• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 096

96º Dia – 6 de Abril

REINADO DE SAUL SOBRE TODO O ISRAEL

CENÁRIO HISTÓRICO: Aliança entre Davi e Jônatas (Aproximadamente 1.030 a.C.) CURIOSIDADES

  • Jessé com 125 anos de idade (Pai de Davi)
  • Samuel com 85 anos
  • Saul com 65 anos
  • 44º ano de Samuel como Juiz sobre Israel
  • 35º ano de Saul como rei em Israel
  • Is-Bosete com 35 anos (Filho de Saul)
  • Davi com 25 anos
  • Mefibosete recém-nascido (Filho de Jonatas e Neto de Saul)

CIDADE DE GIBEÁ

(1Sm 20.1-9) 1Então Davi fugiu da casa dos Profetas, em Ramá, foi até o lugar onde Jônatas estava e lhe perguntou: “O que foi que eu fiz? Qual é a minha culpa? E qual é o meu pecado diante de seu pai, que procura tirar-me a vida?” (NAA) 2Jônatas respondeu: “Que Deus Elohym não permita que você morra! O meu pai me conta tudo o que faz, seja importante ou não. Ele não esconderia isso de mim. Isso não é bem assim!” (NTLH) 3Então Davi respondeu enfaticamente: “Seu pai sabe muito bem que encontrei favor diante de você. Assim, ele resolveu que você não deve ficar sabendo disso, para não se entristecer. Mas tão certo como vive o Senhor Yahweh , e como você vive, Jônatas, há apenas um passo entre mim e a morte” (NAA). 4Jônatas perguntou: “O que posso fazer para ajudá-lo?” (NVT) 5Davi disse a Jônatas: “Amanhã é a Festa da Lua Nova, em que sem falta deveria assentar-me com o rei para comer. Mas deixe que eu vá embora, para me esconder no campo, até a tarde do terceiro dia. 6Se o seu pai notar a minha ausência, diga o seguinte: ‘Davi me pediu muito que o deixasse ir a toda pressa a Belém, sua cidade, porque lá será oferecido o sacrifício anual para toda a família’ (NAA). 7Se ele disser: ‘Está bem’, então você saberá que não corro perigo. Mas, se ele se enfurecer, você saberá que ele está decidido a me fazer mal. 8Mostre-me sua lealdade como amigo, pois assumimos um compromisso solene diante do Senhor Yahweh . Se, por acaso, você acha que cometi alguma ofensa contra seu pai, mate-me você mesmo, aqui e agora! Não é necessário me entregar a seu pai” (NVT). 9Disse Jônatas: “Nem pense nisso! Se eu tiver a menor suspeita de que meu pai está decidido a matá-lo, certamente eu o avisarei!” (NVI)

(1Sm 20.10-17) 10Davi perguntou: “Quem irá contar-me, se seu pai lhe responder asperamente?” (NVI) 11Jônatas respondeu: “Venha comigo, vamos até o campo”. Eles foram (NTLH)12Então Jônatas disse a Davi: “Prometo diante do Senhor Yahweh , o Deus Elohym de Israel, que amanhã ou, no máximo, depois de amanhã, a esta hora, conversarei com meu pai e avisarei você logo em seguida do que ele pensa a seu respeito. Se ele falar a seu respeito de modo favorável, informarei você (NVT). 13Mas, se meu pai quiser fazer mal a você, que o Senhor Yahweh faça com Jônatas o que bem quiser, se eu não o avisar disso e não o deixar ir embora, para que você siga em paz. E que o Senhor Yahweh esteja com você, como tem estado com o meu pai (NAA). 14Se eu continuar vivo, mostre a lealdade do Senhor Yahweh a mim; mas se eu morrer, 15jamais deixe de mostrar a sua lealdade para com a minha família, inclusive quando o Senhor Yahweh eliminar da face da terra todos os inimigos de Davi” (NVI). 16Assim, Jônatas fez aliança com a casa de Davi, dizendo: “Que o Senhor Yahweh vingue os inimigos de Davi” (NAA). 17E Jônatas fez Davi reafirmar seu juramento, por causa de sua amizade por ele, pois ele havia se tornado seu amigo leal (NVI).

(1Sm 20.18-23) 18Então Jônatas disse: “Amanhã celebraremos a Festa da Lua Nova. Darão por sua falta quando virem que seu lugar à mesa está vazio (NVT). 19Depois de amanhã a sua falta será notada ainda mais. Assim vá para o lugar onde você se escondeu da outra vez e fique atrás do monte de pedras que há ali. 20Então eu atirarei três flechas, como se o monte de pedras fosse um alvo (NTLH)21Então mandarei um menino procurar as flechas. Se eu gritar para ele: ‘As flechas estão mais para cá, traga-as aqui’, você poderá vir, pois, juro pelo nome do Senhor Yahweh que você estará seguro; não haverá perigo algum (NVI). 22Porém, se eu disser ao moço: ‘Olhe, as flechas estão mais para lá de você’, vá embora, porque o Senhor Yahweh manda que você vá (NAA). 23Quanto ao nosso acordo, o Senhor Yahweh é testemunha entre mim e você para sempre” (NVI).

Definitivamente Saul deseja matar a Davi

(1Sm 20.24-26) 24Então Davi se escondeu no campo. E, sendo a Festa da Lua Nova, o rei se pôs à mesa para comer (NAA)25Ele se assentou no lugar de costume, junto à parede, em frente de Jônatas, e Abner sentou-se ao lado de Saul, mas o lugar de Davi ficou vazio (NVI)26Saul não disse nada naquele dia, pois pensou: “Algo deve ter acontecido a Davi, deixando-o cerimonialmente impuro. Com certeza ele está impuro” (NVI).

(1Sm 20.27-34) 27No dia seguinte, o segundo dia da Festa da Lua Nova, o lugar de Davi continuou vazio. Então Saul perguntou a seu filho Jônatas: “Por que o filho de Jessé não veio para a refeição, nem ontem nem hoje?” (NVI) 28Respondeu Jônatas a Saul: “Davi me pediu, encarecidamente, que o deixasse ir a Belém (ARA). 29Ele me disse: ‘Peço que você me deixe ir, porque a nossa família tem um sacrifício na cidade, e um de meus irmãos insiste comigo para que eu vá. Portanto, se encontrei favor aos seus olhos, peço que me deixe partir, para que eu veja os meus irmãos’. Por isso, não veio à mesa do rei” (NAA). 30A ira de Saul se acendeu contra Jônatas, e ele lhe disse: “Filho de uma mulher perversa e rebelde! Será que eu não sei que você tem apoiado o filho de Jessé para sua própria vergonha e para vergonha daquela que o deu à luz? (NVI) 31Pois, enquanto o filho de Jessé viver sobre a terra, nem você estará seguro, nem seguro estará o seu reino. Por isso, mande buscá-lo, agora, porque deve morrer” (NAA). 32Jônatas perguntou a seu pai: “Por que ele deve morrer? O que ele fez?” 33Então Saul atirou sua lança contra Jônatas para matá-lo. E assim Jônatas percebeu que seu pai estava decidido a matar Davi (NVI)34Enfurecido, Jônatas levantou-se da mesa e, durante o segundo dia da festa, recusou-se a comer, frustrado pelo modo como seu pai havia desonrado Davi publicamente (NVT).

Despedida entre Davi e Jônatas

(1Sm 20.35-39) 35Na manhã seguinte, como combinado, Jônatas foi ao campo e levou consigo um ajudante para apanhar as flechas (NVT)36e lhe disse: “Corra e ache as flechas que eu atirar”. O menino correu e Jônatas atirou uma flecha para além dele. 37Quando o menino chegou ao lugar onde a flecha havia caído, Jônatas gritou: “A flecha não está mais para lá?” (NVI) 38Jônatas gritou mais uma vez: “Vamos! Depressa! Não fique aí parado!” O rapaz de Jônatas apanhou as flechas e voltou ao seu senhor (NAA)39O ajudante não suspeitava de nada; apenas Jônatas e Davi entenderam o sinal (NVT).

(1Sm 20.40-43) 40Então Jônatas deu suas armas ao menino e disse: “Vá, leve-as de volta à cidade”. 41Depois que o menino se foi, Davi saiu do lado sul da pedra e inclinou-se três vezes perante Jônatas, com o rosto no chão. Então despediram-se beijando um ao outro e chorando; Davi chorou ainda mais do que Jônatas (NVI)42Por fim, Jônatas disse a Davi: “Vá em paz, pois juramos lealdade um ao outro em nome do Senhor Yahweh . Que o Senhor Yahweh nos ajude a preservar para sempre o forte laço de amizade entre nós e entre nossos descendentes”. Então Davi partiu, e Jônatas voltou à cidade (NVT).

SALMOS DE DAVIO Apelo do Justo

(Sl 26.1-5) 1Faze-me justiça, Senhor Yahweh , pois tenho andado na minha integridade e confio no Senhor Yahweh , sem vacilar. 2Examina-me, Senhor Yahweh , e prova-me; sonda-me o coração e os pensamentos (ARA). 3Pois estou sempre consciente do teu amor e tenho vivido de acordo com a tua verdade (NVT). 4Eu não ando na companhia de gente falsa e não vivo com hipócritas (NTLH). 5Detesto o ajuntamento dos malfeitores, e não me assento com os ímpios (NVI).

(Sl 26.6-12) 6Lavo as minhas mãos na inocência; e assim andarei, Senhor Yahweh , ao redor do teu altar (ACF) 7para entoar, com voz alta, os louvores e proclamar todas as tuas maravilhas (NAA). 8Eu amo, Senhor Yahweh , o lugar da tua habitação, onde a tua glória habita (NVI). 9Não colha a minha alma com a dos pecadores, nem a minha vida com a dos homens sanguinários, 10em cujas mãos há crimes e cuja destra está cheia de subornos. 11Quanto a mim, porém, ando na minha integridade; livra-me e tem compaixão de mim (ARA). 12Louvarei ao Senhor Yahweh diante do meu povo porque Ele firmou os meus passos e não me deixou cair! (BV)

CIDADE DE NOBEDavi e o Sacerdote Aimeleque

(1Sm 21.1-6) 1Davi foi à cidade de Nobe para encontrar-se com o Sacerdote Aimeleque. Ao vê-lo, Aimeleque tremeu. “Por que você está sozinho?”, perguntou. “Por que ninguém o acompanhou?” (NVT) 2“O rei me enviou para tratar de um assunto secreto”, respondeu Davi. “Pediu que eu não contasse a ninguém por que estou aqui. Eu disse a meus homens onde podem me encontrar depois (NVT). 3Agora diga: o que é que você tem para comer? Me dê uns cinco pães ou qualquer outra coisa que você tiver” (NTLH). 4O Sacerdote, contudo, respondeu a Davi: “Não tenho pão comum; somente pão consagrado; se os soldados não tiveram relações com mulheres recentemente podem comê-lo” (NVI). 5Davi respondeu: “Nunca permito que meus homens toquem em mulheres quando saímos numa campanha. E, se eles permanecem puros em viagens comuns, quanto mais nesta missão!” 6Uma vez que não havia outro alimento disponível, o Sacerdote lhe deu os pães sagrados, chamados de Pães da Presença, que eram colocados diante do Senhor Yahweh no Santuário. Naquele dia, tinham sido substituídos por pães frescos (NVT).

(1Sm 21.7-9) 7Doegue, o edomita, chefe dos pastores de Saul, estava lá naquela ocasião, pois estava cumprindo um ritual diante do Senhor Yahweh (NVT). 8Davi disse a Aimeleque: “Você tem uma espada ou uma lança para me dar? Eu não trouxe a minha espada nem outra arma. Por causa das ordens do rei, eu saí com muita pressa” (NTLH). 9O Sacerdote respondeu: “Tenho apenas a espada de Golias, o gigante filisteu que você matou no vale de Elá. Está enrolada num pano atrás do colete Sacerdotal. Pode levá-la, pois não há nenhuma outra arma aqui”. “Dê-me essa espada”, respondeu Davi. “Não há outra melhor que ela” (NVT).

CIDADE DE GATEDavi foge para o Território dos Filisteus

(1Sm 21.10-15) 10Naquele dia, Davi se levantou e fugiu de Saul. Ele foi procurar Aquis, rei de Gate (NAA)11Porém os servos de Aquis lhe disseram: “Este não é Davi, o rei da sua terra? Não é a este que se cantava nas danças, dizendo: ‘Saul feriu os seus milhares, porém Davi, os seus dez milhares?’” (ARA) 12Davi ouviu esses comentários e teve muito medo do que Aquis, rei de Gate, poderia fazer com ele (NVT)13Por isso, na presença deles ele fingiu estar louco; enquanto esteve com eles, agiu como um louco, riscando as portas da cidade e deixando escorrer saliva pela barba (NVI)14Então Aquis disse aos seus servos: “Vocês estão vendo que este homem está louco. Por que o trouxeram para cá? 15Será que estou com falta de doidos, para que vocês me trouxessem este para fazer doidices diante de mim? Devo deixar que este entre em minha casa?” (NAA)

SALMOS DE DAVIConforto na Perseguição

(Escrito por Davi quando os filisteus o prenderam na cidade de Gate)

(Sl 56.1-2) 1Tem misericórdia de mim, ó Deus Elohym , porque os homens querem me destruir; todo o dia eles me oprimem e lutam contra mim (NAA). 2Vivo perseguido por aqueles que me caluniam, e muitos me atacam abertamente (NVT).

(Sl 56.3-4) 3Em qualquer tempo em que eu temer, confiarei em ti (ACF). 4Em Deus Elohym , cuja palavra eu exalto, neste Deus Elohym ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? (ARA)

(Sl 56.5-7) 5O tempo todo eles distorcem as minhas palavras; estão sempre tramando prejudicar-me. 6Conspiram, ficam à espreita, vigiam os meus passos, na esperança de tirar-me a vida (NVI). 7Dá-lhes a retribuição segundo a sua iniquidade. Derriba os povos, ó Deus Elohym , na tua ira!

(Sl 56.8-13) 8O Senhor Yahweh contou os meus passos quando sofri perseguições; recolheu as minhas lágrimas no teu odre; não estão elas inscritas no teu livro? 9No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus Elohym é por mim (ARA). 10Em Deus Elohym louvarei a sua palavra; no Senhor Yahweh louvarei a sua palavra. 11Em Deus Elohym tenho posto a minha confiança; não temerei o que me possa fazer o homem (ACF). 12Cumprirei os votos que te fiz, ó Deus Elohym ; a ti apresentarei minhas ofertas de gratidão (NVI). 13Pois da morte me livrou a alma, sim, livrou da queda os meus pés, para que eu ande na presença de Deus Elohym , na luz da vida (ARA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.