• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 184

184º Dia – 3 de Julho

O REINO DIVIDIDO: ISRAEL AO NORTE E JUDÁ AO SUL

REINO DE JUDÁ: CIDADE DE JERUSALÉMConvocação em todo o Israel para a Celebração da Páscoa

(2Cr 30.1) 1Depois disto, Ezequias enviou mensageiros por todo o Israel e Judá. Escreveu também cartas para as tribos de Efraim e de Manassés para que viessem à Casa do Senhor, em Jerusalém, para celebrarem a Páscoa ao Senhor, Deus de Israel (NAA).

(2Cr 30.2-4) 2O rei, seus oficiais e toda a comunidade de Jerusalém decidiram celebrar a Páscoa no segundo mês. 3Não tinha sido possível celebrá-la na data prescrita, pois não havia número suficiente de sacerdotes consagrados, e o povo não estava reunido em Jerusalém (NVI). 4E isto foi aprovado pelo rei e por toda a congregação (NAA).

(2Cr 30.5) 5Assim, fizeram uma proclamação em todo o Israel, desde Berseba, ao sul, até Dã, ao norte, convidando todos a virem a Jerusalém para celebrar a Páscoa do Senhor, o Deus de Israel. Fazia tempo que essa festa não era celebrada por um grande número de pessoas, como a Lei exigia (NVT).

(2Cr 30.6-9) 6Por ordem do rei, mensageiros foram enviados a todo o Israel e Judá. Levavam cartas que diziam: “Ó israelitas, voltem para o Senhor, o Deus de Abraão, Isaque e Israel, para que ele se volte para nós, os poucos que sobrevivemos à conquista pelos reis assírios (NVT). 7Não sejam como os seus pais e como os seus irmãos, que foram infiéis ao Senhor, Deus de seus pais. Foi por isso que ele os entregou à desolação, como vocês estão vendo. 8Não sejam teimosos como os seus pais. Entreguem-se ao Senhor e venham ao seu Santuário, que ele santificou para sempre. Sirvam ao Senhor, o Deus de vocês, para que o furor da sua ira se afaste de vocês (NAA). 9Se vocês voltarem para o Senhor, os que capturaram os seus irmãos e os seus filhos terão misericórdia deles, e eles voltarão a esta terra, pois o Senhor, o seu Deus, é bondoso e compassivo. Ele não os rejeitará, se vocês se voltarem para ele” (NVI).

(2Cr 30.10-11) 10Os mensageiros foram de cidade em cidade, em Efraim e em Manassés, e até em Zebulom, mas o povo zombou deles e os expôs ao ridículo. 11No entanto, alguns homens de Aser, de Manassés e de Zebulom humilharam-se e foram para Jerusalém (NVI).

(2Cr 30.12-14) 12Já em Judá a mão de Deus esteve sobre o povo dando-lhes unidade de pensamento para executarem o que o rei e os seus oficiais haviam ordenado, conforme a palavra do Senhor (NVI). 13Assim, uma grande multidão se reuniu em Jerusalém no segundo mês, para comemorar a Festa dos Pães sem Fermento. 14Começaram a trabalhar e removeram os santuários idólatras de Jerusalém. Também removeram todos os altares de incenso e os jogaram no vale de Cedrom (NVT).

Povo de Judá e de Israel se unem para Celebração da Páscoa

(2Cr 30.15-16) 15No décimo quarto dia do segundo mês, o povo abateu o cordeiro pascal. Isso deixou os sacerdotes e levitas envergonhados, por isso se purificaram e trouxeram holocaustos ao Templo do Senhor. 16Tomaram seus lugares no Templo, conforme a instrução da Lei de Moisés, homem de Deus. Os levitas trouxeram sangue dos sacrifícios para os sacerdotes, que o aspergiram sobre o altar (NVT).

(2Cr 30.17-20) 17Visto que muitos na multidão não haviam se consagrado, os levitas tiveram que matar cordeiros da Páscoa para todos os que não estavam cerimonialmente puros e que por isso não podiam consagrar os seus cordeiros ao Senhor (NVI). 18A maioria dos que vieram de Efraim, Manassés, Issacar e Zebulom não havia se purificado. Mas o rei Ezequias orou por eles e foi permitido que comessem a refeição pascal, embora isso fosse contrário aos requisitos da Lei. Pois Ezequias orou: “Que o Senhor, que é bondoso, perdoe 19aqueles que resolveram buscar o Senhor, o Deus de seus antepassados, mesmo que não estejam devidamente purificados conforme os padrões do Santuário”. 20E o Senhor ouviu a oração de Ezequias e perdoou o povo (NVT).

(2Cr 30.21-22) 21Então os israelitas que estavam em Jerusalém comemoraram com grande alegria durante sete dias a Festa dos Pães sem Fermento. A cada dia, os levitas e os sacerdotes louvavam o Senhor com instrumentos ressoantes (NVT). 22Ezequias dirigiu palavras animadoras a todos os levitas, que mostraram boa disposição para com o serviço do Senhor. Durante os sete dias eles comeram suas porções das ofertas, apresentaram sacrifícios de comunhão e louvaram o Senhor, o Deus dos seus antepassados (NVI).

(2Cr 30.23-25) 23Toda a comunidade resolveu continuar com a festa por mais sete dias, de modo que celebraram com alegria por mais uma semana. 24Ezequias, rei de Judá, deu à comunidade mil novilhos e sete mil ovelhas para as ofertas, e os oficiais deram mil novilhos e dez mil ovelhas e cabras. Nesse meio-tempo, muitos outros sacerdotes se purificaram. 25Toda a comunidade de Judá se alegrou, incluindo os sacerdotes, os levitas, todos que vieram da terra de Israel, os estrangeiros residentes em Israel que vieram para a festa e todos que moravam em Judá (NVT).

(2Cr 30.26-27) 26Houve grande alegria em Jerusalém, pois a cidade não via uma celebração como essa desde os dias de Salomão, filho do rei Davi. 27Então os sacerdotes e os levitas se levantaram e abençoaram o povo, e Deus, de sua santa habitação nos céus, ouviu sua oração (NVT).

Os Ídolos são Destruídos

(2Cr 31.1) 1Quando a festa terminou, os israelitas que haviam participado saíram pelas cidades de Judá, Benjamim, Efraim e Manassés e despedaçaram todas as colunas sagradas, derrubaram os postes de Aserá e removeram os santuários e altares idólatras. Depois disso, voltaram para suas cidades e casas (NVT).

O rei Ezequias continua com Reformas Religiosas

(2Cr 31.2) 2Ezequias designou os sacerdotes e os levitas por turnos, cada um de acordo com os seus deveres, para apresentarem holocaustos e sacrifícios de comunhão, ministrarem, darem graças e cantarem louvores junto às portas da habitação do Senhor (NVI).

(2Cr 31.3-4) 3O rei também contribuiu pessoalmente com animais para os holocaustos diários da manhã e da tarde e para os holocaustos dos Shabaths, das Festas da Lua Nova e das Festas Anuais prescritas pela lei do Senhor. 4Além disso, ordenou ao povo que morava em Jerusalém que contribuísse com sua parte devida aos sacerdotes e aos levitas, para que estes pudessem dedicar-se à Lei do Senhor (NVT).

(2Cr 31.5-7) 5Quando os israelitas souberam dessa exigência, responderam generosamente e trouxeram a primeira porção de seus cereais, do vinho novo, do azeite, do mel e de tudo que os campos produziam. Trouxeram uma grande quantidade, o dízimo de tudo que haviam produzido. 6Os habitantes de Israel que tinham se mudado para Judá, e os próprios habitantes de Judá, trouxeram o dízimo do gado, das ovelhas, bem como das coisas que haviam sido consagradas ao Senhor, seu Deus, e juntaram tudo em vários montões. 7Começaram a amontoar as ofertas no terceiro mês e terminaram no sétimo (NVT).

(2Cr 31.8-12) 8Quando Ezequias e os seus oficiais chegaram e viram as pilhas de ofertas, louvaram o Senhor e abençoaram Israel, o seu povo. 9Ezequias perguntou aos sacerdotes e aos levitas sobre essas ofertas (NVI); 10Azarias, o sumo sacerdote, da família de Zadoque, respondeu: “Desde que o povo começou a trazer ofertas para o Templo do Senhor, temos alimento suficiente e ainda tem sobrado muito. O Senhor abençoou seu povo, e tudo isto é o que sobra” (NVT). 11Então Ezequias ordenou que preparassem depósitos na Casa do Senhor. 12Uma vez preparados, recolheram neles fielmente as ofertas, os dízimos e as coisas consagradas. Quem estava encarregado disto era Conanias, o levita, e Simei, seu irmão, era o seu auxiliar (NAA).

(2Cr 31.13-14) 13Os supervisores subordinados a eles eram Jeiel, Azazias, Naate, Asael, Jerimote, Jozabade, Eliel, Ismaquias, Maate e Benaia. As nomeações foram feitas pelo rei Ezequias e por Azarias, o principal encarregado do Templo de Deus. 14Coré, filho do levita Imna, guarda da porta do Leste, foi encarregado de distribuir as ofertas voluntárias feitas a Deus, as contribuições e os objetos consagrados ao Senhor (NVT).

(2Cr 31.15-16) 15Sob o comando dele estavam Éden, Miniamim, Jesua, Semaías, Amarias e Secanias, que, nas cidades dos sacerdotes, com toda a fidelidade distribuíam ofertas aos seus colegas sacerdotes de acordo com seus turnos, tanto aos idosos quanto aos jovens. 16Eles as distribuíram aos homens e aos meninos de três anos para cima, cujos nomes estavam nos registros genealógicos, também a todos os que entravam no Templo do Senhor para realizar suas várias tarefas diárias, de acordo com suas responsabilidades e seus turnos (NVI).

(2Cr 31.17-18) 17Os registros genealógicos dos sacerdotes eram feitos segundo suas famílias, o dos levitas de vinte anos para cima, de acordo com suas responsabilidades e seus turnos (NVI). 18Também entregavam porções de alimento às famílias de todos que estavam listados nos registros genealógicos, incluindo as crianças pequenas, as esposas, os filhos e as filhas, pois toda a comunidade havia sido fiel ao se purificar (NVT).

(2Cr 31.19) 19Entre os sacerdotes, descendentes de Arão, que viviam nas terras de pastagem ao redor de suas cidades, foram nomeados alguns deles, de cidade em cidade, para distribuírem as ofertas a todos os sacerdotes e a todos os que estavam registrados nas genealogias dos levitas (NVI).

(2Cr 31.20-21) 20Foi isso o que Ezequias fez em todo o Judá; fez o que era bom, reto e verdadeiro aos olhos do Senhor, seu Deus. 21Em toda a obra que Ezequias realizou no serviço da Casa de Deus, na Lei e nos mandamentos, para buscar o seu Deus, ele o fez de todo o coração e foi bem-sucedido (NAA).

Vitórias do rei Ezequias

(2Rs 18.7-8) 7Assim, o Senhor estava com Ezequias, e ele era bem-sucedido em tudo que fazia. Rebelou-se contra o rei da Assíria e não lhe pagou tributo (NVT). 8Derrotou os filisteus até Gaza e o seu território, desde a torre dos vigias até a cidade fortificada (NAA).

REINO DE ISRAEL: CIDADE DE SAMARIAProfeta Oseias: O Castigo de Israel

(Os 7.1-2) 1“Quando tento sarar Israel, se descobre a iniquidade de Efraim e a maldade de Samaria, porque praticam a falsidade; ladrões invadem as casas e bandos assaltam nas ruas. 2Não se dão conta de que eu me lembro de todas as suas maldades. Agora estão rodeados pelas suas más ações, que estão sempre diante de mim” (NAA).

(Os 7.3-4) 3Eles alegram o rei com as suas impiedades, os líderes com as suas mentiras (NVI). 4Todos eles são adúlteros. São semelhantes ao forno aceso pelo padeiro, que não precisa atiçar o fogo desde que sovou a massa até que seja levedada (NAA).

(Os 7.5-7) 5No dia da festa do nosso rei, os príncipes adoeceram de tanto beber vinho, e o rei estendeu a mão aos zombadores. 6Quando se aproximam com suas intrigas, seus corações ardem como um forno. A fúria deles arde lentamente, a noite toda; pela manhã queima como chama abrasadora (NAA). 7“Como um forno ardente, consomem seus líderes. Matam seus reis, um após o outro, e ninguém clama a mim por socorro” (NVT).

(Os 7.8-10) 8O povo de Israel se mistura com outros povos e se torna imprestável como um bolo mal assado. 9Estrangeiros consomem suas forças, mas eles não sabem disso. Seus cabelos ficam brancos, mas eles não se dão conta (NVT). 10A arrogância de Israel abertamente dá testemunho contra eles, mas eles não voltam para o Senhor, seu Deus, nem o buscam em tudo isso (NAA).

(Os 7.11-13) 11“Porque Efraim é como uma pomba ingênua, sem entendimento: chamam o Egito e se voltam para a Assíria (NAA). 12Enquanto voam de um lado para o outro, lançarei sobre eles minha rede e os derrubarei como uma ave do céu; eu os castigarei por todo o mal que fizeram. 13Que aflição espera os que me abandonaram! Que morram, pois se rebelaram contra mim. Eu desejava resgatá-los, mas contaram mentiras a meu respeito” (NVT).

(Os 7.14-16) 14“Não clamam a mim de coração, mas dão uivos nas suas camas. Eles se ajuntam para o trigo e para o vinho, mas se rebelam contra mim (NAA). 15Eu os ensinei e os fortaleci, mas eles tramam o mal contra mim (NVI). 16Olham para toda parte, menos para o Altíssimo; são inúteis, como um arco defeituoso. Seus líderes serão mortos por seus inimigos, por causa de sua insolência contra mim. Então o povo do Egito rirá deles” (NVT).

Profeta Oseias: O Castigo sobre Israel está Próximo

(Os 8.1-3) 1“Toque a trombeta! Ele vem como a águia contra a casa do Senhor, porque transgrediram a minha aliança e se rebelaram contra a minha Lei. 2Eles me invocam, dizendo: ‘Nosso Deus! Nós, Israel, te conhecemos’. 3Mas Israel rejeitou o que é bom; o inimigo o perseguirá” (NAA).

(Os 8.4-6) 4“Eles estabeleceram reis, mas não da minha parte; constituíram príncipes, mas eu não o soube. Com a sua prata e com o seu ouro fizeram ídolos para si, para a sua própria destruição (NAA). 5Ó Samaria, rejeito o bezerro que você fez! Minha ira arde contra você; até quando será incapaz de se manter inocente? 6Esse bezerro que você adora, ó Israel, foi feito por suas próprias mãos; ele não é Deus! Portanto, deve ser despedaçado” (NVT).

(Os 8.7-10) 7Porque semeiam ventos e colherão tempestades. O cereal que estiver por ser colhido não terá espigas, e não haverá farinha; e, se houver, os estrangeiros a comerão (NAA). 8O povo de Israel foi engolido; está abandonado entre as nações, como utensílio que ninguém quer (NVT). 9Porque foram pedir ajuda à Assíria, como um jumento selvagem que segue o seu próprio rumo. Efraim contratou amantes (NAA). 10“Todavia, ainda que contratem amantes entre as nações para socorrê-los, eu os reunirei para juízo. Já começaram a definhar sob a opressão do poderoso rei” (NAA).

(Os 8.11-12) 11“O povo de Israel construiu muitos altares para remover o pecado, mas esses mesmos altares se tornaram lugares para pecar. 12Embora eu lhes tenha dado minhas Leis, agem como se elas não se aplicassem a eles” (NVT).

(Os 8.13-14) 13Amam o sacrifício; por isso, sacrificam, pois gostam de carne e a comem, mas o Senhor não os aceita. Agora ele se lembrará da iniquidade deles e castigará os pecados que cometeram. “Vou mandá-los de volta para o Egito! (NAA) 14Israel esqueceu o seu Criador e construiu palácios; Judá fortificou muitas cidades. Mas sobre as suas cidades enviarei fogo que consumirá suas fortalezas” (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.