• aguavivabocaina@gmail.com
  • +55 14 98183-8530

Bíblia Cronológica – Versões | Dia 293

293º Dia – 20 de Outubro

O NOVO TESTAMENTO

REGIÃO DA GALILÉIAA Primeira Multiplicação de Alimentos

(Lc 9.10) 10Ao regressarem, os apóstolos relataram a Jesus tudo o que tinham feito. Ele, levando-os consigo, retirou-se à parte para uma cidade chamada Betsaida (NAA).

(Mc 6.30-32) 30Os apóstolos voltaram de sua missão e contaram a Jesus tudo que tinham feito e ensinado. 31E ele lhes disse: “Venham repousar um pouco, à parte, num lugar deserto”. Isto porque eles não tinham tempo nem para comer, visto serem muitos os que iam e vinham (NAA). 32Assim, eles se afastaram num barco para um lugar deserto (NVI).

(Mt 14.13) 13Jesus, ouvindo isto, retirou-se dali num barco para um lugar deserto, à parte. Ao saberem disso, as multidões vieram das cidades seguindo-o por terra (NAA).

(Jo 6.1) 1Depois disso, Jesus atravessou o mar da Galiléia, conhecido também como mar de Tiberíades (NVT).

(Mc 6.33) 33Muitos, porém, os viram sair e, reconhecendo-os, correram para lá, a pé, de todas as cidades, e chegaram antes deles (NAA).

(Lc 9.11) 11aMas as multidões souberam disso e o seguiram (NAA).

(Jo 6.2) 2Uma grande multidão o seguia por toda parte, pois tinham visto os sinais que ele havia realizado ao curar os enfermos (NVT).

(Mc 6.34) 34Quando Jesus saiu do barco, viu a grande multidão e teve compaixão dela, pois eram como ovelhas sem pastor. Então começou a lhes ensinar muitas coisas (NVT).

(Mt 14.14) 14Quando Jesus saiu do barco, viu a grande multidão, teve compaixão dela e curou os enfermos (NVT).

(Lc 9.11) 11bAcolhendo-as, Jesus lhes falava a respeito do Reino de Deus e socorria os que tinham necessidade de cura (NAA).

(Jo 6.3) 3Então Jesus subiu ao monte e sentou-se com os seus discípulos (NVI).

(Jo 6.4-7) 4Era quase tempo da Festa Judaica da Páscoa (NVT). 5Então Jesus, erguendo os olhos e vendo que uma grande multidão se aproximava, disse a Filipe: “Onde compraremos pão para lhes dar de comer?” 6Mas Jesus dizia isto para testá-lo, porque sabia o que estava para fazer (NAA). 7Filipe respondeu assim: “Para cada pessoa poder receber um pouco de pão, nós precisaríamos gastar mais de duzentas moedas de prata” (NTLH).

(Lc 9.12) 12Mas o dia estava chegando ao fim. Então os doze se aproximaram de Jesus e disseram: “Despeça a multidão, para que, indo às aldeias e campos ao redor, se hospedem e encontrem alimento; pois estamos aqui em lugar deserto” (NAA).

(Mt 14.15) 15Ao entardecer, os discípulos foram até ele e disseram: “Este lugar é isolado, e já está ficando tarde. Mande as multidões embora, para que possam ir aos povoados e comprar comida” (NVT).

(Mc 6.35-36) 35Ao entardecer, os discípulos foram até ele e disseram: “Este lugar é isolado, e já está tarde (NVT). 36Manda embora o povo para que possa ir aos campos e povoados vizinhos comprar algo para comer” (NVI).

(Mt 14.16) 16Jesus, porém, lhes disse: “Não precisam ir embora; deem vocês mesmos de comer a eles” (NAA).

(Lc 9.13) 13aJesus, porém, lhes disse: “Deem vocês mesmos de comer a eles” (NAA).

(Mc 6.37) 37Mas Jesus respondeu: “Deem vocês mesmos comida a eles”. Os discípulos disseram: “Para comprarmos pão para toda esta gente, nós precisaríamos de duzentas moedas de prata” (NTLH).

(Mc 6.38) 38E Jesus lhes disse: “Quantos pães vocês têm? Tratem de descobrir!” Eles foram se informar e responderam: “Cinco pães e dois peixes” (NAA).

(Jo 6.8-9) 8Então um de seus discípulos, André, irmão de Simão Pedro, falou (NVT): 9“Aqui está um menino que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos. Mas o que é isto para tanta gente?” (NAA)

(Lc 9.13) 13bOs discípulos responderam: “Não temos mais que cinco pães e dois peixes, a não ser que nós mesmos vamos e compremos comida para todo este povo” (NAA).

(Mt 14.17-18) 17Eles lhe disseram: “Tudo o que temos aqui são cinco pães e dois peixes” (NVI). 18Então Jesus disse: “Tragam esses pães e peixes aqui para mim” (NAA).

(Mc 6.39-40) 39Então Jesus ordenou que fizessem todo o povo assentar-se em grupos na grama verde (NVI). 40E eles o fizeram, repartindo-se em grupos de cem e de cinquenta (NAA).

(Mt 14.19) 19aEm seguida, mandou o povo sentar-se na grama (NVT).

(Lc 9.14-15) 14Havia ali cerca de cinco mil homens. Jesus respondeu: “Digam a eles que se sentem em grupos de cinquenta” (NVT). 15Eles atenderam, fazendo com que todos se assentassem (NAA).

(Jo 6.10) 10Disse Jesus: “Mandem o povo assentar-se”. Havia muita grama naquele lugar, e todos se assentaram. Eram cerca de cinco mil homens (NVI).

(Mt 14.19) 19bTomou os cinco pães e os dois peixes, olhou para o céu e os abençoou. Então, partiu os pães em pedaços e os entregou a seus discípulos, que distribuíram às multidões (NVT).

(Mc 6.41) 41Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, olhou para o céu e os abençoou. Então, à medida que ia partindo os pães, entregava-os aos discípulos para que os distribuíssem ao povo. Também dividiu os peixes para que todos recebessem uma porção (NVT).

(Lc 9.16) 16E Jesus, pegando os cinco pães e os dois peixes, erguendo os olhos para o céu, os abençoou, partiu e deu aos discípulos para que os distribuíssem entre o povo (NAA).

(Jo 6.11) 11Então Jesus tomou os pães, agradeceu a Deus e os repartiu entre o povo. Em seguida, fez o mesmo com os peixes. E todos comeram à vontade (NVT).

(Jo 6.12-13) 12Depois que todos estavam satisfeitos, Jesus disse a seus discípulos: “Agora juntem os pedaços que sobraram, para que nada se desperdice” (NVT). 13Assim, pois, o fizeram e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada, que sobraram depois que todos tinham comido (NAA).

(Mt 14.20) 20Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços que sobraram (NVI).

(Mc 6.42-43) 42Todos comeram e se fartaram (NAA), 43e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços de pão e de peixe (NVI).

(Lc 9.17) 17Todos comeram e se fartaram; e dos pedaços que sobraram foram recolhidos doze cestos (NAA).

(Mc 6.44) 44Os que comeram foram cinco mil homens (NVI).

(Mt 14.21) 21Os que comeram foram cerca de cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças (NVI).

(Jo 6.14) 14Quando as pessoas viram o sinal que Jesus havia feito, disseram: “Este é verdadeiramente o profeta que devia vir ao mundo” (NAA).

Jesus Sobe ao Monte para Orar

(Mt 14.22) 22Logo em seguida, Jesus insistiu com os discípulos para que entrassem no barco e fossem adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia a multidão (NVI).

(Mc 6.45) 45Logo em seguida, Jesus insistiu com seus discípulos que voltassem ao barco e atravessassem o mar até Betsaida, enquanto ele mandava o povo para casa (NVT).

(Jo 6.15) 15Sabendo Jesus que pretendiam proclamá-lo rei à força, retirou-se novamente sozinho para o monte (NVI).

(Mt 14.23) 23Depois de mandá-las para casa, Jesus subiu sozinho ao monte a fim de orar. Quando anoiteceu, ele ainda estava ali, sozinho (NVT).

(Mc 6.46) 46Depois de se despedir de todos, subiu sozinho ao monte para orar (NVT).

Jesus Anda Sobre as Águas

(Jo 6.16-18) 16Ao final do dia, os discípulos de Jesus desceram para o mar (NAA), 17entraram no barco e atravessaram o mar em direção a Cafarnaum. Quando escureceu, porém, Jesus ainda não tinha vindo se encontrar com eles. 18Logo, um vento forte veio sobre eles, e o mar ficou muito agitado (NVT).

(Mt 14.24) 24Enquanto isso, os discípulos, distantes da terra firme, lutavam contra as ondas, pois um vento forte havia se levantado (NVT).

(Mc 6.47) 47Durante a noite, os discípulos estavam no barco, no meio do mar, e Jesus, sozinho em terra (NVT).

(Mc 6.48-50) 48Ele viu que estavam em apuros, remando com força e lutando contra o vento e as ondas. Por volta das três da madrugada, Jesus foi até eles caminhando sobre o mar. Sua intenção era passar por eles, 49mas, quando o avistaram caminhando sobre as águas, gritaram de pavor, pensando que fosse um fantasma. 50Ficaram todos aterrorizados ao vê-lo. Imediatamente, porém, Jesus lhes disse: “Não tenham medo! Coragem, sou eu!” (NVT).

(Mt 14.25-27) 25Por volta das três da madrugada, Jesus foi até eles, caminhando sobre as águas. 26Quando os discípulos o viram caminhando sobre as águas, ficaram aterrorizados. “É um fantasma!”, gritaram, cheios de medo (NVT). 27Mas Jesus imediatamente lhes disse: “Coragem! Sou eu. Não tenham medo!” (NVI)

(Jo 6.19-20) 19Depois de remarem cinco ou seis quilômetros, de repente viram Jesus caminhando sobre o mar, em direção ao barco. Ficaram aterrorizados (NVT), 20mas Jesus lhes disse: “Sou eu. Não tenham medo!” (NAA

(Mt 14.28-31) 28Então Pedro disse: “Se é o Senhor mesmo, mande que eu vá até aí, andando sobre as águas”. 29Jesus disse: “Venha!” E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas e foi até Jesus. 30Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a afundar, gritou: “Salve-me, Senhor!” (NAA) 31Imediatamente Jesus estendeu a mão e o segurou. E disse: “Homem de pequena fé, porque você duvidou?” (NVI)

(Mt 14.32) 32Subindo ambos para o barco, o vento cessou (NAA).

(Mc 6.51-52) 51Então subiu no barco para estar com eles, e o vento cessou. Ficaram totalmente perplexos, 52porque não haviam compreendido o milagre dos pães, pois o coração deles estava endurecido (NAA).

(Mt 14.33) 33E os que estavam no barco o adoraram, dizendo: Verdadeiramente o senhor é o Filho de Deus!” (NAA)

(Jo 6.21) 21Então eles o receberam com alegria, e logo o barco chegou ao seu destino (NAA).

(Jo 6.22-24) 22No dia seguinte, a multidão que tinha ficado no outro lado do mar percebeu que apenas um barco estivera ali, e que Jesus não havia entrado nele com os seus discípulos, mas que eles tinham partido sozinhos (NVI). 23Alguns barcos de Tiberíades se aproximaram do lugar onde o povo tinha comido os pães depois que o Senhor os abençoou (NVT). 24Quando aquela multidão viu que Jesus não estava ali nem os seus discípulos, entraram nos barcos e partiram para Cafarnaum à procura de Jesus (NAA).

REGIÃO DE GENESARÉJesus Realiza Vários Milagres

(Mt 14.34) 34Depois de atravessarem o mar, chegaram a Genesaré (NVI).

(Mc 6.53) 53Estando já no outro lado, chegaram à terra de Genesaré, onde atracaram (NAA).

(Mc 6.54) 54Saindo eles do barco, o povo logo reconheceu Jesus (NAA).

(Mt 14.35-36) 35Quando o povo reconheceu Jesus, a notícia de sua chegada se espalhou rapidamente por toda a região, e trouxeram os enfermos para que fossem curados. 36Suplicavam que ele deixasse os enfermos apenas tocar na borda de seu manto, e todos que o tocavam eram curados (NVT).

(Mc 6.55-56) 55E eles, percorrendo toda aquela região, começaram a trazer em leitos os enfermos e os levavam para onde ouviam que ele estava (NAA). 56E aonde quer que ele fosse, povoados, cidades ou campos, levavam os doentes para as praças. Suplicavam-lhe que pudessem pelo menos tocar na borda do seu manto; e todos os que nele tocavam eram curados (NVI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você não pode copiar o conteúdo desta página.