• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 235

235º Dia – 23 de Agosto

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

REINO DA BABILÔNIA Profeta Ezequiel: As Abominações de Jerusalém

(Ez 22.1-5) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 2“Filho do homem, será que você está pronto para julgar? Está pronto para julgar a cidade sanguinária? Mostre-lhe todas as suas abominações (NAA) 3e diga: ‘Assim diz o Soberano Senhor’: ‘Ó cidade que traz condenação sobre si mesma por derramar sangue em seu meio e por se contaminar fazendo ídolos! (NVI) 4Você se tornou culpada pelo sangue que derramou e está contaminada pelos ídolos que fabricou. Você fez chegar o dia do seu julgamento e o término de seus anos. Por isso, fiz de você objeto de deboche das nações e de zombaria de todas as terras (NAA). 5Tanto as nações vizinhas como as distantes zombarão de você, ó cidade infame e inquieta! (NVI)

(Ez 22.6-12) 6“Veja como cada um dos príncipes de Israel que aí estão usa o seu poder para derramar sangue (NVI). 7Pais e mães são tratados com desprezo, estrangeiros são obrigados a pagar por proteção, órfãos e viúvas são oprimidos em seu meio (NVT). 8Você desprezou as minhas coisas santas e profanou os meus Shabaths (NAA). 9Pessoas acusam outras falsamente e as condenam à morte. Em seu meio há idólatras e gente que faz coisas obscenas. 10Homens têm relações sexuais com a esposa do próprio pai e se impõem sobre mulheres menstruadas (NVT). 11Um comete abominação com a mulher do seu próximo, outro contamina vergonhosamente a sua nora, e outro abusa da sua irmã, filha de seu pai. 12Em seu meio, aceitam suborno para derramar sangue. Você emprestou com usura e cobrou juros. Você explorou o seu próximo com extorsão. Mas de mim você se esqueceu”, diz o Senhor Deus (NAA).

(Ez 22.13-16) 13“Eis que bato as minhas mãos uma na outra com furor contra a exploração que você praticou e por causa do sangue que foi derramado em seu meio. 14Estará firme o seu coração? Estarão fortes as suas mãos, nos dias em que eu vier tratar com você? Eu, o Senhor, falei e eu o cumprirei (NAA). 15Dispersarei você entre as nações e a espalharei pelas terras; e darei fim à sua impureza. 16Quando você tiver sido desonrada aos olhos das nações, você saberá que eu sou o Senhor” (NVI).

Profeta Ezequiel: O Forno de Fundição

(Ez 22.17-22) 17A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 18“Filho do homem, a casa de Israel se transformou em escória para mim. Todos eles são cobre, estanho, ferro e chumbo no meio do forno; eles são a escória da prata”. 19Portanto, assim diz o Senhor Deus: “Visto que todos vocês se transformaram em escória, eis que eu os ajuntarei no meio de Jerusalém (NAA). 20Assim como os homens ajuntam prata, cobre, ferro, chumbo e estanho numa fornalha a fim de fundi-los com um sopro, também na minha ira e na minha indignação ajuntarei vocês dentro da cidade e os fundirei. 21Eu os ajuntarei e soprarei sobre vocês a minha ira impetuosa, e vocês se derreterão. 22Assim como a prata se derrete numa fornalha, também vocês se derreterão dentro dela, e vocês saberão que eu, o Senhor, derramei a minha ira sobre vocês” (NVI).

Profeta Ezequiel: Os Pecados das Autoridades de Israel

(Ez 22.23-29) 23A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 24“Filho do homem, diga a essa terra: ‘Você é terra que não está purificada e que não tem chuva no dia da indignação’. 25Há, no meio dela, uma conspiração dos seus profetas. Como um leão que ruge, que arrebata a presa, assim eles devoram pessoas, se apossam de tesouros e coisas preciosas, multiplicam as viúvas no meio dela. 26Os seus sacerdotes transgridem a minha Lei e profanam as minhas coisas santas. Não fazem distinção entre o santo e o profano e não ensinam a diferença entre o puro e o impuro. Não respeitam os meus Shabaths, e assim sou profanado no meio deles. 27Os seus líderes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa para derramarem o sangue, para destruírem vidas e ganharem lucro desonesto (NAA). 28Seus profetas disfarçam esses feitos enganando o povo com visões falsas e adivinhações mentirosas. Dizem: ‘Assim diz o Soberano Senhor’, quando o Senhor não falou (NVI). 29O povo da terra pratica extorsão e anda roubando. Fazem violência aos pobres e necessitados, e injustamente oprimem os estrangeiros” (NAA).

(Ez 22.30-31) 30“Procurei entre eles um homem que reconstruísse a muralha e se colocasse na brecha diante de mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse, mas não encontrei ninguém. 31Por isso, derramarei sobre eles a minha indignação, e com o fogo do meu furor os consumirei. Farei cair sobre a cabeça deles o castigo que os seus atos merecem”, diz o Senhor Deus (NAA).

Profeta Ezequiel: Oolá e Oolibá – Samaria e Jerusalém

(Ez 23.1-4) 1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 2“Filho do homem, existiam duas mulheres, filhas da mesma mãe. 3Elas se tornaram prostitutas no Egito, envolvendo-se na prostituição desde a juventude. Naquela terra os seus peitos foram acariciados e os seus seios virgens foram afagados. 4A mais velha chamava-se Oolá, e sua irmã, Oolibá. Elas eram minhas e deram à luz filhos e filhas. Oolá é Samaria, e Oolibá é Jerusalém” (NVI).

(Ez 23.5-10) 5“Oolá envolveu-se em prostituição enquanto ainda era minha; ela se encheu de cobiça por seus amantes, os assírios, guerreiros (NVI) 6que se vestiam de azul, governadores e comandantes, todos jovens atraentes, cavaleiros montados em cavalos. 7Ela se prostituiu com eles, que eram todos a fina flor dos filhos da Assíria, e com todos aqueles pelos quais se inflamava; com todos os seus ídolos ela se contaminou. 8Não abandonou a prostituição que havia começado no Egito. Porque, quando era jovem, os homens se deitaram com ela, apalparam os seios da sua virgindade e a trataram como prostituta (NAA). 9Por isso eu a entreguei a seus amantes assírios, que ela tanto desejou (NVT). 10Estes descobriram as vergonhas dela, levaram os seus filhos e as suas filhas, e a mataram à espada. Ela se tornou falada entre as mulheres por causa dos juízos que executaram sobre ela” (NAA).

(Ez 23.11-17) 11“Contudo, embora Oolibá tenha visto o que aconteceu à sua irmã Oolá, seguiu pelo mesmo caminho. Na verdade, foi ainda mais depravada e se entregou ao desejo e à prostituição (NVT). 12Também desejou ardentemente os assírios, governadores e comandantes, guerreiros em uniforme completo, todos eles jovens e belos cavaleiros. 13Vi que ela também se contaminou; ambas seguiram o mesmo caminho. 14Mas ela levou sua prostituição ainda mais longe. Viu homens desenhados numa parede, figuras de caldeus em vermelho (NVI), 15de lombos cingidos e turbantes pendentes da cabeça, todos com aparência de oficiais, semelhantes aos filhos da Babilônia, nascidos na Caldeia (NAA). 16Assim que ela os viu, desejou-os ardentemente e lhes mandou mensageiros até a Caldéia (NVI). 17Eles vieram, cometeram adultério com ela e a contaminaram na cama do amor. Depois de ser contaminada, porém, teve nojo deles e os rejeitou” (NVT).

(Ez 23.18-21) 18“Da mesma forma, eu tive nojo de Oolibá e a rejeitei, como havia rejeitado sua irmã, porque ela se exibiu diante deles e a eles se entregou para satisfazer seus desejos (NVT). 19Contudo, ela ia se tornando cada vez mais promíscua à medida que se recordava dos dias de sua juventude, quando era prostituta no Egito. 20Desejou ardentemente os seus amantes, cujos membros eram como os de jumentos e cuja ejaculação era como a de cavalos. 21De modo que você ansiou pela lascívia de sua juventude, quando no Egito seus peitos eram afagados e seus seios virgens eram acariciados” (NVI).

(Ez 23.22-27) 22Portanto, Oolibá, assim diz o Soberano Senhor: “Incitarei os seus amantes contra você, aqueles de quem você se afastou desgostosa, e os trarei para atacá-la de todos os lados, 23os babilônios e todos os caldeus, os homens de Pecode, de Soa e de Coa, e com eles todos os assírios, belos rapazes, todos eles governadores e comandantes, oficiais que chefiam os carros e homens de posto elevado, todos galantes cavaleiros. 24Eles virão contra você com armas, carros e carroças e com uma multidão de povos; por todos os lados tomarão posição contra você com escudos grandes e pequenos e com capacetes. Eu a entregarei a eles para castigo, e eles a castigarão conforme o costume deles (NVI). 25Voltarei contra você a ira do meu ciúme, e eles a tratarão com crueldade. Cortarão fora seu nariz e suas orelhas e matarão à espada os sobreviventes. Seus filhos serão levados como prisioneiros, e tudo que restar será queimado (NVT). 26Também arrancarão as suas roupas e tomarão suas lindas joias. 27Assim darei um basta à lascívia e à prostituição que você começou no Egito. Você deixará de olhar com desejo para essas coisas e não se lembrará mais do Egito” (NVI).

(Ez 23.28-31) 28Porque assim diz o Senhor Deus: “Eis que eu a entregarei nas mãos daqueles que você odeia, nas mãos daqueles que, com nojo, você abandonou. 29Eles a tratarão com ódio e levarão embora tudo aquilo pelo que você trabalhou. Eles a deixarão despida e nua, e a vergonha de sua prostituição será exposta. Sua lascívia e sua promiscuidade, 30trouxeram isto sobre você, porque você desejou ardentemente as nações e se contaminou com os ídolos delas (NVI). 31Porque você seguiu pelo mesmo caminho que sua irmã, eu a obrigarei a beber do mesmo cálice de terror do qual ela bebeu” (NVT).

(Ez 23.32-34) 32Assim diz o Senhor Soberano: “Você beberá do cálice de terror de sua irmã, um copo grande e fundo. Ele está cheio até a borda de desprezo e zombaria (NVT). 33Você ficará completamente bêbada e sentirá muita dor; o copo de sua irmã Samaria é copo de espanto e de desolação (NAA). 34Você beberá desse cálice de terror até a última gota. Então o fará em pedaços e com os cacos mutilará seus seios. Eu, o Senhor Soberano, falei!” (NVT)

(Ez 23.35) 35Agora, assim diz o Soberano Senhor: “Visto que você se esqueceu de mim e me deu as costas, você vai sofrer as conseqüências de sua lascívia e de sua prostituição” (NVI).

(Ez 23.36-39) 36O Senhor me disse: “Filho do homem, pronuncie julgamento sobre Oolá e Oolibá por todos os seus pecados detestáveis. 37Elas cometeram adultério e assassinato: adultério ao adorarem ídolos e assassinato ao queimarem como sacrifício os filhos que geraram para mim (NVT). 38Além disso, contaminaram meu Templo e profanaram meu Shabath. 39Pois, havendo sacrificado seus filhos aos ídolos, vieram, no mesmo dia, ao meu Santuário para o profanarem; foi o que fizeram em meu Templo” (NAA).

(Ez 23.40-45) 40“Vocês, irmãs, enviaram mensageiros a terras distantes para conseguir homens. Quando eles chegaram, vocês tomaram banho, pintaram os olhos e colocaram suas joias mais finas para recebê-los (NVT). 41Você se assentou num suntuoso leito, diante do qual se achava uma mesa preparada, sobre a qual você pôs o meu incenso e o meu óleo. 42Ouvia-se com ela a voz de uma multidão alegre. Com homens de classe baixa foram trazidos do deserto uns bêbados, que puseram braceletes nas mãos delas e, na cabeça, belas coroas (NAA). 43Então, disse eu da envelhecida em adultérios: ‘Continuará ela em suas prostituições?’ (ARA) 44E tiveram relações com ela, como quem tem relações com uma prostituta. Foi assim que tiveram relações com Oolá e Oolibá, essas mulheres depravadas (NAA). 45Mas justos as condenarão ao castigo que merecem as mulheres que cometem adultério e derramam sangue, porque são adúlteras e há sangue em suas mãos” (NVI).

(Ez 23.46-49) 46Assim diz o Soberano Senhor: “Que uma multidão as ataque e que elas sejam entregues ao pavor e ao saque (NVI). 47A multidão as apedrejará e as golpeará com as suas espadas; matarão os seus filhos e as suas filhas e queimarão as suas casas (NAA). 48Desse modo, acabarei com a depravação na terra, e meu julgamento servirá de advertência para que outras não sigam seu mau exemplo. 49Vocês receberão o castigo merecido por sua prostituição e idolatria. Então saberão que eu sou o Senhor Soberano” (NVT).

Profeta Ezequiel: A Viuvez do Profeta

(Ez 24.15-18) 15A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 16“Filho do homem, com um só golpe tirarei de você seu tesouro mais precioso. Contudo, você não deve mostrar tristeza alguma com a morte dela. Não chore, não derrame lágrimas. 17Sofra em silêncio, mas não lamente junto ao túmulo. Não descubra a cabeça nem tire as sandálias. Não siga os rituais de luto nem aceite comida de amigos que vierem consolá-lo”. 18Pela manhã, anunciei essa mensagem ao povo e, à tarde, minha esposa morreu. No dia seguinte, fiz tudo que me havia sido ordenado (NVT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.