo a resgatarei” (NVT).

(Rt 3.14-18) 14Rute ficou deitada aos pés de Boaz até de manhã, mas levantou-se antes de raiar o dia, pois Boaz tinha dito: “Ninguém deve saber que uma mulher esteve na eira” (NVT). 15Então Boaz disse: “Tire a sua capa e estenda no chão”. Ela estendeu, e ele despejou na capa uns vinte quilos de cevada e a ajudou a pôr no ombro. Aí Rute voltou para a cidade. 16Quando ela chegou em casa, a sua sogra perguntou: “Como foram as coisas, minha filha?” Rute contou tudo o que Boaz tinha feito por ela. E disse ainda: 17“Ele também me deu toda esta cevada e disse: ‘Não volte para casa sem levar alguma coisa para a sua sogra’(NTLH). 18Então Noemi disse: “Tenha paciência, minha filha, até sabermos o que vai acontecer. Boaz não descansará enquanto não resolver esta questão ainda hoje” (NVT).

Boaz Assume a responsabilidade sobre Noemi e Rute

(Rt 4.1-6) 1Boaz foi à porta da cidade e sentou-se ali. Nesse momento, ia passando o parente resgatador que ele havia mencionado. Boaz o chamou: “Venha cá e sente-se, amigo. Quero conversar com você”. O homem foi e se sentou (NVT). 2Boaz reuniu dez líderes da cidade e disse: “Sentem-se aqui”. E eles se sentaram (NVI)3Boaz disse ao resgatador: “Noemi, que voltou da terra dos moabitas, pôs à venda aquele pedaço de terra que foi de nosso parente Elimeleque. 4Então eu resolvi conversar com você sobre este assunto. Agora, se você quiser, compre essas terras na presença das autoridades do nosso povo e dos homens que estão sentados aqui. Mas, se não quiser, diga, pois o direito de comprar essas terras é primeiro seu e depois, meu”. O homem respondeu: “Eu compro as terras” (NTLH). 5Então Boaz lhe disse: “É claro que, ao comprar a propriedade de Noemi, você também deve se casar com Rute, a viúva moabita. Desse modo, ela poderá ter filhos que levem o nome de seu marido e mantenham a herança na família dele” (NVT). 6Então o homem respondeu: “Nesse caso, não vou usar o meu direito de comprar as terras, pois correria o risco de prejudicar a minha própria herança. Use você o meu direito; eu prefiro não fazer isso” (NTLH).

(Rt 4.8) 8“Compre você as terras”. Em seguida tirou a sandália e deu a Boaz (NTLH).

(Rt 4.7) 7Antigamente, em Israel, para que o resgate e a transferência de propriedade fossem válidos, a pessoa tirava a sandália e a dava ao outro. Assim oficializavam os negócios em Israel (NVI).

(Rt 4.9-12) 9Então Boaz anunciou aos líderes e a todo o povo ali presente: “Vocês hoje são testemunhas de que estou adquirindo de Noemi toda a propriedade de Elimeleque, de Quiliom e de Malom (NVI). 10E, junto com a propriedade, tomei como esposa Rute, a viúva moabita de Malom. Assim, ela poderá ter um filho que leve o nome da família de seu falecido marido e herde a propriedade da família aqui na cidade natal dele. Vocês hoje são testemunhas disso” (NVT). 11Os líderes e todos os que estavam na porta confirmaram: “Somos testemunhas! Faça o Senhor Yahweh com essa mulher que está entrando em sua família, como fez com Raquel e Lia, que juntas formaram as tribos de Israel. Seja poderoso em Efrata e ganhe fama em Belém! (NVI) 12Que, com os filhos que o Senhor Yahweh lhe der dessa jovem, a sua casa seja como a de Perez, o filho que Tamar deu a Judá” (NAA).

CENÁRIO HISTÓRICO: Casamento de Boaz e Rute e Nascimento de Obede (Avô de Davi) (Aproximadamente 1.260 a.C.)CURIOSIDADES

  • Boaz com 80 anos (Bisavô de Davi)
  • 56º ano de Eúde como Juiz sobre a Região de Gilgal

(Rt 4.13-15) 13Boaz levou Rute para a casa dele, e ela se tornou sua esposa. Quando Boaz teve relações com ela, o Senhor Yahweh permitiu que ela engravidasse, e ela deu à luz um filho (NVT)14Então as mulheres disseram a Noemi: “Bendito seja o Senhor Yahweh , que não deixou hoje de lhe dar um neto que será o seu resgatador. Que o nome dele venha a ser famoso em Israel! (NAA) 15Que ele restaure seu vigor e cuide de você em sua velhice, pois ele é filho de sua nora, que a ama e que tem sido melhor para você do que sete filhos!” (NVT).

(Rt 4.16-17) 16Noemi pegou o bebê, aninhou-o junto ao peito e passou a cuidar dele como se fosse seu filho (NVT)17As mulheres da vizinhança disseram: “Noemi tem um filho outra vez!”, e lhe deram o nome de Obede. Ele é o pai de Jessé, pai de Davi (NVT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.