• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 236

236º Dia – 24 de Agosto

REINO DE JUDÁ E EXÍLIO BABILÔNIO

REINO DA BABILÔNIA Profeta Ezequiel: A Parábola da Panela

(Ez 24.1-5) 1A palavra do Senhor veio a mim, no nono ano, no décimo mês, aos dez dias do mês, dizendo: 2“Filho do homem, anote o dia de hoje, sim, o dia de hoje, porque o rei da Babilônia começa o cerco de Jerusalém neste dia. 3Conte uma parábola à casa rebelde e diga: ‘Assim diz o Senhor Deus’: ‘Ponha a panela no fogo, encha-a com água (NAA). 4Encha-a com os pedaços mais seletos de carne: a coxa, o quarto dianteiro e os cortes mais macios (NVT), 5apanhe o melhor do rebanho. Empilhe lenha debaixo dela para os cozinhar; faça-a ferver a água e cozinhe tudo o que está na panela’” (NVI).

(Ez 24.6-10) 6Portanto, assim diz o Senhor Deus: “Ai da cidade sanguinária, da panela cheia de ferrugem, ferrugem que não foi tirada dela! Tire de dentro a carne, pedaço por pedaço, sem escolha (NAA). 7Porque o sangue que ela derramou está espalhado sobre as pedras; nem sequer foi derramado no chão, onde o pó o cobriria (NVT). 8Para atiçar a minha ira e me vingar, pus o sangue dela sobre a rocha nua, para que ele não fosse coberto”. 9Portanto assim diz o Soberano Senhor: “Ai da cidade sanguinária! Eu também farei uma pilha de lenha, uma pilha bem alta (NVI). 10Sim, amontoe a lenha; que ardam as chamas para fazer a panela ferver. Cozinhe a carne com diversos temperos, depois queime os ossos” (NVT).

(Ez 24.11-14) 11“Ponham depois a panela vazia sobre as brasas para que se esquente até que o seu bronze fique incandescente, e as suas impurezas se derretam, e o seu resíduo seja queimado e desapareça (NVI). 12Mas de nada adianta; não se pode limpar a ferrugem, nem mesmo com fogo (NVT). 13Ora, a sua impureza é a lascívia. Como eu desejei purificá-la, mas você não quis ser purificada de sua impureza, você não voltará a estar limpa, enquanto não se abrandar a minha ira contra você. 14Eu, o Senhor, falei. Chegou a hora de eu agir. Não me conterei; não terei piedade, nem voltarei atrás. Você será julgada de acordo com o seu comportamento e com as suas ações”, palavra do Soberano Senhor (NVI).

(Ez 24.19-24) 19Então o povo perguntou: “O que significa tudo isso? O que você quer nos dizer?” (NVT) 20Eu respondi: “A palavra do Senhor veio a mim, dizendo (NAA): 21‘Diga à nação de Israel: ‘Assim diz o Soberano Senhor’: ‘Estou a ponto de profanar o meu Santuário, a fortaleza de que vocês se orgulham, o prazer dos seus olhos, o objeto da sua afeição. Os filhos e as filhas que vocês deixaram lá, cairão pela espada (NVI). 22Então vocês farão como Ezequiel. Não seguirão os rituais de luto nem se consolarão com comida trazida pelos amigos. 23Sua cabeça permanecerá coberta, e não tirarão as sandálias. Não prantearão nem chorarão, mas definharão por causa de seus pecados. Lamentarão uns com os outros por todo o mal que fizeram. 24Ezequiel lhes serve de exemplo; farão exatamente o que ele fez. E, quando esse dia chegar, saberão que eu sou o Senhor Soberano’” (NVT).

(Ez 24.25-27) 25Então o Senhor me disse: “Filho do homem, no dia em que eu tirar deles sua fortaleza, sua alegria e sua glória, o desejo de seu coração e seu tesouro mais precioso, também tirarei deles seus filhos e filhas. 26Nesse dia, um sobrevivente de Jerusalém virá ao seu encontro na Babilônia e lhe contará o que aconteceu. 27Quando ele chegar, você recuperará sua voz para que possa falar com ele, e isso será um sinal para o povo. Então eles saberão que eu sou o Senhor” (NVT).

CIDADE DE JERUSALÉMJerusalém é Sitiada pelos Babilônios

(Jr 52.2) 2Zedequias fez o que era mau aos olhos do Senhor, segundo tudo o que Jeoaquim havia feito (NAA).

(Jr 52.3) 3aFoi por causa da ira do Senhor contra Jerusalém e contra Judá que isto aconteceu, a ponto de os rejeitar da sua presença (NAA).

(Jr 52.3) 3bZedequias rebelou-se contra o rei da Babilônia (NAA).

(Jr 52.4) 4Aconteceu que, no nono ano do reinado de Zedequias, aos dez dias do décimo mês, Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio contra Jerusalém, ele e todo o seu exército. Sitiaram a cidade e construíram rampas de ataque ao redor dela (NAA).

(2Rs 25.1) 1Então, no nono ano do reinado de Zedequias, no décimo dia do décimo mês, Nabucodonosor, rei da Babilônia, marchou contra Jerusalém com todo o seu exército. Ele acampou em frente da cidade e construiu rampas de ataque ao redor dela (NVI).

(Jr 39.1) 1Jerusalém foi tomada. Era o décimo mês do nono ano do reinado de Zedequias, rei de Judá, quando Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio com todo o seu exército contra Jerusalém e a sitiou (NAA).

Profeta Jeremias: O rei Zedequias pede Oração ao Profeta

(Jr 37.3-4) 3O rei Zedequias, porém, mandou Jucal, filho de Selemias, e o sacerdote Sofonias, filho de Maaséias, ao profeta Jeremias com esta mensagem: “Ore ao Senhor, ao nosso Deus, em nosso favor” (NVI). 4Jeremias andava livremente entre o povo, porque ainda não tinha sido preso (NAA).

Profeta Jeremias: Os Babilônios se retiram do Cerco em Jerusalém

(Jr 37.5) 5Nessa época, o exército do Faraó do Egito partiu de sua terra, preparado para guerrear. Quando o exército babilônio soube disso, suspendeu o cerco de Jerusalém (NVT).

Profeta Jeremias: A Destruição de Jerusalém é Iminente

(Jr 37.6-10) 6Então a palavra do Senhor veio ao profeta Jeremias, dizendo: 7“Assim diz o Senhor, Deus de Israel: ‘Digam ao rei de Judá, que pediu que vocês viessem a mim, para me consultar: ‘Eis que o exército de Faraó, que saiu do Egito para socorrer vocês, voltará para a sua terra, no Egito. 8Então os caldeus voltarão a esta cidade. Eles lutarão contra ela, tomarão a cidade e a queimarão’. 9Assim diz o Senhor: Não se enganem, dizendo: ‘Sem dúvida, os caldeus irão embora’. Porque eles não irão embora. 10Porque, ainda que vocês derrotassem todo o exército dos caldeus, que está lutando contra vocês, e ficassem deles apenas homens feridos, eles se levantariam, cada um na sua tenda, e queimariam esta cidade’(NAA).

Profeta Jeremias: Os Escravos devem ser Libertados

(Jr 34.9-11) 9Ele (Zedequias) tinha mandado todas as pessoas que possuíam escravos israelitas darem liberdade a seus irmãos de raça. Ninguém podia mais possuir escravos israelitas (BV). 10Todas as autoridades e todo o povo que haviam entrado na aliança obedeceram, libertando cada um os seus escravos e cada um as suas escravas, de maneira que já não os retiveram como escravos; obedeceram e os despediram (NAA). 11Mas depois mudaram de ideia. Tomaram de volta os homens e as mulheres que haviam libertado e os obrigaram a ser escravos novamente (NVT).

(Jr 34.8) 8O Senhor dirigiu a palavra a Jeremias depois do acordo que o rei Zedequias fez com todo o povo de Jerusalém de proclamar a libertação dos escravos (NVI).

(Jr 34.12-17) 12Então o Senhor dirigiu a palavra a Jeremias, dizendo (NVI): 13“Assim diz o Senhor, Deus de Israel: ‘Eu fiz uma aliança com os pais de vocês, no dia em que os tirei da terra do Egito, da casa da servidão, dizendo: 14‘Ao fim de sete anos, cada um deve libertar o seu compatriota hebreu que tiver sido vendido a vocês como escravo; depois que ele o tiver servido durante seis anos, você lhe dará a liberdade’. Mas os pais de vocês não me deram ouvidos, nem atenderam. 15Há pouco vocês tinham voltado a fazer o que é reto aos meus olhos, apregoando liberdade cada um ao seu próximo. Vocês tinham feito uma aliança diante de mim, no Templo que se chama pelo meu nome (NAA). 16Agora, porém, voltaram atrás em seu juramento e profanaram meu nome ao pegar de volta os homens e as mulheres que haviam libertado e os obrigar a ser escravos novamente’ (NVT). 17Portanto, assim diz o Senhor: ‘Vocês não me obedeceram; não proclamaram libertação cada um para o seu compatriota e para o seu próximo. Por isso, eu agora proclamo libertação para vocês’, diz o Senhor, ‘pela espada, pela peste e pela fome. Farei com que vocês sejam um objeto de terror para todos os reinos da terra’(NVI).

(Jr 34.18-20) 18“Porque não cumpriram os termos de minha aliança, eu os cortarei ao meio, como vocês cortaram o bezerro e caminharam entre as duas partes para confirmar seus votos. 19Sim, cortarei ao meio todos que se comprometeram com a aliança, quer sejam oficiais de Judá e de Jerusalém, oficiais do palácio, sacerdotes ou gente comum. 20Eu os entregarei a seus inimigos, e eles os matarão. Seus corpos servirão de alimento para os abutres e os animais selvagens” (NVT).

(Jr 34.21-22) 21Entregarei Zedequias, rei de Judá, e seus oficiais ao exército do rei da Babilônia. E, embora tenham se retirado de Jerusalém por um tempo, 22chamarei de volta os exércitos babilônios. Eles lutarão contra a cidade, a conquistarão e a queimarão de alto a baixo. Farei que todas as cidades de Judá sejam destruídas e que ninguém more nelas” (NVT).

REINO DA BABILÔNIAProfeta Ezequiel: Mensagem contra o Egito

(Ez 29.1-6a) 1No décimo ano, no décimo mês, aos doze dias do mês, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 2“Filho do homem, vire o seu rosto contra Faraó, rei do Egito, e profetize contra ele e contra todo o Egito (NAA). 3Fale e diga: ‘Assim diz o Senhor Deus’: ‘Eis que estou contra você, Faraó, rei do Egito, crocodilo enorme, deitado no meio dos seus rios, e que diz: ‘O meu rio é meu; eu o fiz para mim mesmo’. 4Mas eu porei anzóis em seus queixos e farei com que os peixes dos seus rios se apeguem às suas escamas. Vou tirá-lo do meio dos seus rios, juntamente com todos os peixes dos seus rios grudados nas suas escamas. 5Vou lançá-lo no deserto, você e todos os peixes dos seus rios. Você cairá em campo aberto, não será recolhido nem sepultado. Eu o darei como alimento aos animais selvagens e às aves do céu (NAA). 6aEntão todos os que vivem no Egito saberão que eu sou o Senhor” (NVI).

(Ez 29.6b-9a) 6b“Você tem sido um bordão de junco para a nação de Israel. 7Quando os israelitas o pegaram com a mão, você rachou e lhes rasgou o ombro; quando eles se apoiaram, você quebrou, fazendo tremer os lombos deles (NAA). 8Portanto, assim diz o Senhor Soberano: “Trarei a espada contra você, ó Egito, e destruirei tanto pessoas como animais (NVT). 9aO Egito se tornará um deserto arrasado. Então eles saberão que eu sou o Senhor” (NVI).

(Ez 29.9b-12) 9b“Visto que você disse: ‘O Nilo é meu; eu o fiz’ (NVI), 10eis que estou contra você e contra os seus rios. Farei da terra do Egito um deserto, uma completa desolação, desde Migdol até Sevene, até as fronteiras da Etiópia. 11Não passará por ela pé humano, nem pata de animal passará por ela, nem será habitada durante quarenta anos (NAA). 12Farei a terra do Egito arrasada em meio a terras devastadas, e suas cidades estarão arrasadas durante quarenta anos entre cidades em ruínas. E espalharei os egípcios entre as nações e os dispersarei entre os povos” (NVI).

(Ez 29.13-16) 13Mas assim diz o Senhor Deus: “Ao fim de quarenta anos, ajuntarei os egípcios do meio dos povos por onde foram espalhados. 14Restaurarei a sorte dos egípcios e os farei voltar à terra de Patros, à terra de sua origem; e serão ali um reino humilde (NAA). 15Será a mais humilde das nações e nunca voltará a se elevar acima de seus vizinhos. Eu a tornarei tão pequena que não dominará mais nação alguma. 16Então Israel não confiará mais na ajuda do Egito. O Egito ficará tão devastado que lembrará Israel do pecado que cometeu ao confiar nele no passado. Então saberão que eu sou o Senhor Soberano” (NVT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.