• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 209

209º Dia – 28 de Julho

Ministério do Profeta Naum

CIDADE DE ELCOSProfeta Naum: O Chamado do Profeta

(Na 1.1) 1Naum, que vivia em Elcós, recebeu numa visão esta mensagem acerca de Nínive (NVT).

Profeta Naum: A Ira e a Misericórdia de Deus

(Na 1.2-5) 2O Senhor é Deus zeloso e vingador! O Senhor é vingador! Seu furor é terrível! O Senhor executa vingança contra os seus adversários e manifesta o seu furor contra os seus inimigos (NVI). 3O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado. O Senhor tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são a poeira dos seus pés. 4Repreende o mar, e ele seca; faz com que todos os rios fiquem secos. Basã e o Carmelo desfalecem, e as flores do Líbano murcham. 5Os montes tremem diante dele, e as colinas se derretem. A terra se levanta diante dele, sim, o mundo e todos os seus moradores (NAA).

(Na 1.6) 6Quem pode resistir à sua indignação? Quem pode sobreviver à sua ira ardente? Sua fúria queima como fogo, e os montes desabam em sua presença (NVT).

(Na 1.7-8) 7O Senhor é bom; é forte refúgio quando vem a aflição. Está perto dos que nele confiam, 8mas arrasará seus inimigos com uma tremenda inundação. Perseguirá seus adversários escuridão adentro (NVT).

Profeta Naum: O Julgamento Vindouro sobre Nínive e o Livramento de Judá

(Na 1.9-10) 9O Senhor acabará com tudo o que vocês planejarem contra ele; a tribulação não precisará vir uma segunda vez (NVI). 10Porque, ainda que eles se entrelacem como os espinhos e se saturem de vinho como bêbados, serão inteiramente consumidos como palha seca (NAA).

(Na 1.11-13) 11Foi de você, ó Nínive, que saiu aquele que trama perversidades, que planeja o mal contra o Senhor (NVI). 12Assim diz o Senhor: “Por mais seguros que estejam e por mais numerosos que eles sejam, ainda assim serão exterminados e passarão. Meu povo, embora eu o tenha afligido, não o afligirei mais (NAA). 13Agora quebrarei o jugo sobre seu pescoço e arrancarei as correntes de sua opressão” (NVT).

(Na 1.14) O Senhor decreta o seguinte a seu respeito, ó rei de Nínive: “Você não terá descendentes que perpetuem o seu nome. Destruirei as imagens esculpidas e os ídolos de metal do templo dos seus deuses. Prepararei o seu túmulo, porque você é desprezível” (NVI).

(Na 1.15) 15Vejam sobre os montes os pés do que anuncia boas notícias e proclama a paz! Comemore as suas festas, ó Judá, e cumpra os seus votos. Nunca mais o perverso a invadirá; ele será completamente destruído (NVI).

Profeta Naum: A Destruição de Nínive

(Na 2.1) 1O destruidor avança contra você, Nínive! Guarde a fortaleza, vigie o caminho, prepare-se para lutar, reúna todas as suas forças! (NAA)

(Na 2.2) 2O Senhor restaurará o esplendor de Jacó; restaurará o esplendor de Israel, embora os saqueadores tenham devastado e destruído as suas videiras (NVI).

(Na 2.3-4) 3Os escudos de seus guerreiros são vermelhos; vejam os uniformes escarlates dos soldados valentes! Observem seus reluzentes carros de guerra se alinharem, enquanto as lanças se agitam acima deles. 4Os implacáveis carros de guerra percorrem as ruas e atravessam velozes as praças. Brilham como tochas de fogo e se movem com a rapidez de relâmpagos (NVT).

(Na 2.5-6) 5Os oficiais são convocados e, de tanta pressa, saem tropeçando, correndo para os muros a fim de organizar as defesas. 6As comportas do rio foram abertas! O palácio está prestes a desabar! (NVT)

(Na 2.7-8) 7O exílio de Nínive foi decretado, e todas as servas lamentam sua derrota. Gemem como pombas e batem no peito em sinal de tristeza (NVT). 8Nínive desde que existiu tem sido como um tanque de águas, porém elas agora vazam. “Parem, parem”, clamaram; mas ninguém olhará para trás (ACF).

(Na 2.9-12) 9Saqueiem a prata, saqueiem o ouro, porque os tesouros não têm fim; a cidade está repleta de objetos de valor. 10Vazio, desolação, ruína! O coração se derrete, os joelhos tremem, acabam-se as forças, e o rosto de todos empalidece. 11Onde está, agora, o covil dos leões e o lugar onde os leõezinhos se alimentavam, onde passeavam o leão, a leoa e o filhote do leão, sem que ninguém os espantasse? (NAA) 12Onde está o leão que caçava o bastante para os seus filhotes e estrangulava animais para as suas leoas, e que enchia as suas covas de presas e suas tocas de vítimas? (NVI)

(Na 2.13) 13“Sou seu inimigo!”, diz o Senhor dos Exércitos. “Em breve seus carros serão queimados, e seus jovens morrerão na batalha. Você nunca mais saqueará nações conquistadas; jamais se ouvirá novamente a voz de seus mensageiros” (NVT).

Profeta Naum: A Ruína Completa de Nínive

(Na 3.1-3) 1Ai da cidade sanguinária, repleta de fraudes e cheia de roubos, sempre fazendo as suas vítimas! (NVI) 2Ouçam o estalo de chicotes, o estrondo de rodas! Os cavalos vêm galopando, e os carros de guerra sacodem sem parar (NVT). 3Cavaleiros atacando, espadas reluzentes e lanças cintilantes! Muitos mortos, montanhas de cadáveres, corpos sem conta, gente tropeçando por cima deles! (NVI)

(Na 3.4-7) 4Tudo por causa do desejo desenfreado de uma prostituta sedutora, mestra de feitiçarias, que escravizou nações com a sua prostituição e povos, com a sua feitiçaria. 5“Eu estou contra você”, declara o Senhor dos Exércitos, “vou levantar o seu vestido até a altura do seu rosto. Mostrarei às nações a sua nudez e aos reinos, as suas vergonhas. 6Eu jogarei imundície sobre você, e a tratarei com desprezo; farei de você um exemplo (NVI). 7Todos que a virem se afastarão e dirão: ‘Nínive está arruinada! Onde estão os que choram por ela? Alguém lamentará sua destruição?’(NVT)

(Na 3.8-10) 8Acaso você é melhor que a cidade de Tebas, situada junto ao rio Nilo e cercada de água? Por todos os lados era protegida pelo rio, e as águas eram seus muros (NVT). 9A Etiópia e o Egito eram a sua força, força sem limites; Pute e Líbia eram seus aliados (NAA). 10Apesar disso, ela foi deportada, levada para o exílio. Em cada esquina as suas crianças foram massacradas. Tiraram sortes para decidir o destino dos seus nobres; todos os poderosos foram acorrentados (NVI).

(Na 3.11-13) 11Também você, Nínive, será embriagada e se esconderá. Também você procurará um refúgio contra o inimigo. 12Todas as suas fortalezas são como figueiras com figos prematuros: é só sacudir a figueira, que os figos caem na boca de quem os há de comer (NAA). 13Seus soldados ficarão fracos e indefesos como mulheres. Os portões de sua terra serão escancarados para o inimigo, e fogo consumirá as trancas (NVT).

(Na 3.14-15) 14Prepare-se para o cerco! Estoque água! Reforce suas defesas! Entre nos buracos para pisar o barro, coloque-o nas formas e faça tijolos para reparar os muros! (NVT) 15Mas, no meio dos preparativos, o fogo vai devorar vocês. A espada os matará. O inimigo os consumirá como os gafanhotos fazem com tudo o que está à sua frente. Não há jeito de resistir mesmo que vocês se multipliquem como insetos! (BV)

(Na 3.16-17) 16Você multiplicou os seus comerciantes, tornando-os mais numerosos do que as estrelas do céu; mas como gafanhotos devastadores, devoram o país e depois voam para longe. 17Os seus guardas são como gafanhotos peregrinos, os seus oficiais, como enxames de gafanhotos que se ajuntam sobre os muros em dias frios; mas quando o sol aparece, eles voam, ninguém sabe para onde (NVI).

(Na 3.18-19) 18Ó rei da Assíria, os seus pastores dormem; os seus nobres adormecem. O seu povo está espalhado pelos montes e não há ninguém para reuni-lo (NVI). 19Não há cura para sua ferida; ela é mortal. Todos que ouvirem sobre sua destruição baterão palmas de alegria. Onde se poderá encontrar alguém que não sofreu com sua constante crueldade? (NVT)

Ministério do Profeta Jeremias

CIDADE DE JERUSALÉMO Início e o Período do Ministério do Profeta Jeremias

(Jr 1.1-3) 1Estas são as palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes da cidade de Anatote, na terra de Benjamim (NVT). 2A palavra do Senhor veio a ele no décimo terceiro ano do reinado de Josias, filho de Amom e rei de Judá. 3Veio também nos dias de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá, até o fim do décimo primeiro ano do reinado de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá. No quinto mês desse ano, os moradores de Jerusalém foram levados ao exílio (NAA).

Profeta Jeremias: O Chamado do Profeta

(Jr 1.4-8) 4A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 5“Antes de formá-lo no ventre materno, eu já o conhecia; e, antes de você nascer, eu o consagrei e constituí profeta às nações (NAA). 6Então eu disse: “Ó Soberano Senhor, não sou capaz de falar em teu nome! Sou jovem demais para isso!” 7O Senhor respondeu: “Não diga: ‘Sou jovem demais’, pois você irá aonde eu o enviar e dirá o que eu lhe ordenar. 8E não tenha medo do povo, pois estarei com você e o protegerei. Eu, o Senhor, falei!” (NVT)

(Jr 1.9-10) 9Depois, o Senhor estendeu a mão e tocou na minha boca. E o Senhor me disse: “Eis que ponho as minhas palavras na sua boca (NAA). 10Veja! Eu hoje dou a você autoridade sobre nações e reinos, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e para plantar” (NVI).

Profeta Jeremias: A Visão do Ramo da Amendoeira

(Jr 1.11-12) 11A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: “O que você está vendo, Jeremias?” Respondi: “Vejo um ramo de amendoeira”. 12O Senhor me disse: “Você viu bem, porque eu estou vigiando para que a minha palavra se cumpra” (NAA).

Profeta Jeremias: A Visão da Panela Inclinada

(Jr 1.13-16) 13Outra vez a palavra do Senhor veio a mim, dizendo: “O que você está vendo?” Eu respondi: “Vejo uma panela fervendo, cuja boca se inclina do Norte para cá”. 14Então o Senhor disse: “Do Norte se derramará o mal sobre todos os habitantes da terra. 15Pois eis que convoco todas as tribos dos reinos do Norte”, diz o Senhor; “elas virão, e cada reino porá o seu trono à entrada dos portões de Jerusalém e contra todas as suas muralhas ao redor e contra todas as cidades de Judá (NAA). 16Pronunciarei a minha sentença contra o meu povo por todas as suas maldades; porque me abandonaram, queimaram incenso a outros deuses, e adoraram deuses que as suas mãos fizeram” (NVI).

(Jr 1.17-19) 17“E você, prepare-se! Vá dizer-lhes tudo o que eu ordenar. Não fique aterrorizado por causa deles, senão eu o aterrorizarei diante deles (NVI). 18Quanto a mim, eis que hoje ponho você por cidade fortificada, por coluna de ferro e por muralha de bronze, contra todo o país, contra os reis de Judá, contra as suas autoridades, contra os seus sacerdotes e contra o seu povo. 19Eles lutarão contra você, mas não conseguirão derrotá-lo; porque eu estou com você para livrá-lo”, diz o Senhor (NAA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.