• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 262

262º Dia – 19 de Setembro

POVO DE JUDÁ E O IMPÉRIO PERSA

CIDADE DE JERUSALÉMProfeta Ageu: A Glória do Novo Templo

(Ag 2.1-5) 1No segundo ano do reinado de Dario, no sétimo mês, no vigésimo primeiro dia do mês, a palavra do Senhor veio por meio do profeta Ageu, dizendo: 2“Fale agora a Zorobabel, filho de Salatiel, governador de Judá, e a Josué, filho de Jozadaque, o sumo sacerdote, e ao remanescente do povo, dizendo: 3‘Quem de vocês, que tenha sobrevivido, contemplou este Templo na sua primeira glória? E como vocês o veem agora? Por acaso não é como nada aos olhos de vocês? (NAA) 4Coragem, Zorobabel’, declara o Senhor. ‘Coragem, sumo sacerdote Josué, filho de Jeozadaque. Coragem! Ao trabalho, ó povo da terra!’, declara o Senhor. ‘Porque eu estou com vocês’, declara o Senhor dos Exércitos. 5‘Esta é a aliança que fiz com vocês quando vocês saíram do Egito: ‘Meu espírito está entre vocês. Não tenham medo’’” (NVI).

(Ag 2.6-9) 6Pois assim diz o Senhor dos Exércitos: “Em pouco tempo sacudirei novamente os céus e a terra, os mares e a terra seca. 7Sacudirei todas as nações, e os tesouros das nações virão para este Templo. Encherei este lugar de glória”, diz o Senhor dos Exércitos (NVT). 8“Minha é a prata, meu é o ouro”, diz o Senhor dos Exércitos (NAA). 9“A glória desta última casa será maior do que a da primeira”, diz o Senhor dos Exércitos; “e, neste lugar, darei a paz”, diz o SENHOR dos Exércitos (ARA).

Profeta Zacarias: Exortação ao Arrependimento

(Zc 1.1-6) 1No oitavo mês do segundo ano do reinado de Dario, a palavra do Senhor veio ao profeta Zacarias, filho de Berequias e neto de Ido (NVI): 2“Eu, o Senhor, fiquei extremamente irado com seus antepassados. 3Portanto, diga ao povo: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Voltem-se para mim, e eu me voltarei para vocês’, diz o Senhor dos Exércitos’ (NVT). 4‘Não sejam como os seus pais. Quando os primeiros profetas clamavam: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Convertam-se dos seus maus caminhos e das suas obras más’, eles não ouviram nem me deram atenção’, diz o Senhor’ (NAA). 5Onde estão agora os seus antepassados? E os profetas, acaso vivem eles para sempre? (NVI) 6Mas tudo que eu disse e ordenei por meio de meus servos, os profetas, aconteceu a seus antepassados. Por isso, eles se arrependeram e disseram: ‘Recebemos do Senhor dos Exércitos o que merecíamos. Ele fez o que havia prometido’(NVT).

Profeta Ageu: Repreendida a Infidelidade do Povo

(Ag 2.10-14) 10No dia vinte e quatro do nono mês, no segundo ano do reinado de Dario, a palavra do Senhor veio ao profeta Ageu: 11Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Pergunte aos sacerdotes sobre a seguinte questão da Lei (NVI): 12‘Se alguém levar em sua roupa a carne consagrada de um sacrifício, e se, por acaso, a roupa tocar num pão, num ensopado, em vinho, em azeite ou em qualquer outro tipo de alimento, esse alimento também se tornará consagrado?’”. “Não”, responderam os sacerdotes (NVT). 13Então Ageu perguntou: “Se alguém que se tornou impuro pelo contato com um cadáver tocar em qualquer dessas coisas, ficará ela impura?” E os sacerdotes responderam: “Sim, ficará impura” (NAA). 14Então Ageu disse: “É o que acontece com este povo e com esta nação”, diz o Senhor. “Tudo que fazem e oferecem é contaminado por seu pecado” (NVT).

(Ag 2.15-19) 15“Vejam o que estava acontecendo com vocês antes de começarem a lançar os alicerces do templo do Senhor. 16Quando esperavam uma colheita de vinte medidas, colhiam apenas dez. Quando esperavam tirar cinquenta medidas da prensa de uvas, tiravam apenas vinte (NVT). 17Eu destruí todo o trabalho das mãos de vocês, com mofo, ferrugem e granizo, mas vocês não se voltaram para mim”, declara o Senhor. 18“A partir de hoje, dia vinte e quatro do nono mês, atentem para o dia em que os fundamentos do Templo do Senhor foram lançados. Reconsiderem: 19‘Ainda há alguma semente no celeiro? Até hoje a videira, a figueira, a romeira e a oliveira não têm dado fruto. Mas, de hoje em diante, abençoarei vocês’” (NVI).

Profeta Ageu: Zorobabel é escolhido como um Anel de Selar

(Ag 2.20-23) 20A palavra do Senhor veio a Ageu pela segunda vez, no dia vinte e quatro do nono mês (NVI): 21“Diga ao governador de Judá, Zorobabel, que estou prestes a sacudir os céus e a terra (NVT). 22Derrubarei tronos e destruirei o poder dos reinos estrangeiros. Virarei os carros e os seus condutores; os cavalos e os seus cavaleiros cairão, cada um pela espada do seu companheiro” (NVI). 23“Naquele dia”, diz o Senhor dos Exércitos, “honrarei você, meu servo Zorobabel, filho de Sealtiel. Farei que você seja como um anel de selar em meu dedo”, diz o Senhor, “pois eu o escolhi. Eu, o Senhor dos Exércitos, falei!” (NVT)

(1Cr 3.19b-24) 19bOs filhos de Zorobabel foram: Mesulão e Hananias. A irmã deles se chamava Selomite (NVT). 20Teve ainda mais cinco filhos: Hasubá, Oel, Berequias, Hasadias e Jusabe-Hesede. 21Estes foram os descendentes de Hananias: Pelatias e Jesaías, e os filhos de Refaías, de Arnã, de Obadias e de Secanias. 22Estes foram os descendentes de Secanias: Semaías e seus filhos Hatus, Igal, Bariá, Nearias e Safate; seis descendentes ao todo. 23Estes foram os três filhos de Nearias: Elioenai, Ezequias e Azricão. 24Estes foram os sete filhos de Elioenai: Hodavias, Eliasibe, Pelaías, Acube, Joanã, Delaías e Anani (NVI).

Profeta Zacarias: As Visões do Profeta – A Primeira Visão: Os Cavalos

(Zc 1.7-11) 7No dia vigésimo quarto do décimo primeiro mês, o mês de sebate, no segundo ano do reinado de Dario, a palavra do Senhor veio ao profeta Zacarias, filho de Berequias e neto de Ido (NVI): 8Numa visão durante a noite, vi um homem montado num cavalo vermelho, parado entre algumas murtas num desfiladeiro. Atrás dele, havia cavaleiros montados em cavalos vermelhos, marrons e brancos (NVT). 9Então perguntei: “Meu senhor, quem são estes?” E o anjo que falava comigo respondeu: “Eu lhe mostrarei quem são eles”. 10Então o homem que estava entre as murtas disse: “Eles são os que o Senhor enviou para percorrerem a terra”. 11Eles responderam ao anjo do Senhor, que estava entre as murtas, e disseram: “Nós já percorremos a terra, e eis que toda a terra está, agora, calma e tranquila” (NAA).

(Zc 1.12-17) 12Então o anjo do Senhor disse: “Ó Senhor dos Exércitos, até quando não terás compaixão de Jerusalém e das cidades de Judá, contra as quais estás indignado há setenta anos?” 13E o Senhor respondeu com palavras boas, palavras consoladoras, ao anjo que falava comigo. 14E este me disse: “Proclame: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Tenho grande amor por Jerusalém e Sião. 15E, com grande indignação, estou irado contra as nações que vivem confiantes. Porque eu estava um pouco indignado, mas elas agravaram o mal’ (NAA). 16Por isso, assim diz o Senhor: ‘Estou voltando-me para Jerusalém com misericórdia, e ali o meu Templo será reconstruído. A corda de medir será esticada sobre Jerusalém’, declara o Senhor dos Exércitos’(NVI). 17“Diga também: ‘Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘As cidades de Israel voltarão a transbordar de prosperidade, e o Senhor voltará a consolar Sião e escolherá Jerusalém para si’(NVT).

Profeta Zacarias: A Segunda Visão: Os Chifres e os Ferreiros

(Zc 1.18-21) 18Então levantei os olhos e vi quatro chifres de animais. 19“O que significam estes chifres?”, perguntei ao anjo que falava comigo. Ele respondeu: “Estes chifres representam as nações que dispersaram Judá, Israel e Jerusalém”. 20Então o Senhor me mostrou quatro ferreiros (NVT). 21Então perguntei: “O que é que eles vêm fazer?” Ele respondeu: “Aqueles são os chifres que dispersaram Judá, de maneira que ninguém pode levantar a cabeça. Mas estes ferreiros vieram para os amedrontar, para derrubar os chifres das nações que levantaram o seu poder contra a terra de Judá, para a espalhar” (NAA).

Profeta Zacarias: A Terceira Visão: Jerusalém é Medida

(Zc 2.1-5) 1Quando levantei os olhos outra vez, vi um homem segurando uma corda de medir (NVT). 2Então perguntei: “Para onde você vai?” Ele me respondeu: “Vou medir Jerusalém, para saber a sua largura e o seu comprimento”. 3Eis que o anjo que falava comigo se afastou, e outro anjo veio se encontrar com ele (NAA), 4e lhe disse: “Corra e diga àquele jovem: ‘Jerusalém será habitada como uma cidade sem muros por causa dos seus muitos habitantes e rebanhos. 5E eu mesmo serei para ela um muro de fogo ao seu redor’, declara o Senhor, ‘e dentro dela serei a sua glória’” (NVI).

Profeta Zacarias: Israel exortado a voltar para Sião

(Zc 2.6-9) 6“Vamos! Vamos! Fujam da terra do Norte”, diz o Senhor, “porque eu espalhei vocês como os quatro ventos do céu”, diz o Senhor (NAA). 7“Atenção, ó Sião! Escapem, vocês que vivem na cidade da Babilônia!” (NVI) 8Pois assim diz o Senhor dos Exércitos: “Para obter a glória, ele me enviou às nações que saquearam os bens de vocês”. “Porque aquele que tocar em vocês toca na menina dos meus olhos. 9Porque eis que agitarei a mão contra eles, e eles virão a ser a presa daqueles que os serviram”. “Assim vocês saberão que o Senhor dos Exércitos é quem me enviou” (NAA).

(Zc 2.10-13) 10Alegre-se e cante, ó filha de Sião, porque eis que venho e habitarei no meio de você”, diz o Senhor. 11“Naquele dia, muitas nações se juntarão ao Senhor e serão o meu povo. Habitarei em seu meio”, “e vocês saberão que o Senhor dos Exércitos é quem me enviou a vocês (NAA). 12A terra de Judá será a propriedade do Senhor na terra santa, e mais uma vez ele escolherá Jerusalém para ser sua cidade (NVT). 13Aquietem-se todos perante o Senhor, porque ele se levantou de sua santa habitação” (NVI).

Profeta Zacarias: A Quarta Visão: O Sumo-Sacerdote Josué

(Zc 3.1-10) 1Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué, que estava diante do Anjo do Senhor; mostrou também Satanás, que estava à direita de Josué, para o acusar (NAA). 2O anjo do Senhor disse a Satanás: “O Senhor o repreenda, Satanás! O Senhor que escolheu Jerusalém o repreenda! Este homem não parece um tição tirado do fogo? (NVI) 3Josué, vestido com roupas sujas, continuava de pé em frente do Anjo (NTLH). 4O Anjo tomou a palavra e disse aos que estavam diante dele: “Tirem as roupas sujas que ele está usando”. E a Josué ele disse: “Eis que tirei de você a sua iniquidade e agora o vestirei com roupas finas”. 5Então eu disse: “Ponham um turbante limpo na cabeça dele”. Puseram um turbante limpo na cabeça dele e o vestiram, na presença do Anjo do Senhor (NAA). 6Então o Anjo do Senhor falou solenemente a Josué e disse (NVT): 7“Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Se você andar nos meus caminhos e observar os meus preceitos, você julgará o meu Templo e guardará os meus átrios. Eu lhe darei livre acesso entre estes que aqui se encontram’. 8Portanto, escute, Josué, sumo sacerdote, você e os seus companheiros que estão sentados diante de você, porque estes homens são um sinal do que há de vir: ‘Eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo (NAA). 9Vejam a pedra que coloquei na frente de Josué! Ela tem sete pares de olhos, e eu gravarei nela uma inscrição’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘e removerei o pecado desta terra num único dia. 10Naquele dia’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘cada um de vocês convidará seu próximo para assentar-se debaixo da sua videira e debaixo da sua figueira’” (NVI).

Profeta Zacarias: A Quinta Visão: O Candelabro de Ouro

(Zc 4.1-5) 1Depois o anjo que falava comigo tornou a despertar-me, como se desperta alguém do sono, 2e me perguntou: “O que você está vendo?” Respondi: “Vejo um candelabro de ouro maciço com um recipiente para azeite na parte superior e sete lâmpadas e sete canos para as lâmpadas. 3Há também duas oliveiras junto ao recipiente, uma à direita e outra à esquerda”. 4Perguntei ao anjo que falava comigo: “O que significa isto, meu senhor?” (NVI) 5O anjo que falava comigo disse: “Você não sabe o que é isto?” Respondi: “Não, meu senhor” (NAA).

(Zc 4.6-7) 6Ele prosseguiu e me disse: “Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel: ‘Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito’, diz o Senhor dos Exércitos (NAA). 7Nada será obstáculo para Zorobabel, nem mesmo uma grande montanha; diante dele ela se tornará uma planície! E, quando Zorobabel colocar em lugar a última pedra do Templo, o povo gritará: ‘É pela graça! É pela graça!’(NVT).

(Zc 4.8-10) 8Novamente a palavra do Senhor veio a mim, dizendo: 9As mãos de Zorobabel lançaram os alicerces deste templo, e as mãos dele vão terminar a construção”, para que vocês saibam que o Senhor dos Exércitos é quem me enviou a vocês (NAA). 10Pois aqueles que desprezaram o dia das pequenas coisas terão grande alegria ao verem a pedra principal nas mãos de Zorobabel. Então ele me disse: “Estas sete lâmpadas são os olhos do Senhor, que sondam toda a terra” (NVI).

(Zc 4.11-14) 11A seguir perguntei ao anjo: “O que significam estas duas oliveiras à direita e à esquerda do candelabro?” (NVI) 12E acrescentei uma segunda pergunta: “O que são aqueles dois ramos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro, que vertem azeite dourado?” 13Ele me respondeu: “Você não sabe o que é isto?” Eu respondi: “Não, meu senhor” (NAA). 14Então ele me disse: “São os dois homens que foram ungidos para servir ao Soberano de toda a terra!” (NVI)

Profeta Zacarias: A Sexta Visão: O Rolo Voador

(Zc 5.1-4) 1Tornei a levantar os olhos e vi, e eis um livro em forma de rolo que voava. 2O anjo me perguntou: “O que você está vendo?” Eu respondi: “Vejo um rolo voando, que tem nove metros de comprimento e quatro metros e meio de largura”. 3Então ele me disse: “Esta é a maldição que sai pela face de toda a terra. Porque quem roubar será expulso segundo a maldição, e quem jurar falsamente será expulso também segundo a mesma maldição. 4‘Enviarei essa maldição’, diz o Senhor dos Exércitos, ‘e a farei entrar na casa do ladrão e na casa do que jurar falsamente pelo meu nome; ela ficará nessas casas e consumirá a sua madeira e as suas pedras’(NAA).

Profeta Zacarias: A Sétima Visão: A Mulher e o Cesto de Medir

(Zc 5.5-11) 5Em seguida o anjo que falava comigo se adiantou e me disse: “Olhe e veja o que vem surgindo” (NVI). 6“O que é?”, perguntei. Ele respondeu: “É um cesto para medir cereais e está cheio do pecado de todos que habitam a terra” (NVT). 7Então foi levantada a tampa de chumbo que cobria o cesto, e eis que uma mulher estava sentada dentro do cesto (NAA). 8O anjo disse: “A mulher se chama Perversidade”, e a empurrou de volta para dentro do cesto e fechou a tampa. 9Em seguida, levantei os olhos e vi duas mulheres voando em nossa direção, planando no vento. Suas asas pareciam asas de cegonha, e elas pegaram o cesto e o carregaram pelos ares (NVT). 10Então perguntei ao anjo que falava comigo: “Para onde elas estão levando o cesto?” (NAA) 11E ele me disse: “Para lhe edificarem uma casa na terra de Sinar; e, estando ela acabada, ele será posto ali na sua base” (ACF).

Profeta Zacarias: A Oitava Visão: As Quatro Carruagens

(Zc 6.1-8) 1Olhei novamente, e vi diante de mim quatro carruagens que vinham saindo do meio de duas montanhas de bronze (NVI). 2Na primeira carruagem, os cavalos eram vermelhos; na segunda, eram pretos (NAA); 3à terceira, cavalos brancos, e à quarta, cavalos malhados. Todos eram vigorosos. 4Perguntei ao anjo que falava comigo: “Que representam estes cavalos atrelados, meu senhor?” 5O anjo me respondeu: “Estes são os quatro espíritos do céu, que acabam de sair da presença do Soberano de toda a terra. 6A carruagem puxada pelos cavalos pretos vai em direção à terra do norte, a que tem cavalos brancos vai em direção ao oriente, e a que tem cavalos malhados vai para a terra do sul. 7Os vigorosos cavalos avançavam, impacientes por percorrer a terra”. E o anjo lhes disse: “Percorram toda a terra!” E eles foram. 8Então ele me chamou e disse: “Veja, os que foram para a terra do norte deram repouso ao meu Espírito naquela terra” (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.