• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 234

234º Dia – 22 de Agosto

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

REINO DA BABILÔNIA Profeta Ezequiel: Inconsequência do Povo de Israel

(Ez 20.1-3) 1No décimo dia do quinto mês do sétimo ano do exílio, alguns dos líderes de Israel vieram consultar o Senhor, e se sentaram diante de mim (NVI). 2Então a palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 3“Filho do homem, diga aos líderes de Israel: ‘Assim diz o Senhor Soberano: ‘Como ousam vir me consultar? Tão certo como eu vivo’, diz o Senhor Soberano’, ‘não lhes direi coisa alguma!’” (NVT).

(Ez 20.4-9) 4“Você está pronto para julgá-los, filho do homem? Você está pronto para julgá-los? Mostre-lhes as abominações que os pais deles praticaram 5e diga-lhes: ‘Assim diz o Senhor Deus’: ‘No dia em que escolhi Israel, levantando a mão, jurei à descendência da casa de Jacó e me dei a conhecer a eles na terra do Egito; levantei a mão e jurei, dizendo: ‘Eu sou o Senhor, seu Deus’. 6Naquele dia, jurei tirá-los da terra do Egito e levá-los para uma terra que lhes tinha previsto, uma terra que mana leite e mel, coroa de todas as terras. 7Então eu lhes disse: ‘Cada um de vocês deve jogar fora as abominações de que se agradam os seus olhos. Não se contaminem com os ídolos do Egito; eu sou o Senhor, seu Deus’. 8Mas eles se rebelaram contra mim e não quiseram me ouvir. Ninguém jogava fora as abominações de que se agradavam os seus olhos, nem abandonava os ídolos do Egito. Então eu disse que derramaria sobre eles o meu furor, para cumprir a minha ira contra eles, no meio da terra do Egito (NAA). 9Mas, por causa do meu nome, não o fiz. Não permiti que meu nome fosse desonrado entre as nações vizinhas diante das quais me revelei quando tirei os israelitas do Egito’” (NVT).

(Ez 20.10-17) 10“Portanto, eu os tirei do Egito e os levei para o deserto. 11Ali lhes dei meus decretos e estatutos, para que encontrassem vida ao praticá-los (NVT). 12Também lhes dei os meus Shabaths, para servirem de sinal entre mim e eles, para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica (NAA). 13O povo de Israel, no entanto, se rebelou contra mim e não quis obedecer a meus decretos no deserto. A obediência lhes teria dado vida, mas não seguiram meus estatutos. Além disso, profanaram meus Shabaths. Portanto, ameacei derramar minha fúria sobre eles e consumi-los inteiramente no deserto. 14Mais uma vez, porém, me contive por causa do meu nome, para que não fosse desonrado diante das nações que tinham visto meu poder quando tirei Israel do Egito. 15Contudo, fiz um juramento solene contra eles no deserto. Jurei que não os faria entrar na terra que lhes tinha dado, uma terra que produz leite e mel com fartura, a mais linda de todas as terras. 16Pois rejeitaram meus estatutos, recusaram-se a seguir meus decretos e profanaram meus Shabaths, porque entregaram o coração a seus ídolos (NVT). 17Mas os meus olhos tiveram piedade deles e eu não os destruí, nem os consumi totalmente no deserto” (NAA).

(Ez 20.18-20) 18“Então adverti seus filhos no deserto a não seguirem os passos e o estilo de vida de seus pais, que se contaminaram com seus ídolos (NVT). 19Eu sou o Senhor, seu Deus. Andem nos meus estatutos, guardem os meus juízos e coloquem-nos em prática. 20Santifiquem os meus Shabaths, pois servirão de sinal entre mim e vocês, para que saibam que eu sou o Senhor, seu Deus (NAA).

(Ez 20.21-26) 21“Seus filhos, porém, também se rebelaram contra mim. A obediência lhes teria dado vida, mas não guardaram meus decretos nem seguiram meus estatutos. Além disso, profanaram meus Shabaths. Portanto, mais uma vez, ameacei derramar minha fúria sobre eles no deserto para satisfazer minha ira. 22No entanto, contive meu julgamento por causa do meu nome, para que não fosse desonrado diante das nações que tinham visto meu poder quando tirei Israel do Egito (NVT). 23Também, com mão erguida, jurei a eles no deserto que os espalharia entre as nações e os dispersaria por outras terras, 24porque não obedeceram às minhas leis, mas rejeitaram os meus decretos e profanaram os meus Shabaths, e os seus olhos cobiçaram os ídolos de seus pais (NVI). 25Eu os entreguei a decretos e estatutos inúteis, que não conduziriam à vida. 26Deixei que se contaminassem com suas ofertas idólatras e permiti que oferecessem seus primeiros filhos como sacrifícios a seus deuses, para que eu os devastasse e lhes mostrasse que somente eu sou o Senhor” (NVT).

(Ez 20.27-32) 27“Portanto, Filho do homem, fale à nação de Israel e diga-lhes: ‘Assim diz o Soberano Senhor’: ‘Nisto os seus antepassados também blasfemaram contra mim ao me abandonarem (NVI): 28quando eu os trouxe para a terra que havia jurado dar-lhes, bastava que vissem um monte alto ou uma árvore frondosa, ali ofereciam os seus sacrifícios, faziam ofertas que provocaram a minha ira, apresentavam seu incenso aromático e derramavam suas ofertas de bebidas (NVI). 29Disse-lhes: ‘Que lugar alto é este para onde vão?’ (Desde então, esse tipo de lugar é chamado de Bamá, ‘lugar alto’) (NVT). 30Portanto, diga à casa de Israel: ‘Assim diz o Senhor Deus: ‘Será que vocês não estão se contaminando a exemplo dos pais de vocês, e se prostituindo com as suas abominações?’ (NAA) 31Quando vocês apresentam as suas ofertas, o sacrifício de seus filhos no fogo, continuam a contaminar-se com todos os seus ídolos até o dia de hoje. E eu deverei deixar que me consultem, ó nação de Israel? Juro pela minha vida’, palavra do Soberano, o Senhor’, ‘que não permitirei que vocês me consultem. 32Vocês dizem: ‘Queremos ser como as nações, como os povos do mundo, que servem à madeira e à pedra’. Mas o que vocês têm em mente jamais acontecerá’” (NVI).

Profeta Ezequiel: Castigo e Perdão

(Ez 20.33-38) 33“Juro pela minha vida”, palavra do Soberano Senhor, “que dominarei sobre vocês com mão poderosa e braço forte e com ira que já transbordou (NVI). 34Vou tirá-los do meio dos povos e congregá-los das terras por onde vocês foram espalhados, com mão forte, com braço estendido e derramado furor. 35Vou levá-los ao deserto dos povos e ali entrarei em juízo com vocês, face a face. 36Como entrei em juízo com os pais de vocês no deserto da terra do Egito, assim entrarei em juízo com vocês”, diz o Senhor Deus. 37“Eu os farei passar debaixo do meu cajado e os farei entrar no vínculo da aliança (NAA). 38Tirarei de seu meio todos que se rebelam e se revoltam contra mim. Eu os farei sair das terras em que estão exilados, mas eles nunca entrarão na terra de Israel. Então vocês saberão que eu sou o Senhor” (NVT).

(Ez 20.39-44) 39“Quanto a vocês, ó casa de Israel”, assim diz o Senhor Deus: “Que cada um vá e adore os seus ídolos, agora e mais tarde, já que vocês não querem me ouvir! Mas não profanem mais o meu santo nome com as suas dádivas e com os ídolos de vocês. 40Porque no meu santo monte, no monte alto de Israel”, diz o Senhor Deus, “ali toda a casa de Israel me adorará, toda a casa de Israel, naquela terra. Ali me agradarei deles. Ali requererei as ofertas de vocês, as primícias das dádivas e todas as coisas sagradas. 41Eu me agradarei de vocês como de aroma agradável, quando eu os tirar do meio dos povos e os congregar das terras por onde vocês foram espalhados; e serei santificado diante das nações por meio de vocês. 42Vocês saberão que eu sou o Senhor, quando eu os fizer entrar na terra de Israel, na terra que jurei dar aos pais de vocês (NAA). 43Ali vocês se lembrarão da conduta que tiveram e de todas as ações pelas quais vocês se contaminaram, e terão nojo de si mesmos por causa de todo mal que vocês fizeram. 44Vocês saberão que eu sou o Senhor, quando eu tratar com vocês por amor do meu nome e não de acordo com os seus caminhos maus e suas práticas perversas, ó nação de Israel”; palavra do Soberano Senhor (NVI).

Profeta Ezequiel: A Profecia contra o Sul

(Ez 20.45-49) 45A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 46“Filho do homem, vire o seu rosto para o Sul e fale contra ele. Profetize contra a floresta do campo do Sul 47e diga à floresta do Sul: ‘Ouça a palavra do Senhor! Assim diz o Senhor Deus’: ‘Eis que acenderei em você um fogo que consumirá todas as árvores, tanto as verdes como as secas. A chama desse fogo não se apagará e todos os rostos, desde o Sul até o Norte, se queimarão (NAA). 48Todos verão que eu, o Senhor, acendi esse fogo, e ele não será apagado’” (NVT). 49Então eu disse: “Ah! Senhor Deus! Eles ficam dizendo que eu só sei contar parábolas!” (NAA)

Profeta Ezequiel: A Espada do Senhor

(Ez 21.1-5) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 2“Filho do homem, volte o rosto para Jerusalém e profetize contra Israel e seus santuários. 3Diga-lhe: ‘Assim diz o Senhor’: ‘Sou seu inimigo, ó Israel, e estou prestes a tirar a espada da bainha para destruir seu povo, tanto os justos como os perversos (NVT). 4Visto que eliminarei do seu meio o justo e o ímpio, a minha espada sairá da bainha contra todos, desde o Sul até o Norte. 5Todos saberão que eu, o Senhor, tirei a minha espada da bainha e que não a porei de volta” (NAA).

(Ez 21.6-7) 6“Filho do homem, comece a gemer! Comece a gemer diante do povo com amargura e coração quebrantado (NVT). 7E, quando perguntarem: ‘Por que você está gemendo?’, você dirá: ‘Por causa das notícias que estão vindo. Todo coração se derreterá, e toda mão penderá frouxa; todo espírito desmaiará, e todo joelho se tornará como água, de tão fraco. E vem chegando! Sem nenhuma dúvida vai acontecer’. Palavra do Soberano, o Senhor (NVI).

(Ez 21.8-13) 8A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 9“Filho do homem, profetize e diga: ‘Assim diz o Senhor’: ‘A espada, a espada está afiada e polida; 10afiada para a matança, polida para reluzir como relâmpago. Israel diz: ‘Vamos nos alegrar! O cetro do meu filho despreza qualquer outra madeira’ (NAA). 11A espada foi destinada a ser polida, a ser pega com as mãos; está afiada e polida, preparada para que a maneje a mão do matador’ (NVI). 12Grite e lamente, Filho do homem, porque a espada será contra o meu povo, contra todos os príncipes de Israel. Estes, juntamente com o meu povo, estão entregues à espada; portanto, bata no peito em sinal de tristeza (NAA). 13É certo de que a prova virá. E que acontecerá, se o cetro de Judá, que a espada despreza, não continuar a existir?; palavra do Soberano Senhor (NVI).

(Ez 21.14-17) 14“Por isso profetize, então, Filho do homem, e bata as mãos uma na outra. Que a espada golpeie duas vezes, aliás, três vezes. É uma espada para matança, para grande matança, avançando sobre eles de todos os lados. 15Assim, para que os corações se derretam e os caídos sejam muitos, posicionei a espada para a matança junto a todas as suas portas. Ah! Ela foi feita para luzir como relâmpago; é empunhada firmemente para a matança. 16Ó espada, golpeie para todos os lados, para onde quer que se vire a sua lâmina. 17Também eu baterei as minhas mãos uma na outra e desafogarei o meu furor; eu, o Senhor, falei” (NAA).

Profeta Ezequiel: A Espada do rei da Babilônia

(Ez 21.18-24) 18A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 19“Filho do homem, trace as duas estradas que a espada do rei da Babilônia deve tomar, as duas partindo da mesma terra. Em cada uma delas coloque um marco indicando o rumo de uma cidade (NVI): 20um para Amom e sua capital, Rabá, e outro para Judá e Jerusalém, a cidade fortificada. 21O rei da Babilônia está na encruzilhada, sem saber se deve atacar Jerusalém ou Rabá. Ele chama seus adivinhos para que façam previsões, e eles lançam sortes com flechas sacudidas da aljava, consultam seus ídolos e examinam o fígado de animais sacrificados. 22O presságio em sua mão direita indica ‘Jerusalém!’ Seus soldados atacarão as portas da cidade com troncos e darão gritos de guerra. Levantarão torres de cerco e construirão rampas contra os muros. 23Os habitantes de Jerusalém pensarão que se trata de um presságio falso, por causa de seu acordo com os babilônios. Mas o rei da Babilônia os lembrará de sua rebeldia. Ele os atacará e os levará prisioneiros. 24Portanto, assim diz o Senhor Soberano: “Repetidamente, vocês me lembram de seus pecados e sua rebeldia. Nem sequer tentam escondê-los! Em tudo que fazem, seus pecados ficam evidentes. Por isso, chegou a hora de seu castigo” (NVT).

(Ez 21.25-27) 25“Ó príncipe de Israel, corrupto e perverso, o dia do acerto de contas chegou!” (NVT) 26Assim diz o Soberano Senhor: “Tire o turbante e a coroa. Não será como antes: Os humildes serão exaltados, e os exaltados serão humilhados (NVI). 27Destruição! Destruição! Certamente destruirei o reino, e não será restaurado até que venha aquele que tem o direito de julgá-lo; então o entregarei a ele” (NVT).

Profeta Ezequiel: Mensagem contra os Amonitas

(Ez 21.28-32) 28“E você, Filho do homem, profetize e diga: ‘Assim diz o Senhor Deus a respeito dos filhos de Amom e a respeito dos seus insultos’: ‘A espada, a espada está desembainhada, polida para a matança, para consumir, para reluzir como relâmpago (NAA). 29Seus profetas lhes deram visões falsas, seus adivinhos lhes contaram mentiras. A espada cairá sobre o pescoço dos perversos, para quem chegou o dia do juízo. 30Agora, ponham a espada de volta na bainha, pois em sua própria terra, no lugar onde nasceram, eu os julgarei (NVT). 31Derramarei sobre você a minha indignação, assoprarei contra você o fogo do meu furor e o entregarei nas mãos de homens brutais, mestres de destruição. 32Você  servirá de pasto ao fogo, o seu sangue será derramado no meio da terra, e você não será mais lembrado; porque eu, o Senhor, falei’” (NAA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.